simplesmente delícia

22 de julho de 2009

O café da manha não é uma refeição que me faça normalmente perder o sono. Se tiver minha granola e meu iogurte estou feliz! Mas de vez em quanto é bom dar uma sacudida no status quo e nada como os rebentos de ferias para atacar a cozinha logo cedo! Bem, talvez não tão cedo já que as férias são pelo visto um bom motivo para acordar numa hora quase inapropriada…

Com os novos horários da casa belamente implementados, resolvi encarar meu enorme preconceito com frituras. Já havia mencionado aqui que tenho problemas sérios em abrir meu coração para essa técnica. A única coisa que me vem à cabeça quando vejo um prato de frituras - e pode ser qualquer coisa - é aquele monte de gordura! Estou até começando a achar que deve ter um dedinho de fobia… Mas enfim, isso é mais uma das neuras que eu resolvo, ou pelo menos finjo que resolvo, na corrida, a única coisa que muitas vezes me separa de um ataque de nervos!!!

Bom, voltando ao assunto, quando vi uma receita parecida com essa no Chubby Hubby, decidi que a hora havia chagado. Hora de começar a pesquisar os porems e senões da rabanada, ou pain-perdu ou french-toast ou o que quer que sejam esses maravilhosos pãezinhos mergulhados nesse creme indecente e frito em manteiga… Quer dizer, quais eram os pré-requisitos pra esse prato dar certo, quais eram os ingredientes chave, qual a melhor forma de preparo.

Na realidade, o fator crucial aqui é a qualidade do pão. Um bom pão é fundamental e fator decisório para a nota 10 no final. Qualquer excelente pão vai ficar bom aqui mas os pães do tipo brioche são a escolha mais clássica. Mas eu posso praticamente garantir que um pão integral, ou 7-grãos, cortado em fatias grossas, vai dar um prato magnífico. Molhe as fatias grossas rapidamente no creme para elas não desmancharem e sirva quente ou morno, com mel, frutas (fica delicioso com morangos), ou até sorvete!

Os rebentos e amigos dos rebentos se lambuzaram os beiços logo cedo (ou quase cedo…) pela manhã!!!

    Ingredientes

  • 300 gramas de pão tipo brioche, em fatias grossas
  • 2 ovos
  • 200 gramas de creme de leite fresco
  • 100 ml de leite
  • 1/3 copo de açúcar
  • 2 colheres de sobremesa de aroma de baunilha
  • ½ colher de sal de flor de sal
  • 10 ml de cachaça (ou whisky)
  • Manteiga, umas 4 colheres de sopa separadas
  • Modo de preparo

  • 1. Ponha os ovos, o creme de leite, o leite, o açúcar, a flor de sal e a cachaça numa vasilha. Misture bem com um fouet e reserve.
  • 2. Como eu usei pequenos brioches com casca, retirei um pouco das cascas e parti os pães na sua altura, para fazer duas fatias bem grossas. Ponha uma frigideira media em fogo médio/alto e derreta uma boa colher de manteiga. Enquanto a manteiga estiver derretendo, mergulhe uma ou duas fatias de pão de cada vez no creme. Vire as fatias no creme para molhar por inteiro mas não deixe encharcar a ponto do pão de desfazer. Isso leva alguns segundos apenas (Eu afundo a fatia de pão no creme, viro de lado e tiro logo do creme).
  • 3. Tire os pães do creme e ponha-os imediatamente na frigideira com a manteiga quente. Deixe dourar bem de um lado antes de virar os pães com uma espátula para dourar do outro lado. Enquanto os pães douram, vá preparando os outros no creme. Eu gosto de dourar de 4 a 6 fatias pequenas de cada vez senão fica difícil de tirá-las com a espátula.
  • 4. Assim que estiverem bem dourados, tire os pães com espátula e ponha num prato. Ponha mais manteiga na frigideira antes de dourar mais uma leva de pães.
  • Polvilhe açúcar de confeiteiro e sirva quente ou morno.

Outra Boa Idéia: Pudim de Pão de Nutella

 

12 comentários

  1. Vânia Costa disse

    23 jul 2009, 5:28 am

    Magnifico Flávia…
    Lendo o que escreveste, sim, isso com as frituras quase parece fobia! Mas ainda bem que mesmo assim resolves e fazes estas coisas fantásticas! É uma bela maneira de começar a manhã… Cá em Portugal, fazemos rabanadas ou fatias douradas… O pão é embebido em leite, depois em gemas de ovo, frito em óleo ou azeite, e passado por açúcar e canela.
    E aí sim, são bem mais carregadas de gordura… Mas sabem tão bem =)
    As fotos ficaram lindas!

    Beijo grande*

  2. Paula disse

    23 jul 2009, 9:03 am

    Flávia, eu também evito as frituras, pela sujeira e pelas calorias! E também, porque se essas suas french toasts caem na minha mão eu não largo até acabar…

  3. Guilherme disse

    23 jul 2009, 1:52 pm

    Oi Flávia, vim dar um oi aqui no seu blog!
    Suas fotos são muito bonitas! E já selecionei algumas receitas que vou fazer. Essa de rabanada vai ser a primeira!
    Hoje chove muito aqui na minha cidade e estava com uma tremenda preguiça de ir ao mercado. Depois que vi as rabanadas resolvi fazer as compras logo para voltar e preparar a receita.
    Volto aqui para dizer como ficou!
    Um beijo!

  4. Luísa Alexandra disse

    23 jul 2009, 2:03 pm

    Venho dar-te os parabéns pelo blog.
    Esta receita então deixa-me completamente com fome!

  5. Maria G. disse

    23 jul 2009, 4:30 pm

    No final vou polvilhar de açucar de confeitero misturado com canela que eu adoro, ehe, e depois conto como me saí!
    beijos

  6. Canela disse

    23 jul 2009, 6:52 pm

    Flavia
    Tive um subito ataque de gula,ao olhar para a foto!Adoro rabanadas e hei-de experimentar as tuas!
    Beijo

  7. Carol disse

    24 jul 2009, 5:42 pm

    Nossa, minha filha ama frech toast, me pede sempre, é bom demais!! Bjs

  8. Samara disse

    29 jul 2009, 5:49 pm

    NOSSA …TBEM SINTO A MESMA COISA QUANDO VEJO GORDURA …rsrsrs …bj

  9. Fernando Ferraz disse

    24 nov 2010, 7:13 pm

    Oi Flávia,

    sou novo por aqui mas já vi que voltarei várias vezes.
    Eu já fiz uma variante desta receita para uma ceia de Natal em minha casa.
    A difeença foi que não usei a cachaça/wisk, nem o sal e servi com uvas passa e nozes picadas.
    As uvas-passa deixei hidratando por 12 horas em água com escência de baunilha (aproximadamente 1 litro de água para um frasco de baunilha).
    Depois de fritas as rabanadas salpiquei-as com as nozes e as uvas-passa, ficou muito bom.

    Quanto a fritura: eu simplesmente adoro!!!

    Grande abraço,
    Fernando Ferraz.

  10. flaviapantoja disse

    24 nov 2010, 10:15 pm

    Oi Fernando, deve ficar uma delicia com passas! Eu faço uma calda onde ponho passas e damascos (eu AMO damasco..), leva um pouco de alcool tbem (conhaque), que sirvo com sorvetes, etc. Não tinha pensando em usar nas rabandas mas deve ficar otimo! Um bj, Flavia

  11. Adriana disse

    10 ago 2011, 9:11 am

    MEU DEUS!!!! Que pecado ficar vendo esse blog… é mta gula de uma vez só!!!!!!! ADOROOOOOOO

  12. LUIZ CARLOS LANDIM disse

    12 out 2012, 7:34 pm

    Ei pessoal..poxa me deixaram com àgua na boca…vou fazer aqui em casa no domingo. Gostei muito tambem da dica do fernando e vou acrescentar as passas e os damascos.
    Beijos a todos

    LUIZ CARLOS LANDIM
    Designer de interiores

    http://www.luizemarlene.com.br

Trackback URI | RSS de Comentários

comente!

Mensagem