simplesmente delícia

2 de dezembro de 2008

O clafoutis foi inventado na França, na região do Limousin, para divulgar da melhor forma possível, as melhores cerejas da região. Hoje, o clafoutis é feito com todos os tipos de frutas (como maças -ligeiramente douradas antes- ou damascos secos, 2 das minhas preferidas) ou sem fruta nenhuma mas com mel, ou até perfumado com especiarias como açafrão, lavanda etc.

Alguns vêem o clafoutis como um pudim, mas eu prefiro vê-lo como um crepe grosso. Na realidade, a textura muda dependendo se o clafoutis é servido quente ou frio. Quando quente, ele é mais leve, mais aerado, quase um bolo. Quando frio, ele se torna mais denso e com a textura mais próxima ao pudim. Das duas formas, é delicioso. Com a vantagem de ser facílimo e totalmente polivalente. Quando você dominar a base, o céu é o limite em termos de combinações de frutas, nozes etc.!

  •  
  • ingredientes

  • 1 copo + 2 colheres de sopa de leite integral
  • 2 colheres de sopa + 1 colher de sobremesa de manteiga sem sal
  • 3 ovos
  • ½ copo + 2 colheres de sobremesa de açúcar
  • ¾ copo de farinha
  • ½ colher de sobremesa de sal
  • ¾ copo de amêndoas picadas (ou castanhas do Pará)
  • 1 copo de ameixas bem maduras, frescas, sem caroço, partidas em 2
  •  
  • modo de preparo

  • 1. Numa panelinha, esquente o leite com as 2 colheres de sopa de manteiga, sem deixar ferver. Separadamente, numa vasilha misture os ovos, o ½ copo de açúcar, a farinha e o sal. Adicione o leite morno e misture até combinar. Reserve por pelo menos 1 hora em temperatura ambiente.
  • 2. Pré-aqueça o forno a 200ºC. Ponha as amêndoas, ou castanhas do Pará num tabuleiro e toste no forno por 8/10 minutos ou até ficar ligeiramente dourados. Retire do forno, deixe esfriar e pique grosseiramente. Reserve.
  • 3. Com o restante da manteiga, unte completamente uma frigideira que possa ir ao forno, ou um pirex redondo de 20/24 cms, e polvilhe do açúcar (as 2 colheres de sobremesa). Espalhe o açúcar sobre toda a superfície e os lados.
  • 4. Ponha a massa reservada na frigideira, jogue as frutas por cima (elas vão afundar) e salpique as amêndoas. Leve ao forno por aproximadamente 45 minutos até o clafoutis estar dourado e ter crescido.
  • 5. Sirva quente ou frio, na mesma panela, com creme chantilly.
  •  

Obs.; essa sobremesa não é muito doce. Se você quiser aumentar o açúcar, use ¾ copo ao invés de ½ copo, na massa. Eu gosto dela assim com pouco açúcar, daí a importância das frutas estarem bem docinhas!

 

5 comentários

  1. canela disse

    02 dez 2008, 10:53 am

    Que maravilha!Para mim está bom de açucar de certeza.
    Bj

  2. AndreaDomingas disse

    04 dez 2008, 5:42 pm

    Oi Flávia!
    Já anotei a receitinha maravilhosa! Nunca fiz Clafoutis e simplesmente adoro ameixas! Já anotei e conto assim que fizer!
    Bjs

  3. Pedro Teixeira disse

    02 set 2010, 6:15 pm

    Já fiz esta receita também, embora um pouco diferente. Parabéns pelo blog, muito bom aspecto. beijos

  4. Maria Glória D'Amico disse

    21 mar 2013, 12:12 pm

    Flavia, bom dia!
    Gostamos muito, aqui em casa, de clafoutis. A de damasco é a nossa preferida.
    Qual a medida do copo que usa nesta receita?

  5. flaviapantoja disse

    21 mar 2013, 1:14 pm

    Maria Gloria, eu uso o copo de 250 ml. Um bj, Flavia

Trackback URI | RSS de Comentários

comente!

Mensagem