simplesmente delícia

10 de dezembro de 2010

  • Tem muito poucas coisas sem as quais o ser humano não consegue viver. Afinal de contas, durante centenas de anos não tínhamos celulares, I-pad’s, bicicletas ergométricas ou shampoos milagrosos com perfume de romã. Mas uma vida sem macarrão me parece bem complicada.  Claro que eu tenho certeza que herdei algum gen defeituoso do meu pai - que é conhecido por fazer macarrão com molho de tomate madrugada adentro - mas a verdade é que é mesmo muito pratico: em 10 minutos, com um fio de azeite extra-virgem, um bom queijo ralado e um copo de vinho e eu sou de novo uma pessoa feliz.
  • Mas agora no verão, massa quente não estava na minha lista de prioridades até que me lembrei deste pesto a base de tomate, conhecido como Trapanese. Não tem muito mistério: o tomate tem que estar muito maduro, muito perfumado e sem pele. As amêndoas também, já que a pele desta dá um amargo não muito gentil a esse prato tão elegante. E procure não triturar muito as amêndoas pois a textura do molho é um dos charmes desse prato. Esse molho fica delicioso acompanhando peixes e lulas grelhados, mas também imagino que deva ficar incrível com berinjela e abobrinhas assadas com um fio de azeite.

  • Sirva sempre o Pesto Trapanese à temperatura ambiente mas deixe guardado na geladeira.
  •  
  •  
  • ingredientes

  • 6 tomates, bem maduros
  • 100 gramas de amêndoas com pele, ou amêndoas laminadas (1 copo raso aproximadamente)
  • 1 colher de azeite de oliva extra-virgem
  • 1 copo de folhas de manjericão
  • 3 dentes de alho
  • 1 boa pitada de sal
  • 70 ml de azeite de oliva extra-virgem
  • 1 ou 2 colheres de sobremesa de vinagre balsâmico
  • 1 punhado de tomates-cereja (opcional),  rapidamente salteados em 1 colher de azeite

 

  •  
  • modo de preparo

  • 1. Ponha uma panela de água grande par ferver. Quando a água estiver borbulhando, mergulhe os tomates. Ferva-os até abrir a pele: isso pode levar alguns segundos como 1 minuto, tudo vai depender do frescor do tomate. Mas assim que abrir a pele, retire os tomates com uma escumadeira e ponha numa escorredor. É importante vigiar de perto pois não queremos cozinhar os tomates! Assim que abrir a pele, tire correndo os tomates da água fervendo!

  • 2. Quando tiver retirado todos os tomates da água fervente, deixe a água voltar a ferver e jogue as amêndoas. Ferva-as por 1 minuto, e despeje-as numa peneira. Assim que puder manuseá-las, retire as peles. Reserve. Se você usar as amêndoas laminadas, não precisa ferver e tirar e pele mas a consistência do pesto fica um pouco mais fina.
  • 3. Numa frigideira media, esquente a colher de azeite. Adicione as amêndoas sem pele e mexa com uma espátula até estarem levemente douradas. Reserve. Tire as peles dos tomates, corte-os e retire as sementes e todos os líquidos (não vamos usar as sementes e os líqüidos). Deixe os tomates partidos numa peneira para continuar drenando até usarmos.

  • 4. Ponha os dentes de alho (eu gosto de tirar o germe do alho quando vou usá-lo cru), o sal e o manjericão na vasilha do processador. Pulse até estar tudo bem picadinho. Retire da vasilha e reserve. Ponha agora as amêndoas tostadas na vasilha do processador e processe aos poucos, até formar pedaços pequenos- mas cuidado para não deixar virar uma farinha pois ainda vamos processar mais um pouco adiante. Pare o processador, adicione os tomates, os 70 ml de azeite e o manjericão previamente triturado. Usando o botão do pulse, triture aos poucos para não passar do ponto. Queremos um pesto com bastante textura.
  • 5. Pare o processador, ajuste o sal, adicione pimenta do reino (eu uso pouca aqui) e o vinagre balsâmico. Dê mais um pulse no processador para juntar tudo, e reserve em temperatura ambiente se for usar nas próximas horas. Se não, guarde na geladeira e deixe voltar à temperatura ambiente antes de prosseguir.
  • 6. Cozinhe o macarrão em muita água salgada, al dente. Escorra e imediatamente misture com o pesto. Sirva imediatamente ou à temperatura ambiente.
  • 7. Eu servi com os tomatinhos cereja, partidos em 2, e levemente salteados em um pouco de azeite.

  •  
  •  

 

16 comentários

  1. Liv Baum disse

    10 dez 2010, 9:20 am

    Que linda receita Flávia! Adorei! Duas perguntas: pra descascar o tomate alguma dica pra ficar mais fácil?? E queria saber o modelo da sua máquina fotográfica… babo nas suas fotos! Obrigada e beijos!

  2. flaviapantoja disse

    10 dez 2010, 9:52 am

    Liv, para tirar a pele dos tomates, nao tem muita opção não. Se eles estiverem muito, mas muito maduros, as vezes da para tirar com uma faca. Mas o melhor é a agua fervente mesmo. Minha maquina é uma Canon EOS XTi; e a lente que eu usei aqui é uma SIGMA Macro (50mm 1:2.8). Essa lente é excelente apesar do uso e abuso que eu faço dela! um bj!

  3. Paula Carvalho disse

    10 dez 2010, 11:01 am

    Oi Flávia, essa receita parece deliciosa! Você tem alguma dica para abrir a casta dura das amêndoas? Comprei elas para fazer sua receita de bolo de amêndoas para uma amiga que é apaixonada por amêndoas, e quem disse que consegui abrir aquilo? rsrsrs Tive que mudar de sobremesa em cima da hora. Como elas ainda estão aqui intactas, pensei em experimemtar essa massa no final de semana. Beijos, Paula

  4. moranguita disse

    11 dez 2010, 7:44 am

    hum qu emassinha tao saborosa
    esse molho psto ficou uam maravilha.
    sabia bem esta massa para o meu almoço
    beijinhos e bom fim de seman

  5. Karina Batista disse

    13 dez 2010, 4:56 pm

    Menina, que vontade de comer um macarraozinho.. bjos

  6. Isadora B, disse

    13 dez 2010, 5:04 pm

    HUmM que delícia,
    vou providenciar os ingredientes e experimentar esta semana!
    Bjs

  7. Susana Almeida disse

    14 dez 2010, 7:35 am

    Esta massa deve ser deliciosa!
    bjs

  8. Cris disse

    15 dez 2010, 2:00 am

    Por que tirar o germe do alho?
    Bj

  9. flaviapantoja disse

    15 dez 2010, 7:36 am

    Cris, o germe do alho é amargo e indigesto, caracteristicas que ficam ainda mais obvias quando ele é usado cru. Um bj, Flavia

  10. Andrea disse

    21 dez 2010, 8:31 pm

    Fazia tempo que não passava por aqui… Seu blog está uma delícia como sempre e adorei seu molho!
    bjs e um Feliz Natal

  11. Erica disse

    04 jan 2011, 9:49 pm

    hum
    parece delicioso ^^

  12. Cátia Cunha disse

    08 jan 2011, 2:38 pm

    Impossível resistir!
    Queria estar aí… maldade pura! rsrsr

  13. Priya disse

    15 fev 2011, 12:52 pm

    Flavia, teu blog é realmente uma delícia! Minha irmã e meu sobrinho fizeram uma receita de cookie e amaram. Ela me passou o teu link e me inspirei nessa tua receita para o almoço de hoje. Tenho um blog onde compartilho receitas, dicas e informações tendo como foco as questões de sustentabilidade e o impacto da nossa alimentação (e tudo o que é necessário para ela) no meio ambiente. Tomei a liberdade de colocar no blog a receita como eu fiz hoje e coloquei o link para a tua receita, ok? Caso queiras ver, aqui está o link: http://aformadeforma.blogspot.com/2011/02/spaghetti-com-molho-trapanese-com.html
    Grande abraço!

  14. Tânia disse

    05 jun 2011, 12:26 pm

    Fiz ontem esta receita. É muito bom, mas poria apenas 1 ou 2 alhos porque o sabor a alho era muito intenso. De qualquer forma, gostei muito da receita!

  15. sandra disse

    29 dez 2012, 3:53 pm

    Gostaria de saber como tirar a casca das amendoa ( a dura), não consigo abrí-las. agradeço antecipadamente.

  16. Hanna Litwinski disse

    04 set 2015, 12:41 am

    Parabens pelo post, adorei.

Trackback URI | RSS de Comentários

comente!

Mensagem