simplesmente delícia

22 de julho de 2013

  • Às vezes o Universo conspira a teu favor. Ou pelo menos conspira a favor de você se movimentar ligeiramente - depois de passar quase o dia todo deitada lendo uma biografia deliciosa sobre Catarina de Médici- e se dirigir até a cozinha para ver se é factível aquela receita de bolo-pudim de banana. Isto é, se as bananas estão maduras o suficiente ou se elas estão verdes e não merecem ser usadas (ainda).
  • Meus planos esse fim de semana não incluíam entrar na cozinha. Quer dizer, o plano era não fazer nada e depois disso, continuar sem fazer nada até segunda feira de manhã, quando recomeça tudo de novo. Mas entre historias fabulosas de envenenamento e casamentos reais arranjados na corte francesa de Henrique II e Catarina de Médici, eu me deparei com uma coleção de receitas de bananas no site do jornal inglês The Guardian. Sim, inglês, como Inglaterra, como em ‘Arqui-inimigo de sempre da França e dos franceses”. Mas  eu procuro manter meu coração aberto , e apesar do  meu respeito e admiração pela Rainha Catarina de Médici (italiana de nascimento mas francesa pelo casamento e seus princípios), uma rainha (injustamente)  mais conhecida por ter instigado o Massacre da Noite de São Bartolomeu do que pelo seu gigantesco aporte a cultura, culinária (SIM!) e arquitetura da França, o apelo das bananas do jornal inglês foi grande. Ou, mesmo que temporariamente, maior,  já que assim que o bolo-pudim ficou pronto, eu fui, com meu prato devidamente paramentado de uma enorme fatia, de novo para meu canto continuar a saga de mais essa Rainha injustiçada pela Historia.
  • Não consegui achar um nome apropriado para esse doce. Não se trata de um bolo exatamente pois é bem úmido e com uma massa mais compacta. Mas também não é um pudim. Uma coisa é certa: é delicioso. Sirva-o ainda morno, com uma bola de sorvete, uma bela colherada de creme de leite fresco batido em chantilly ou não; e de preferencia no mesmo dia. Apesar de que, algumas pessoas alegam terem me visto beliscando pedacinhos caramelizados desse bolo-pudim de banana no café da amanha do dia seguinte…
  • Receita ligeiramente adaptada do The Guardian
  • ingredientes

  • 150 gramas de farinha de trigo
  • ½ colher de chá de fermento em pó
  • 100 gramas de açúcar
  • ½ colher de chá de sal
  • 4 bananas pequenas/medias, bem maduras
  • 1 ovo
  • 250 ml de leite
  • 100 gramas de manteiga sem sal, derretida, a temperatura ambiente
  • 70 gramas de açúcar mascavo
  • 120 ml de agua filtrada
  • modo de preparo

  • 1.       Pré-aqueça o forno a 180 graus. Unte um pirex quadrado de 20 cm, com manteiga e reserve.
  • 2.       Numa vasilha misture a farinha de trigo, o fermento, o açúcar e o sal. Em outra vasilha maior, ponha 2 bananas e amasse bem com um garfo. Adicione o ovo, o leite, a manteiga derretida morna, e misture bem.
  • 3.       Junte os secos (farinha, açúcar, fermento etc.) a mistura de banana. Mexa com cuidado e despeje no pirex preparado. Pique as duas bananas restantes em rodelas e arrume em cima da massa. Polvilhe com o açúcar mascavo, e bem devagar, despeje a agua por cima. Leve ao forno por 30/35 minutos ou até o bolo estar dourado e uma faca sair limpa do centro.
Outras boas Idéias: Cookies de Banana e Chocolate e Bolo de banana com Calda Mocha e Castanha Caramelada

 

5 comentários

  1. Vanessa Gouveia disse

    28 out 2014, 12:52 pm

    Essa é uma das mais pedidas do café da manhã. Uma delícia!

  2. Larissa Silva disse

    23 nov 2014, 8:07 pm

    Nossa fiz essa torta muito gostosa e muito simples. Delicia!!!

  3. Maria Luiza disse

    15 dez 2014, 9:02 pm

    Flávia boa noite!
    Qual o tipo de banana vc sugere ?
    bjs. Luiza

  4. flaviapantoja disse

    15 dez 2014, 10:09 pm

    Maria Luiza, eu uso banana-prata. Um bj, Flavia

  5. Danielle Fermino disse

    19 fev 2015, 4:31 pm

    Olá Flávia,

    o nome desse doce aqui no interior de São Paulo é chamado de Cufa de banana, é muito bom.

Trackback URI | RSS de Comentários

comente!

Mensagem