simplesmente delícia

22 de junho de 2011

  • Há muitos e muitos anos atrás, quando fumar era chique, andar sem cinto de segurança no carro era normal e os nutricionistas achavam razoável comer carnes e frituras diariamente, a manteiga ainda vivia seus dias gloria. Mas de uns anos para cá, tudo mudou e infelizmente a manteiga se tornou mais um entre os vários vilões que habitam nossa cultura alimentícia.
  • Muitos adotaram a margarina como substituto mas a manteiga não tem substituição possível, nem em sua textura ,nem no sabor indiscutível. A margarina, criada na França ao redor de 1870 para suprir uma falta de manteiga no mercado, era feita com gordura animal e óleos vegetais. Hoje em dia a margarina é feita com óleos vegetais mas recentemente, cientistas descobriram que as gorduras trans produzidas durante o processo de hidrogenação da margarina aumentam o nível do colesterol no sangue. Assim os produtores de margarinas e gorduras vegetais começaram a fabricar seus produtos livres de gorduras trans.
  • Apesar da margarina hoje ser mais consumida do que a manteiga (nos Estados Unidos e em algumas partes da Europa pelo menos), ela infelizmente não é um substituto para a manteiga. Da mesma forma que não sou fã de produtos dietéticos (leite condensado light, açúcar light, sobremesa diet), eu sou Presidente do Clube que prega o uso moderado mas  convicto da manteiga. E se não puder usar manteiga no dia a dia, use um bom azeite de oliva, um óleo de gergelim, ou tapeei a torrada com um pão divino e uma geleia dos deuses: você não vai sentir falta da manteiga. Mas margarina não tem vez na minha cozinha. E quando me falam que fizeram um doce com margarina minha reação é parecida a da Rainha de Copas em Alice no País das Maravilhas: preciso fazer um grande esforço para não arrancar sua cabeça com uma dentada.
  • Esse biscoito amanteigado é tão simples que resolvi que tinha que por um pedacinho de chocolate dentro dele para complicar um pouco as coisas. Mas com ou sem chocolate, você vai ver que é um biscoito delicioso: perfumado pela manteiga, com uma textura leve (devida à adição do óleo), macio por dentro e doce no ponto certo. Use uma boa manteiga, deixe a massa gelar bem, assim como as bolinhas de massa já preparadas no tabuleiro, e você vai ver que mais uma vez algumas das coisas mais gostosas na vida, são as mais simples.
  • ingredientes

  • 100 gramas de manteiga sem sal, a temperatura ambiente
  • ½ copo de óleo de girassol ou canola
  • ½ copo de açúcar refinado (100 gramas)
  • ½ copo de açúcar de confeiteiro (140 gramas)
  • 1 ovo (grande)
  • 2 colheres de chá de baunilha
  • 2 copos de farinha de trigo (280 gramas)
  • ½ colher de chá de bicarbonato de sódio
  • ¼ colher de chá de sal
  • 50 gramas de chocolate meio amargo
  • Opcional: açúcar cristal para decorar
  • modo de preparo

  • 1.       Forre dois tabuleiros com papel manteiga e reserve. Na vasilha da batedeira, ponha a manteiga e bata por 1 minuto. Adicione devagar, e um de cada vez, o óleo, os açucares, o ovo, e a baunilha, batendo em velocidade media por 1 minuto entre cada ingrediente.
  • 2.       Adicione em seguida a farinha, o bicarbonato e o sal em velocidade baixa. Misture somente ate incorporar a farinha à massa. Pare a batedeira, tampe a vasilha e leve a geladeira por no mínimo 1 hora. Eu já fiz essa massa e deixei vários dias na geladeira sem nenhum problema.
  • 3.       Corte o chocolate na marca do tablete. E em seguida corte cada quadradinho em dois. Reserve.
  • 4.       Retire a vasilha da geladeira. Pegue um pouco de massa com uma colher e faça bolinhas pequenas, tipo uma bolinha de golfe. Pegue uma bolinha na palma da mão e afunde o dedo nela. Ponha um pedacinho de chocolate no furo. Feche o furo e refaça a bolinha com cuidado. Arrume no tabuleiro forrado como papel manteiga. Faça isso com toda a massa.  Arrume as bolinhas no tabuleiro, bem espaçadamente. Leve o tabuleiro à geladeira por no mínimo 30 minutos. Isso não é absolutamente necessário mas faz com que os biscoitos fiquem mais altos e bonitos.
  • 5.       Pré-aqueça o forno a 180° C. Leve os tabuleiros ao forno quente por 14 minutos ou até os biscoitos estarem levemente dourados.  Se você quiser, 1 minuto antes dos biscoitos estarem prontos, retire rápido o tabuleiro do forno e salpique açúcar cristal ou açúcar refinado por cima dos biscoitos e leve de novo ao forno por mais 1 minuto. Retire do forno e deixe os biscoitos esfriarem no tabuleiro antes de retira-los com uma espátula.
  • Outras Boas Ideias: Biscoito de Manteiga Salgada e Ganache de Chocolate e O Perfeito Bolo Branco

 

14 comentários

  1. Ana Maria disse

    22 jun 2011, 9:54 am

    Oi Flávia, tenho que dizer que concordo em tudo com você!!! É incrível que, por mais que o mundo atual tenha buscado “soluções” para a saúde, inclusive modificando os alimentos, as pessoas não têm ficado mais saudáveis com isso.
    Até o Jamie Oliver, em seu site, comenta sobre como temos nos relacionado de forma negativa com a comida! Parece que tudo vai engordar ou fazer mal. E ele diz que depende da forma e quantidade como comemos. Só para exemplificar, não há uma vez que eu não prepare um prato, bolo ou doce maravilhosos e compartilhe com amigos, sem ouvir frases do tipo: “ai meu regime”, “nossa, isso deve ser muito calórico!” e por aí vai. Será que não poderíamos simplesmente provar um pedaço, saborear sem culpa, elogiar se estiver gostoso e pronto! É isso aí. Adorei seus comentários sobre a manteiga!!! Tudo de bom e continue publicando suas delícias que nós apreciamos demais!
    Beijos

  2. Andrea disse

    22 jun 2011, 10:22 am

    Delícia de biscoitos! Concordo plenamente, eu só uso manteiga aqui em casa, odeio margarina e pela quantidade de substâncias químicas que contém acho que deve fazer muito mal à saúde…
    bjs

  3. moranguita disse

    22 jun 2011, 11:29 am

    esse chocolate la dentro e como encontrar uma surpresa:-)

  4. Marina Maria disse

    22 jun 2011, 1:58 pm

    Se você é a presidente, posso ser a vice? Vou fazer botons escrito “Defensora da manteiga” e distribuir por aí! rs

    Gostei muito do comentário da Ana Maria: realmente estamos ficando com um “medo” excessivo da comida, nos afastando do prazer da experiência culinária.

    Conselho da tia Julia Child: “Moderation. Small helpings. Sample a little bit of everything. These are the secrets of happiness and good health.”

  5. Lylia disse

    22 jun 2011, 2:10 pm

    Simplesmente delícia mesmo.
    Bj,
    Lylia

  6. Bruna do Gourmandisme disse

    23 jun 2011, 1:37 pm

    Bom, se já tem presidente e candidata à vice, posso ser conselheira do “Clube das Mantegueiras?”. Junto com o creme de leite fresco, a manteiga é item indispensavel na minha cozinha. A versão indiana, Ghee, está ganhando espaço entre as preparações salgadas. E depois que descobri o potão de plástico, de 500g, de manteiga Aviação, só tenho ele na geladeira! Sou adepta da frase: com moderação, tudo pode! beijos e parabéns pelo post!

  7. Flávia disse

    25 jun 2011, 1:13 pm

    Concordo, margarina não entra na minha cozinha, além de fazer mal a saúde é campeã em aditivos químicos.

  8. Dricka disse

    25 jun 2011, 9:37 pm

    Flavia,
    já li seu blog inteiro,e acho que nunca comentei, mas hoje não teve jeito, tive que comentar em favor da nossa amiga manteiga, eu amo e ainda não consigo come-la esporadicamente. Em minha defesa, quando me deparo com os olhos arregalados de minha mãe ao me ver besuntar o pão de manteiga, digo que meu pai consumia mais de meio kilo de manteiga por mes e não tinha uma gota de colesterol. Sei que cada organismo é um organismo, mas também não acho que a manteiga é esse monstro que dizem por ai, tanto que o cardiologista da minha mãe a proibiu de comer margarina e a autorizou a usar com muita moderação a manteiga.
    Bjs

  9. Liv Baum disse

    26 jun 2011, 12:58 pm

    Flávia q sucesso esse post! Votarei em vc como Presidente - seria vice tb, mas já temos várias candidatas kkkkkk - e com certeza adorei a sugestão da Bruna em montar um “Clube das Mantegueiras”! Margarina? Deus me livre - dá até um nojinho. Sobre os biscoitos? Louca pra testa-los! Beijo grande!

  10. Carla Dantas Costa disse

    06 jul 2011, 1:49 am

    Flávia!!!

    Deu super certo a receitinha!! adoro manteiga tbm!!

    Foi sucesso os biscoitinhos!

    Bjos e espero ansiosa para as próximas receita!

  11. Camila disse

    09 jul 2011, 3:36 pm

    Acabei de fazer uma receita de Oreos, fiz questão de procurar por uma que tivesse recheio de manteiga, não de gordura vegetal. Tudo em excesso faz mal, prefiro ficar com a minha manteiga. Fora que esses caras todo o tempo mudam de ideia, ao sabor do mercado, de quem financia a pesquisa. Não dá pra confiar.

  12. Renata Buonomo disse

    27 jul 2011, 5:42 pm

    Oi Flávia!
    Onde você encontra essência de baunilha aqui no Rio? Eu só encontro aroma (péssimo, I know…), mas sei que devo estar procurando nos lugares errados. rs
    Beijos e parabéns de novo pelo blog delicioso!

  13. flaviapantoja disse

    27 jul 2011, 6:19 pm

    Renata, a essencia é mesmo complicada. Eu faço minha propria essencia, adicionando favas de baunilha a uma garrafa com vodka e deixando ‘marinar’ pelo menos 1 mês antes de usar; Depois só vou adicionando mais alcool a medida que é preciso. E sempre que viajo tragao essencias de fora: amendoas, limão e baunilha principalmente. Não ocupa lugar na bagagem e fazem muita diferença. Um bj, Flavia

  14. Erika disse

    05 jan 2012, 1:57 pm

    Peninha :(
    Minha massa ficou mole demais, e eu ainda não entendi o porquê. Meus biscoitinhos viraram verdadeiras bolachonas! ahhahahha
    Mas ainda assim, ficaram otimos.

Trackback URI | RSS de Comentários

comente!

Mensagem