simplesmente delícia

10 de novembro de 2009

  • A primeira vez que provei um sorbet parecido com esse, usando frutas frescas e de época, foi na casa de amigos muito queridos. Um dos convidados, prendado na cozinha, havia levado de sobremesa: era como se eu tivesse comendo a fruta gelada, com pedaços de fruta, e com pouco açúcar adicionado.  
  • Quando ganhei recentemente algumas frutas bem maduras resolvi tentar recriar aquele momento. Como em todo bom sorbet, o que brilha aqui é a fruta-do-conde, por isso a qualidade desta é fundamental. Use sempre frutas bem maduras, já querendo se abrir e exalando todo seu perfume. Porquê esse sorbet é particularmente leve em sua textura mas muito perfumado, ele é perfeito servido tanto após uma refeição mais caprichada quanto para tentar apaziguar os ânimos encalorados desse nosso inicio de verão.
  •  
  • Não desanime pensando em todos os caroços que tem que ser catados. Eu prometo que se sua fruta-do-conde estiver bem madura, o caroço sai fácil, fácil. E o tempo gasto no processo vai ser rapidamente esquecido quando você provar o sorbet pronto!
  • E como não sou nenhum a expert em sorbets e sorvetes, segue o link do grande  David Lebovitz para tutorial sobre como fazer sorvete sem maquina.
  •  
  • E finalmente, fugindo um pouco do assunto, adicionei um botão para quem quiser receber  notificação de post novo do Simplesmente Delicia na sua caixa de correio eletrônico. È só escrever o seu email ali no lado esquerdo da pagina do blog e seguir as instruções!
  •  
  •  
  •  ingredientes

  • 8 frutas do conde, bem maduras
  • 1 limão
  • 1 copo de açúcar
  • 1 copo de água
  •  
  • modo de preparo

  • 1. Numa panelinha, ponha a água e o açúcar e leve ao fogo até ferver. Deixe ferver por uns 3 minutos ou até dissolução do açúcar. Ponha numa vasilha e leve a geladeira até a calda estar gelada.
  • 2. Retire todos os gomos das frutas. Ponha um pouco de gomos numa peneira de cada vez.   Com uma espátula, vá esfregando os gomos contra as laterais da peneira para retirar os caroços. À medida que os caroços forem saindo, vá retirando-os e colocando a polpa limpa numa vasilha.  Faça isso com todas as frutas. Não se esqueça de raspar as cascas para retirar a polpa que fica na casca. Só tome cuidado para não raspar demais e retirar a parte arenosa da fruta. Ponha toda a polpa (e qualquer liquido que tiver pingado na vasilha) numa mesma vasilha.
  • 3. Esprema o suco de uma metade de limão e ponha na polpa de fruta-do-conde. Prove e adicione mais se necessário. Eu usei ¾ de um limão para essas 8 frutas, mas isso vai depender da maturidade das frutas que estiver usando.
  • 4. Quando a calda estiver bem gelada, vá incorporando-a a polpa de fruta-do-conde. Faça isso bem aos pouco, provando entre cada colherada pois a quantidade exata de calda vai depender do teor de açúcar das frutas (eu usei a metade da calda). Acrescente sempre um pouquinho mais do que parece razoável pois o paladar do açúcar diminui depois de gelado.
  • 5. Leve o creme de frutas-do-conde a geladeira para gelar mais um pouco. Quando a mistura estiver bem gelada, ponha na sua sorveteira e siga as instruções da mesma.
  •  
  • Outra Boa Idéia: Sorvete de Canela Caramelizada e Figos

 

18 comentários

  1. Lau Verrengia disse

    10 nov 2009, 6:42 pm

    Flavia, eu adoro esta fruta, é muito saborosa. Nunca me passou pela cabeça um sorbet, mas pela receita e pela foto (que quase me matou rs), deve ser mesmo delicioso.
    Assim que encontrar a fruta do conde por aqui, vou preparar o sorbet. Estou até sentindo o perfume…

    E claro, vou colocar meu e-mail ali para receber as news. :)

    Beijos

  2. Claudia disse

    10 nov 2009, 7:48 pm

    Flávia,

    Agora você pegou pesado, cara, eu sou louca por fruta do conde, uma daquelas frutas que não se acha aqui nunca, ninguém nunca viu ou ouviu falar. Cara como esse povo aqui não conhece nada… Enfim, sempre foi o meu suco e meu sorvete favorito no Balada e no Mil Frutas.

    Bj,

    C.

  3. marina mott disse

    11 nov 2009, 5:20 am

    Parece tudo de bom e eu vou ter que experimentar!!!

  4. Cacahuete disse

    11 nov 2009, 7:07 am

    Nunca comi gelado de anona, mas ficou com um aspecto maravilhoso. No futuro terei de experimentar.

    Bjs

  5. Fabiana disse

    11 nov 2009, 8:07 am

    Eu adoro fruta do conde, mas nunca usei em doces, ou sorvetes.
    Mas tenho certeza, que passando pelas suas mãos, devem ter ficado mais gostosos ainda.
    bjs

  6. Margarida disse

    11 nov 2009, 8:48 am

    Tem graça, não sabia que aí chamavam fruta-do-conde à anona. Seja qual o nome é fruta que eu gosto bastante e por isso fiquei curiosa com o sabor e textura desse sorbet.. : )

  7. Sarinha disse

    11 nov 2009, 9:00 am

    Flavia, amooooooooooo essa fruta! Conhço como pinha, é um fruto do cerrado!

    Já até postei no blog! Aqui ó http://princessurbana.blogspot.com/2009/04/das-minas-gerais.html

    Mas nunca provei sorvete dela!! Deve ficar mto bom!!!

    Bjos

  8. Mari disse

    11 nov 2009, 9:05 am

    Flávia, esse gelado deve ter ficado um absurdo de delicioso! Sou apaixonada por fruta do conde, mas como em casa sou a única que come, quase nao compramos… vou ter que comprar só para reproduzir essa receita maravilhosa…
    Bjo grande,

    Mari

  9. Nina disse

    11 nov 2009, 12:40 pm

    Gosto de comer esta fruta geladinha. No sorvete seria maravilhoso!
    bjo

  10. Gina disse

    11 nov 2009, 6:59 pm

    Flávia, ô frutinha boa essa!
    Quando morei em Recife, fartei-me de saboreá-la e até meu filho com apenas 1 aninho tomava suco de fruta-de-conde. No nordeste elas são graúdas.
    E tem mais uma historinha envolvendo essa fruta. Fomos à Natal e o dono do hotel, irmão de um amigo nosso, sabendo que gostávamos de pinha (como é chamada lá), preparou-nos uma surpresa. Ao adentrarmos ao quarto, havia uma travessa de pinhas “gigantes” nos esperando.
    Descobri recentemente a atemoia, uma fruta nascida do cruzamento da ata com a cherimoia, muito boa também e semelhante no sabor. Fiz um post sobre ela:
    http://nacozinhabrasil-gina.blogspot.com/2009/06/atemoia.html

    Esse sorvete deve ter ficado o máximo!
    Bjs.

  11. Priscila Beneducci disse

    17 nov 2009, 3:21 am

    Parabens pela originalidade. Fruta do conde virou sorvete, quem diria. Eu amo sorvetes caseiros, vivo fazendo. Essa me pegou de surpresa.

  12. CLAUDIA disse

    03 jan 2010, 8:45 am

    Fiz o sorvete com atemoia, que é da família da fruta do conde, porém possui mais polpa. Como não tinha o “bowl” de sorvete, usei a batedeira de milk shake, tirava do freezer a cada duas horas e batia.
    Deu certo e ficou bem gostoso.

  13. carlos alberto de assumpcao disse

    22 ago 2010, 9:54 pm

    delicia muito bom faca como a receita manda delicia mesmo

  14. ilce marinho disse

    04 out 2010, 10:07 pm

    Oi, postei seu blog no meu blog. como blog de terceiros. Se você não gostou, me avise que eu retirarei.Achei lindo o seu blog.Posso copiar para uma crônica sobre casca de pinha, a sua foto de pinha? Abaços.

  15. flaviapantoja disse

    05 out 2010, 9:02 am

    Oi Ilce, claro que nao tem problema voce mencionar o Simplesmente Delicia. Se quizer usar a foto, só peço que link ela tamebm ok? Um bj e boa semana! Flavia

  16. Cristiane Borborema disse

    15 abr 2011, 5:42 pm

    Nossa, fiz essa sobremesa, e ADOREEEII!!
    O gosto da fruta se entrelaça com os outros ingredientes, nossa, perfeito!!

  17. Maricey disse

    26 ago 2011, 3:53 pm

    Tenho um pe de fruta do conde no meu quintal. Trouxe as sementes do Brasil em 2000. A cada ano dar mais frutas. Todas as minhas amigas adoram, minhas amigas Colombianas as chamam de anon, minha amiga Haitiana chama de cachimam e minha amiga Jamaicana chama-a de sweet sap, para os Americanos e sugar apple. Faco cestinhas e presenteio a todas. Agora com esta maravilhosa receita sera sucesso total. Obrigada e um grande abraco.

  18. douglas henrique custodio dos rey s ferraz disse

    16 nov 2011, 12:27 pm

    eu adorei principalmente a mainha namorada

Trackback URI | RSS de Comentários

comente!

Mensagem