simplesmente delícia

Arquivo de janeiro de 2012

28 de janeiro de 2012

  • Eu não me considero uma pessoa particularmente curiosa com a vida dos outros. Não fico fazendo perguntas nem indagando aonde ou com quem você foi ao cinema ou com quem você estava tomando um chopp no Jobi. Mas quero saber tudo sobre o que você comeu. E aonde. Quero detalhes sobre o cardápio que foi servido no jantar que você preparou para tua sogra e quero saber tudo sobre o restaurante novo que você descobriu e resolveu desbravar. E quando você me diz que foi almoçar na casa de amigos e foi servido uma massa de frutos do mar incrível, é melhor que tenha detalhes porque eu entro em modo ‘interrogação’ rapidamente.  Tem algo pior do que ouvir de um amigo que seu pai, peruano, faz o melhor ceviche do mundo e teu amigo não sabe informar qual o peixe que ele usa? Eu posso lhes dizer isso me tira o sono. Esse pobre coitado não sabe o que lhe espera.  Ou aquela amiga que mora em Nova Iorque e te liga para dizer que pensou em você no Momofuku mas é incapaz de te contar como era preparado o tomate que ela pediu- e adorou. Essa amiga em questão está um pouco mais perdoada já que ela de vez em quando tira foto dos cardápios e me manda ainda de dentro do restaurante.
  • Para uma pessoa que como eu não gosta muito de carnes, patês e terrines são uma anomalia na minha dieta. Eu não como muito e já não fazia há muito tempo mas o meu lado francês de vez em quando aflora e eu saio pensando em misturas novas. E dessa vez, inspirada por um Foie Gras que comi recentemente, recheado de geleia de figos, adicionei os figos secos: eu adoro esse contraste de texturas e perfumes mas se você não gostar, omita-os completamente.
  • ingredientes

  • 600 gramas de lombo suíno limpo (aproximadamente 900 gramas da peça antes de limpar)
  • 200 gramas de bacon picado
  • 250 gramas de linguiça (aproximadamente 4 unidades)
  • ¼ colher de chá de gengibre em pó
  • ¼ colher de chá de noz moscada em pó
  • 1 colher de sopa de tomilho fresco
  • ¼ copo de vinho do Porto (ou whisky)
  • 1 colher de chá de sal
  • 1 ovo
  • 150 gramas de figos secos, picados
  • 300 gramas de bacon em fatias

    modo de preparo

  • 1.       Corte o lombo suíno em pedaços pequenos, do tamanho de um dado ou menor. Reserve numa vasilha. Ponha o bacon picado na vasilha do processador. Retire as peles das linguiças e ponha a carne toda na vasilha do processador, junto com o bacon picado. Processe somente até não haver mais pedaços de grandes. Para o processador e junte ao lombo picado.
  • 2.       Misture delicadamente: eu prefiro fazer isso com as mãos limpas. E incorpore todos os outros ingredientes menos o bacon em fatias. Misture tudo e leve a geladeira por no mínimo 4 horas. Isso não é essencial mas eu acho que as carnes têm mais tempo de absorver os perfumes deixando elas um pouco na geladeira.
  • 3.       Antes de assar a terrine, é importantíssimo checarmos o tempero. Para isso, derreta um pouco de manteiga numa panela pequena e ponha um pouco da mistura de carnes (1 colher de chá aproximadamente); refogue rapidamente e prove par checar o sal e a pimenta. Ajuste o tempero das carnes se for necessário.
  • 4.       Pré-aqueça o forno a 160 graus. Normalmente os fornos residenciais começam em 180 graus, mas você pode aquecê-lo um pouco abaixo dessa temperatura mesmo sem ter marcação. De qualquer forma, lembre que é um forno baixo. Ponha um tabuleiro- aonde caiba a assadeira da terrine- com agua pela metade, dentro do forno. Com cuidado, leve o tabuleiro com agua ao forno.
  • 5.       Forre uma assadeira  de 26 centimetros de comprimento com as fatias de bacon, tomando cuidado para elas se sobreporem um pouco umas as outras. Encha a assadeira com a mistura de carnes e aperte bem com as palmas das mãos para imprensar a carne toda.  Ponha algumas fatias de bacon em cima das carnes. Cubra com um pedaço de papel alumínio levemente untado de óleo, e com cuidado, ponha a assadeira dentro do tabuleiro com a agua quente no forno.
  • 6.       Asse a terrine por 70 minutos. Com muito cuidado pois a agua do tabuleiro está quente, retire a terrine do tabuleiro. levante o papel alumínio e descarte-o.  Entorne qualquer liquido que estiver na superfície e volte a terrine de volta para o forno, no tabuleiro com agua, para ela dourar a superfície. Asse por mais 20 a 25 minutos.
  • 7.       Teste com uma faca: ela tem que sair quente do centro da terrine.  Retire a terrine do forno, e deixe esfriar 15 minutos em cima de uma grelha. Assim que puder, descarte mais do liquido que se fez durante o cozimento da terrine. Continue descartando liquido enquanto a terrine esfria.
  • 8.       Quando a terrine estiver temperatura ambiente, envolva-a com filme plástico e leve-a geladeira de um dia para o outro, ou no mínimo 12 horas. Isso é essencial. Sirva ela fria com uma salada e pães.

19 de janeiro de 2012

  • Bem apertem os cintos porque lá vou eu tentar justificar porque andei tão sumida, mais uma vez. Mas a verdade é que assim como o ano, as coisas estão começando devagar por aqui. Tirei uns dias (foram nove dias na realidade) e a família toda se debandou para a praia. Logico que São Pedro tinha que por seu dedinho na situação, resolveu se rebelar provavelmente com ciúmes, e choveu torrencialmente por três dias. E com sete crianças na casa, vamos dizer que não é uma situação ideal. Mas mais uma vez, cheguei à conclusão que crianças são bem mais resilientes do que os adultos.  Foram muitos jogos, brincadeiras, pula-pula na chuva, bolos queimados (nada com um forno novo para apimentar as ferias), fabricação de metros e metros de pulseirinhas de fios coloridos, algumas querelas, poucas brigas e muita animação. E quando o sol voltou, muita praia, piscina, mais pula-pula, caipirinhas, ceviches, caça as maria-farinhas em noite de lua cheia (foram todas soltas depois), bolhas de sabão gigantes, e já mencionei mais pula-pula?
  • Chegando da praia, ganhei 3 quilos de mangas maduras vindas direto da fazenda. E ainda imbuída de muitos raios de sol, a única coisa que me veio a cabeça era sorvete.  Queria adicionar mais algum ingrediente à manga e por isso contei com ajuda dos amigos do Facebook que me ajudaram a optar pelo gengibre. Use sempre frutas bem maduras e como sempre em sobremesas com frutas, cheque o açúcar antes de finalizar. E aqui, ajuste o gengibre ao seu gosto. O gengibre aqui não ficou muito forte, apenas perfumou levemente e realçou a manga.
  • ingredientes

  • 5 mangas maduras, ou 1,200 kg de frutas inteiras, ou 600 gramas de polpa de manga
  • 1 pedaço gordo, de 3 cm de comprimento, de gengibre
  • 1 copo de agua
  • ¾ copo de açúcar
  • 1 limão (suco)

    modo de preparo

  • 1. Descasque as mangas e retire toda a carne das frutas. Pique em pedaços grandes e deixe numa vasilha grande.
  • 2. Ponha o açúcar e a agua numa panelinha. Descasque o gengibre e junte a calda de açúcar. Ferva a calda por uns 5 minutos, desligue o fogo e deixe-a voltar a temperatura ambiente com o gengibre dentro.
  • 3. Quando a calda estiver à temperatura ambiente, retire o pedaço de gengibre (mas reserve-o) . Ponha as frutas picadas e ¾ da calda na vasilha do processador e ligue a maquina. Processe até formar uma pasta uniforme. Cheque o sabor para ver se está bom de açúcar e de gengibre.  Se você achar que falta açúcar e/ou gengibre, volte o resto da calda (1/4 restante) para o fogo e acrescente mais açúcar e/ou gengibre. De novo, deixe a calda esfriar e prossiga. Senão, continue acrescentando essa mesma calda. Adicione o suco do limão e misture bem . Cubra a vasilha com filme plástico e leve a geladeira por no mínimo 8 horas (ponha o pedaço de gengibre de volta no creme de manga).
  • 4. Retire o pedaço de gengibre do creme e leve o creme à sorveteira seguindo as instruções desta.
Outras Boas Ideias: Sorvete de Canela Caramelizada e Figos e Sorbet de Fruta de Conde
  • Ceviche de Namorado (pus a receita no meu Facebook, em ‘Notas’)

6 de janeiro de 2012

  • Nada como um bom motivo para me fazer acordar cedo e ir ao mercado comprar Nutella para fazer bolinhos para o café da manhã dos adolescentes da Colônia de Férias que parece minha casa durante as férias. E é assim que eu gosto. Adoro um motivo para cozinhar e fazer coisas gostosas para os jovens da minha vida. Não vou dizer que é sempre fácil os fazer provarem certas coisas aqui em casa. Meus filhos já se resignaram mas os amigos ainda olham certas coisas com um ar de constrangimento adorável. Eu rapidamente preparo meu discurso ‘Você Tem Que Provar Uma Comida 16 Vezes Antes de Dizer Que Não Gosta’ e fico feliz de reportar que eles normalmente provam tudo (ou quase tudo).
  • Obviamente esses bolinhos não precisaram de muita persuasão. E o lado positivo é que depois de acordar os adolescentes da minha vida com esses bolinhos ainda quentes, eles passam varias horas eternamente charmosos, perpetuamente agradáveis, incessantemente indulgentes. Não que eles não me deleitem com tais qualidades o tempo todo, mas parece que elas são seriamente exacerbadas. E isso já é um bom motivo não?
  • Essa receita faz 22 bolinhos numa forma um pouco menor do que a de ‘cupcake’ classica.
  • ingredientes

  • 150 gramas de manteiga sem sal, a temperatura ambiente
  • 1 copo de açúcar (200 gramas)
  • 2 ovos
  • 2 ½ copos de farinha de trigo (350 gramas)
  • 2 ½ colheres de chá de fermento em pó
  • 300 ml de leite (temperatura ambiente)
  • 1 pote de Nutella (o menor tamanho dá)
  • modo de preparo

  • 1.       Pré-aqueça o forno a 180 graus. Prepare as forminhas de papel dentro das formas de alumínio (tipo cupcakes).
  • 2.       Na vasilha da batedeira, ponha o açúcar e a manteiga e bata em velocidade media até formar um creme leve. Adicione os ovos, um por um, e continue batendo por 3 a 5 minutos.
  • 3.       Em outra vasilha, ponha a farinha de trigo e o fermento. Quando o creme de manteiga e ovos estiver bem leve, adicione a farinha, alternando com o leite, em três vezes. Pare a batedeira e limpe as laterais com uma espátula e bata somente até a farinha estar toda incorporada.
  • 4.       Com uma colher, encha as formas de papel pela metade, de massa. Usando uma colher de chá, ponha um pouco de Nutella no meio da massa. E agora com um palito, mexa um pouco o Nutella em movimentos circulares para ele se mesclar a massa. Cubra com mais um pouco de massa (a forminha tem que estar cheia até ¾).
  • 5.       Leve ao forno por 35 minutos aproximadamente (comece a checar aos 25 minutos). O bolinho tem que estar levemente dourado. Deixe esfriar um pouco e quando conseguir manusear as formas de metal, retire os bolinhos para eles acabarem de esfriar em cima de uma grelha.
Outras Boas Idéias: Bolinho de Limão e Castanha do Pará e Pudim de Pão de Nutella