simplesmente delícia

8 de setembro de 2011

Eu não me lembro do dia em que parei de comer carnes, ou quando eu comecei a comer menos carnes. É verdade que eu cresci numa casa onde já se comia pouca carne pois meu avô francês, cirurgião, já pregava a 40 anos, que deveríamos comer carne vermelha apenas uma vez por semana.  Depois que fui morar nos Estados Unidos, passei a comer menos ainda, sempre por uma questão de gosto e nunca por filosofia ou religião. Chegou uma hora que ficou patente que as únicas carnes que eu ingeria eram peixes e frutos do mar. E mesmo assim, com parcimônia. Sempre fui mais feliz me alimentando a base de legumes. Eu nunca disse que era ou sou vegetariana pois me parece que essa palavra é usada um tanto aleatoriamente. Eu sempre achei que, como o nome indica, vegetariano é aquele que se alimenta somente de vegetais, e esse nunca foi meu caso. Conheço vegetarianos que comem carne vermelha uma vez por semana. A maior parte das pessoas também opta por não comer carne por filosofia ou por razoes de saúde, o que nunca foi meu caso.

Hoje na minha casa, continuo a comer pouquíssima carne , e provavelmente nenhuma carne vermelha. O filho adora, a filha bem menos e eu não faço nenhuma questão (li em algum lugar que 2/3 dos vegetarianos são mulheres). Gosto sim, de algum tipo bem especifico como costela de boi, um delicioso cordeiro bem novo ou um escondidinho de carne seca mas mesmo assim, a indulgencia ocorre provavelmente 3 a 4 vezes por ano. E não me convide para uma churrascaria pois definitivamente não é minha praia. Ou melhor, só me convide se tiver uma costela de boi imperdível.

Eu tento fazer pelo menos uma vez por semana, um dia totalmente vegetariano. E para tentar evitar os olhares vagos de desespero carinhosamente cultivados pelo filho, procuro fazer algo com o qual ele se sinta satisfeito e que não tenha tanta cara de legumes. Apesar disso, tenho que afirmar meu orgulho dos dois filhos pois ambos adoram legumes, provam absolutamente tudo, e não reclamam de servir de cobaia para essa mãe que vos escreve. Sim, muitas vezes eu admiro o estoicismo dos meus filhos diante do que lhes é servido na mesa de jantar.

Esse Bolo de Milho e Queijo acompanhou um refogado de alho porró e cogumelos frescos, couve-flor assada com molho tahini, vagens e abobrinhas com molho verde e arroz basmati, o ‘novo’ querido dos filhos.  Isso é meu ideal de refeição.

E esse bolo fica tambem delicioso servido como aperitivo.

Receita adaptada da revista Delicious de Setembro

    ingredientes

  • 2 colheres de sopa de manteiga derretida
  • 1 copo de farinha de trigo (140 gramas)
  • 2 colheres de sobremesa de fermento em pó
  • ½ colher de sobremesa de bicarbonato de sódio
  • 1 colher de sobremesa de sal
  • ¾ copo de flocos de milho pré-cozidos (tipo Milharina, Polentinha, etc.)
  • ½ colher de chá de pimenta caiena, calabresa, ou até pimenta da Jamaica
  • 1 copo de queijo parmesão ralado
  • ¼ copo de cebolinha picada
  • 2 ovos
  • 150 ml de leite
  • 150 ml de iogurte natural, sem açúcar
  • 1 copo de milho doce, escorrido (150 gramas)
  • modo de preparo

  • 1.       Pré-aqueça o forno a 180°C. Forre uma forma retangular de 26 x 12 cm com papel manteiga e unte com um pouco de óleo. Reserve.
  • 2.       Numa vasilha, misture a farinha de trigo, o fermento em pó, o bicarbonato, o sal, os flocos de milho pré-cozidos, a cebolinha picada, a pimenta e o queijo ralado.  Numa outra vasilha ponha os ovos e mexa com um garfo para quebra-los.  Adicione os ovos à mistura de farinha e misture com um garfo. Incorpore o leite, em seguida o iogurte e o milho. Misture delicadamente. Por fim, a manteiga derretida.
  • 3.       Corrija o tempero com mais sal e pimenta se necessário e entorne na forma preparada. Sim, eu estou falando de provar a massa crua! Provar a comida é fundamental!
  • 4.       Leve o forno (na parte mais alta do forno) por 45 a 50 minutos ou até o bolo estar dourado e uma faca sair limpa do centro do bolo. Se ele estiver ficando dourado rápido demais e ainda faltar muito para assar totalmente, cubra-o com um pedaço de papel alumínio e continue assando até estar pronto. Eu prefiro esse bolo servido morno ou a temperatura ambiente.

Outra Boa Idéia: Bolo de Ervas Frescas e Gorgozola

 

26 comentários

  1. adri disse

    08 set 2011, 10:24 am

    parecido com o de ervas e gorgonzola….amei…vou fazer(como sempre)
    bjks

  2. Marina Maria disse

    08 set 2011, 10:38 am

    Flávia, o mais legal desse post foi constatar que sua relação com a carne é igual à minha… não sei porque fui diminuindo o consumo de carne vermelha com o passar dos anos, sempre escolhendo outras opções. Talvez porque minha mãe não seja muito fã. E acabei de perceber que esse é um dos motivos que gosto tanto do seu blog, que sempre tem receitas ótimas com legumes e verduras.

    Confesso que o único lugar onde a carne vermelha me pega é num bom hambúrguer…rsrs

  3. Carol disse

    08 set 2011, 10:43 am

    Flavia, algum livro com receitas “menos carnivoras” para indicar? Sou do clube dos que comem menos carne (vermelha eu não como desde 2003) e adoro uma mesa colorida, repleta de vegetais! Até quiabo entra nas minhas preferências…. =)
    Bjo

  4. flaviapantoja disse

    08 set 2011, 10:52 am

    Carol, em portugues não tenho nada. Os melhores são os gringos… Se voce quiser dicas mesmo assim, me passa um inbox no Facebook e te passo uma listinha! Bjs querida!

  5. Maria Guimarães disse

    08 set 2011, 11:58 am

    Essas receitas com legumes e cores alegram o meu dia!
    Obrigada!!!

  6. Luciane disse

    08 set 2011, 12:12 pm

    Flávia, que delícia!
    Suas receitas são realmente maravilhosas!
    Você acha que dá certo se eu usar o leite e o iogurte desnatados?
    Um beijo!

  7. flaviapantoja disse

    08 set 2011, 12:26 pm

    Luciane, eu pensei nisso tambem enquanto estava fazendo o bolo e não sei te dizer com muita certeza. Acho que o leite desnatado não vai dar muito certo mas o iogurte pode ser. Se voce testar, não deixe de nos contar como ficou! Um bj, Flavia

  8. Fer Guimaraes Rosa disse

    08 set 2011, 8:17 pm

    Flavia, voce é uma flexitarian, como eu!

    http://en.wikipedia.org/wiki/Semi-vegetarianism

    como pouquissima carne, desde que era criança. mas nunca pude me classificar como vegetariana.
    adorei esse bolo e coincidentemente tenho duas espigas de milho orgânicas na geladeira. pisc! ;-)

    bjo!

  9. Cláudia disse

    09 set 2011, 2:55 am

    Olá Flávia
    Adorei ler o seu post, pq ele aborda um tema que me interessa bastante. Eu estou a deixar de comer carne de há uns meses para cá, por vários motivos, mas confesso que o principal foi mesmo ter tomado consciência da forma cruel e bárbara como os animais para consumo humano são tratados, de uma forma geral.
    Mas, aparte isso, eu sempre gostei bastante de legumes, quase todos eles, e fruta igualmente. Ultimamente tenho feito experiências bastante interessantes, tenho cozinhado os legumes de formas que nunca tinha feito, e estou a adorar os resultados.
    Agora devo dizer-lhe que a minha filha (10 anos) não é nada fã de legumes (a não ser em sopas), e isso tem sido um problema que estou a cada dia a tentar resolver…
    Bom, quanto ao seu bolo de milho, achei maravilhoso, e pode crer que vou experimentá-lo um dia destes. :)
    Bjs

  10. conceição disse

    09 set 2011, 3:58 am

    Faço um parecido e adoro. Vou levar a receita desta pois o aspecto é óptimo.
    Bjs

  11. Dricka disse

    09 set 2011, 11:34 pm

    Identifiquei-me totalmente com esse post, como você como pouquissima carne e passo meses sem botar nenhum tipo de carne, aves ou peixe na boca, por uma questão de gosto e tambem pra ser sincera por uma peninha dos animais, mas não digo jamais que sou vegetariana, pois acho que ser vegetariano é muito mais amplo do que apenas não comer carne ou bichinhos. E essa refeição que você descreveu é o tipo que me dá agua na boca e da qual eu me alimentaria pelo resto dos meus dias tranquilamente. Amei!!!
    Bjs

  12. carlos disse

    10 set 2011, 4:37 am

    nesta receita de bolo de milho, me parece que uma colher de sobremesa de sal, é muito
    não seria uma colher de café?
    aguardo resposta
    muito obrigado
    carlos

  13. flaviapantoja disse

    10 set 2011, 10:41 am

    SIm Carlos!! Alias todas as colheres de sobremesa dessa receita são na realidade de chá. Eu me atrapalhei na hora de escrever e depois esqueci de corrigir. Obrigada por me alertar. Um bj e bom final de semana!  PS: já está corrigido no texto!

  14. isadora adler disse

    10 set 2011, 11:18 pm

    não como carne vermelha há 10 anos e eu só tenho 23 aninhos!!! parei de comer e não me faz falta nenhuma…agora, frango e peixe estão cada vez mais remotos nas minhas refeiçoes!!!

    é delicioso poder inventar pratos com legumes…eles saem lindo, coloridos, perfumados e apetitosos!!!

    que delícia de receita! adoro milho!!!

    http://deliciasdaisa.blogspot.com/

  15. Lylia disse

    13 set 2011, 11:23 am

    Simplesmente Delicia mesmo.
    Bj,
    Lylia

  16. Falou, Tchau! disse

    14 set 2011, 4:46 pm

    Nossa, parece ser maravilhoso! Vamos fazer com certeza!

  17. Carla disse

    14 set 2011, 7:43 pm

    Olás tudo bem?
    Estou começando um blog novo, sim mais um sobre comidas, mas fazer o que, paixão é paixão hehe ..

    Passa lá depois, vou adorar a visita!

    Grande beijo
    Carla
    http://dulce-sugar.blogspot.com

  18. THIAGO MOURTHE disse

    18 set 2011, 9:30 pm

    Olá Flávia!

    Meu último comentário aqui foi sobre o sucesso do bolo cookie aqui em casa!
    Ontem foi a vez de experimentar o bolo de milho! M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O! Só senti falta da hora de colocar o milho e o queijo no post!

    Agora a minha próxima tentativa é o Suflê de queijo! Você acha que algum outro queijo poderia ser misturado à receita?

    Desde já obrigado!

  19. Priscila Beneducci (MG) disse

    18 set 2011, 10:17 pm

    Gostei muito, ja estou querendo ele com um cafezinho

  20. flaviapantoja disse

    19 set 2011, 12:48 am

    Oi Thiago, esqueci totalmente o queijo e o milho na receita! Obrigada por me avisar (já corrigi o texto); Quanto aos queijos, qualquer queijo duro serve como Emmenthal, Gruyere, Gouda, Cheddar (em pedaço), Provolone, Pecorino etc. Um bj e boa semana, Flavia

  21. Roberta disse

    19 set 2011, 10:00 pm

    Delicia tudo por aqui!! As comidinhas, as comidonas, as fotografias…
    Hum…
    Beijo doce e apareca nas abo rinhas
    Roberta
    http://www.docesabobrinhas.com

  22. Lucimar disse

    20 set 2011, 6:16 pm

    ola,
    eu poderia substituir os flocos de milho pré-cozidos por fuba?
    ahh, o que seria milho doce? pode ser milho enlatado?
    mto obrigada
    bj

  23. flaviapantoja disse

    20 set 2011, 8:47 pm

    Lucimar, o milho doce é um tipo de milho; ele existe em lata só que está escrito “Milho Doce”. Voce pode substituir pelo milho comum mas o milho doce é mais gostoso. Quanto ao fubá, nessa receita, ele nao pode ser usado no lugar do flocos de milho pre-cozido (Milharina, Polenta, etc) . Um bj, Flavia

  24. Renata C. C. disse

    06 out 2011, 10:17 pm

    Flávia, parabéns pelo seu blog!

    Fiz a receita do bolo de milho e aqui em casa todo mundo gostou… mas eu substitui a manteiga por azeite e o leite foi desnatado! Obrigada!

  25. Chris Ferreira disse

    18 jul 2012, 5:35 pm

    Oi Flávia,
    Ai, Meu deus! Esse bolo me tirou do sério. Sou louca por milho e queijo. Quero um pedaço agora mesmo.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com.br/

  26. FoodGeekGraze disse

    18 abr 2015, 7:52 am

    like you, i also enjoy eating meat sparingly so this corn and cheese cake will make a fine addition to my world of vegetable love. me = crazy for all-things-corn :-)

Trackback URI | RSS de Comentários

comente!

Mensagem