simplesmente delícia

1 de agosto de 2012

  • Eu ando totalmente sem paciência para comer em restaurantes. Estou numa fase- é verdade que ela já dura há um tempo- em que sou mais feliz comendo comida de casa. Mas quando eu digo isso, o que eu ouço primeiro é que para mim é fácil pois eu ‘sei’ cozinhar. Talvez isso tenha uma parte de verdade. Eu tenho alguma base. Mas sobretudo, eu adoro cozinhar. Eu adoro encontrar um ingrediente no auge do seu frescor ou algo totalmente inusitado que me faz pensar em novas possibilidades, adoro convidar meus amigos e, sabendo o que um ou outro gosta, fazer algo especial, adoro sentir os perfumes dos ingredientes e pareço uma criança quando eu mesma acho um prato que eu preparei colorido, bonito e saboroso. No final das contas, para mim, cozinhar é um motivo para juntar pessoas, para gerar conversas, inventar modas e sonhar com ideias revolucionarias que vão mudar nosso Mundo.

    O que estou tentando dizer, muito inarticuladamente, é que para ‘saber’ cozinhar, tem que começar em algum lugar. Tem que se aventurar, tem que errar muito, tem que experimentar, tem que ter os olhos abertos e vontade de aprender. Leia muito, navegue na internet- tem muitos blog e sites legais por ai- troque ideias com quem tem mais experiência, faça anotações nos livros e cadernos (os meus livros são todos rabiscados) e sobretudo, não tenha medo. Sabe aquele velho ditado ‘É errando que se aprende’? pois é: é cliché mas é verdade.

    Eu acho sempre curioso como algumas vezes apenas um ingrediente de alguma receita chama minha atenção. Nesse caso foi o uso do limão em pedaços numa salada. O segredo é usar o limão siciliano e cozinha-lo em fogo bem baixo numa boa frigideira, de fundo espesso, para não queima-lo antes do tempo, e deixa-lo levemente caramelizado.

    ingredientes

    400 gr de massa (eu prefiro uma massa pequena, tipo farfallni ou pennette)

    6 colheres de sopa de azeite de oliva

    3 talos de aipo

    1 ½ limões siciliano

    6 colheres de sopa de alcaparras, escorridas

    800grs a 1 quilo de lulas, limpas, cortadas em anéis

    Sal e pimenta

    Suco de limão

    6 colheres de sopa de azeite de oliva extra-virgem

    modo de preparo

    1.       Ponha bastante agua para ferver numa panela grande. Quando ela estiver borbulhando, junte a massa, salgue, ligue o cronometro e cozinhe pelo tempo especificado para o tipo de massa que você estiver usando. Assim que estiver pronta, escorra a massa, adicione uma colher de sopa de azeite e reserve.

    2.       Pique os talos de aipo em pedaços pequenos e reserve. Parta o limão siciliano em dois, e com uma faca afiada, corte uma metade, em fatias finas , descartando as sementes. Reserve. Numa frigideira media,  esquente três colheres de sopa de azeite.  Junte o aipo e as fatias de limão e refogue em fogo baixo por uns 15 minutos, até amolecerem e caramelizarem. O segredo é usar uma frigideira de fundo espesso, e o fogo bem baixo. Não queremos queimar o aipo e o limão. Orégano fresco fica uma delicia aqui, se tiver disponível.

    3.       Retire-os da frigideira e ponha numa vasilha. Volte a frigideira ao fogo médio, com mais duas colheres de azeite, e refogue as lulas rapidamente. Dois ou três minutos devem ser suficientes. Salgue e tire do fogo. Reserve .

    4.       Misture os limões e aipo picados à massa e junte as lulas refogadas. Numa outra vasilha misture vigorosamente o suco da metade restante do limão com sal e pimenta, e adicione as 6 colheres de azeite de oliva. Se o limão estiver com pouco suco, é possível que você precise acrescentar mais. Ajuste o tempero e regue a salada com a vinagrete.  Junte as alcaparras e sirva a salada morna ou a temperatura ambiente.

    Outra Boa Idéia: Salada de Lulas e Linguiça

 

14 comentários

  1. Kati Monteiro disse

    02 ago 2012, 5:45 am

    Flávia
    parece muito bom. Não gostava de lulas e polvos até que comi um dia na casa de um amigo. Mas eram bem frescas e tinham sido cozidas rapidamente, como as deste prato. Faz toda a diferença.
    Adorei a dica do limão.
    Beijos

  2. DivaBonney disse

    02 ago 2012, 9:15 am

    Gosto muito de ir ao supermercado e encontrar novos ingridientes, passear por alguns blogs e, nada melhor que ficar lendo receitas na cama antes de dormir ( assim nao ha tanta tentaçao de ir para cozinha experimentar) Suas receitas sempre me inspiram muito e esta com limao adorei.
    Que tal, uma vez por outra, em vez do limao fresco, usar conserva de limao?

  3. flaviapantoja disse

    02 ago 2012, 9:30 am

    Diva, eu adoraria usar limão em conserva! Mas aqui no Brasil não se encontra no mercado e eu nunca fiz em casa. Voce tem alguma receita boa para compartilhar conosco? Um beijo, Flavia

  4. Eloisa Vidal Rosas disse

    02 ago 2012, 11:58 am

    Oi Flávia, compartilho a preguiça para frequentar restaurantes. Se a comida é muito boa, os preços são absurdos, e um bom vinho nem se fala…
    Assim como a Diva, pensei nos limões em conserva. Eu tenho tentado, a partir de várias receitas, inclusive uma do Troigros. Recentemente uma parenta de Rosário, Argentina, me ofereceu um vidro de alguns que não estavam nem muito salgados, nem amargos. Eu vou perguntar para ela como fazer. Depois eu conto. E a salada parece magnífica…
    Um beijo, Eloisa

  5. Fla disse

    02 ago 2012, 1:33 pm

    oi Flávia…

    essa receita é ótima.. já fiz algumas vezes e senão tenho lula uso camarão que fica ótimo tb!!
    em casa usamos um mini farfale da Barilla…fica uma graça!

    beijos

    http://eventos-inventos.blogspot.com.br/

  6. Carol disse

    02 ago 2012, 8:51 pm

    Flávia, minha alergia a glúten não me permite comer macarrão. E as massas que não são a base de trigo deixam muito a desejar. Será que essa salada morna ficaria boa com arroz selvagem no lugar do macarrão?
    Bjos =)

  7. Valeria disse

    04 ago 2012, 2:03 pm

    Olá Flávia, concordo com vc: é errando que se aprende e para cozinhar quanto mais se pratica melhor. Lembro que o primeiro bolo que tentei fazer implodiu no forno e tive que jogar a forma fora, pois a massa não desgrudou nem com reza braba (rrsss).
    Abraços.

  8. flaviapantoja disse

    04 ago 2012, 9:37 pm

    Carol, eu não sou fã de arroz selvagem mas de qualquer forma, acho que o paladar pode ficar esquisito aqui com a lula. Voce pode comer arroz basmati? Acho que ficaria excelente com a lula e o limao… Bjss

  9. argas disse

    05 ago 2012, 7:15 pm

    Que bela sugestão. Ando numa de lulas por isso parece-me excelente!

  10. Carol disse

    05 ago 2012, 8:01 pm

    Hum…. Flavia! Arroz basmati tem IG mais baixo, então eu posso sim. Ele deve deixar tudo bem perfumado, não? Bem gostoso… vou mostrar a receita para a minha mãe (ando bem sem tempo e animo de cozinhar para mim…. hahahahahahahahah)
    Beijocas

  11. luci disse

    06 ago 2012, 3:19 pm

    Que delícia adorei beijos

  12. Karina Batista disse

    08 ago 2012, 6:34 pm

    Que beleza, digitei o comentário e perdi. Vamos lá, de novo, rs. Estava dizendo que gostar de cozinha e saber cozinhar é uma benção. Eu gosto, sei um pouquinho, mas sou muito desorganizada. Semana passada fiz um bolo de aniversário para minha cunhada. Esqueci de comprar o chocolate, voltei ao mercado para comprar o bendito e não é que esqueci de novo… ou ando numa fase muito ruim ou é isso mesmo, rs. Beijão

    mariacarambola.wordpress.com

    ♥♥♥

  13. Roberta disse

    13 ago 2012, 7:17 pm

    Oi Flávia, que delícia de salada! O limão caramelizado deve ficar ótimo com a lula.
    Posso te fazer uma pergunta? Onde vc compra frutos do mar no Rio? Na feira? No ZS?
    Bjs e obrigada

  14. flaviapantoja disse

    14 ago 2012, 12:56 am

    Oi Roberta, depende. No ZS mais perto da minha casa, o peixe chega fresco toda terça-feira, então nesse caso compro ali. O mexilhão congelado (a unica coisa do mar que compro congelada) compro no Hortifruti (mas tem no ZS tambem) e de vez em quando, vou ao Mercado Sao Pedro em Niteroi no sabado de manhã. Um beijo, Flavia

Trackback URI | RSS de Comentários

comente!

Mensagem