simplesmente delícia

Arquivo de junho de 2012

18 de junho de 2012

  • O clima aqui em casa anda meio tenso, com a filha mendigando sopas quase diariamente e o filho gemendo quando à vista surge mais uma panela de sopa… Mas como eu também adoro sopas, para facilitar minha vida- e minimizar os olhares languidos e desesperados do filho- tenho preparado litros de sopas que eu congelo ou deixo na geladeira. A filha come quando chega esfomeada da escola ou nos finais de semana, quando os horários dos adolescentes da minha vida tomam um rumo, digamos, menos ortodoxo.  E eu, imbuída da certeza de que sopas só fazem bem a alma, me alimento delas a semana toda.
  • Eu não gosto de ser tão definitiva na vida, mas para mim, a procura da melhor sopa de tomate acabou aqui. Cheguei aonde queria e descobri que o que eu queria era uma sopa cremosa, cheia dos bons perfumes do tomate, com um toque de tomilho (já disse que adoro essa erva? é praticamente uma paixão mas, se ao contrario de mim, voce for uma pessoa razoável, experimente manjericão ou orégano fresco nessa sopa também) e uma certa profundidade no paladar. O segredo aqui é o uso da cenoura. Ela adocica um pouco tudo- fundamental em sopas de tomates para balancear a acidez destes- e torna tudo mais interessante. O Balsâmico não é fundamental mas enriquece a sopa.
  • Esse creme de tomate fica incrível tanto quente quanto frio, e acompanha tão bem uma fatia de bom pão regado com azeite assim como batatas doces assadas (na foto) ou até um sanduiche tipo ‘Croque Monsieur’. E logico, um copo de vinho e todas as mazelas do dia parecem que vão embora…

    ingredientes

  • 4 cenouras médias (ou 2 ½ copos dela já picada)
  • 1 ½ cebola grande
  • 2 dentes de alho
  • ¼ copo de azeite
  • 1 ½ colheres de sopa de tomilho fresco
  • 4 latas de tomates sem pele, de 400 gramas (tipo Pomodori Pelati)
  • 12 tomates secos, em óleo, escorridos
  • 1 ou 2 copos de agua
  • 1 ½ copos de creme de leite fresco
  • 2 colheres de sopa de vinagre balsâmico
  • modo de preparo

  • 1.       Pique a cenoura, a cebola e os dentes de alho. Não precisa picar em pedaços muito pequenos pois no fim vamos tritura tudo mas não faça pedaços enormes! Numa panela grande, ponha o azeite e junte a cenoura, a cebola e o alho. Refogue em fogo baixo por uns dez minutos, até a cebola ficar transparente, mas procure não deixa-la dourar. Adicione o tomilho fresco e mexa por mais uns dois minutos.
  • 2.       Junte então os tomates em lata (com o suco) e os tomates secos, escorridos e picados. Junte também um copo de agua. Com uma espátula, procure quebrar os tomates inteiros para eles liberarem todo o suco que fica dentro.  Cozinhe por pelo menos 30 minutos; se você não tiver pressa, deixe cozinhar uns 45 minutos. Se a sopa for secando, junte mais um pouco de agua.  Tempere com sal e pimenta.
  • 3.       Triture então a sopa no liquidificador, processador, ou mixer. Faça isso em etapas pois o volume de liquido é grande. Volte tudo à panela e junte o balsâmico e o creme de leite.  Ajuste o sal e a pimenta e dilua com mais agua se achar necessário. Esquente sem deixar ferver. Sirva quente. Ou fresca. Essa sopa fica uma delicia de qualquer jeito…
Outras Boas Idéias: Sopa de Almondegas com Massa e Sopa de Lentilhas, Um Classico

9 de junho de 2012

  • O feriado começou, culinariamente falando, mal, pode se dizer assim. O bolo de castanhas do Pará no qual eu havia depositado todas minhas esperanças foi um desastre. É verdade que eu deveria ter seguido minhas intuições e reduzido a quantidade de liquido na receita mas eu resolvi achar que aquela receita francesa era infalível. E não era. E eu queria tanto que ele desse certo que resolvi ir em frente e assar o bolo mesmo assim. Posso garantir que o resultado não era nada do que eu esperava. E definitivamente não ia servir para aplacar meu desejo de doce, nesse feriado chuvoso e tranquilo durante o qual eu havia planejado não fazer mais nada além de rolar da cama ao meio-dia, ir até a cozinha, comer um pedaço de bolo e voltar para a cama até Deus sabe quando…
  • Mas a gula e a teimosia me acompanham (sim, nessa ordem) e lá voltei eu para a cozinha tentar resolver essa frustração. E foi esse bolo, fruto do meu amor por bolos à base de azeite, que resolveu todos os meus não-muito-sérios problemas desse final de semana prolongado. A receita original faz uso de farinha de trigo integral mas eu confesso que não sou fã do produto mas se você curte, use metade farinha comum, metade farinha integral.  E apesar de ter usado limão aqui, na massa e na calda, eu acho que laranja ia ficar uma delicia também. Lembre de usar bananas muito, muito maduras!
  • Receita da 101 Cookbooks
  • ingredientes

  • 2 copos de farinha de trigo (280 gramas)
  • ¾ copo de açúcar mascavo (130 gramas)
  • ¾ colher de chá de bicarbonato de sódio
  • ½ colher de chá de sal
  • 1 copo de chocolate meio-amargo, picado (120 gramas)
  • 1/3 copo de azeite de oliva extra virgem, bem frutado (80 ml)
  • 2 ovos, levemente mexidos
  • 1 ½ copos de bananas bem maduras, amassadas (340 gramas)
  • ¼ copo de iogurte natural (60 ml)
  • 1 colher de chá de raspas de limão
  • 1 colher de chá de baunilha (eu usei as favas da baunilha)
  • Calda:
  • ½ copo de açúcar mascavo (85 gramas)
  • ½ copo de açúcar de confeiteiro (70 gramas)
  • 6 colheres de chá de suco de limão (aproximadamente)

    modo de preparo

  • 1.       Pré-aqueça o forno a 180 graus. Unte uma forma de tubo ,ou uma forma retangular, com bastante manteiga e polvilhe de farinha. Reserve.
  • 2.       Numa vasilha, misture a farinha, o açúcar mascavo, o bicarbonato de sódio, o sal e o chocolate. Reserve.
  • 3.       Numa outra vasilha, misture o azeite com os ovos, as bananas amassadas, o iogurte natural, as raspas de limão e a baunilha. Mexa delicadamente e misture a farinha. Entorne na forma preparada e leve ao forno por 50 minutos. Comece a checar o bolo com 45 minutos pois assim que a faca sair seca do bolo , é necessário tira-lo para não ressecar a massa.
  • 4.       Deixe o bolo esfriar totalmente na forma. Misture o açúcar mascavo e o açúcar de confeiteiro. Vá adicionando o suco de limão aos poucos até obter a consistência desejada para entornar no bolo.
  • 5.       Quando o bolo estiver à temperatura ambiente, desenforme e ponha num prato. Entorne a calda e espalhe usando uma faca de ponta redonda ou espátula.
  • Outras Boas Ideias: Pudim de Pão de Banana Caramelada,  Brownie de Chocolate e Banana, e Bananas Carameladas com Cardamomo e Suspiro