simplesmente delícia

Arquivo de agosto de 2011

29 de agosto de 2011

  • Chega o final de semana e eu gosto sempre de ter um coringa na geladeira. Alguma coisa que me permita fazer uma refeição sem ter que fazer grandes produções. O curioso é que aqui na minha casa eu cozinho mais durante a semana do que nos finais de semana. Mas isso não quer dizer que eu não queira comer direito. E quando vi a ideia de um hummus de manjericão, sabia que tinha que brincar com ela. Eu sempre soube que tinha um pé (ou dois, dependendo da época) no Oriente Médio e tahini, flor de laranjeira, especiarias, etc. é comigo mesma.
  • Pus meu cérebro entorpecido pelo sol que resolveu aparecer aqui no Rio de Janeiro esse final de semana para funcionar e achei melhor omitir o tahini já que queria que o manjericão, tão perfumado, fosse a estrela da festa. Fiz uma versão sem as castanhas do Pará mas quando as acrescentei, o hummus realmente mostrou toda sua gloria. O manjericão tornou o hummus  mais leve e prazeroso.
  • ahah
  • ahah
  • Então depois de assistir um delicioso filme com o Mr. Darcy- digo Colin Firth: esse homem deveria ser obrigado por lei a sair carregando um desfibrilador para os corações de pessoas como eu- me abracei a um sanduiche de agrião, mozzarella e hummus de manjericão. O sanduiche me arrancou quase tantos suspiros quanto o querido Mr. Darcy, é verdade. Depois usei o mesmo hummus, um pouco mais diluído (com mais um pouco de agua e azeite) como molho de salada. Eu não testei mas posso apostar que esse hummus fica uma delicia em cima de um peito de frango grelhado (numa refeição bem pouco calórica já que fora o azeite, o hummus não tem outra gordura) ou então em cima de ovo cozido ou até um filé de peixe branco assado com um fio de azeite. Se você não tiver tempo de cozinhar os grãos de bico, use o grão em pote, já cozido.
  • Receita adaptada da Simply Recipe
  • ingredientes

  • 300 gramas de grãos de bico crus (ou 2 potes de grãos de bico em conserva, de 400 gramas cada, escorridos)
  • Bicarbonato de sódio (opcional)
  • 4 copos de manjericão fresco (só as folhas)
  • ½ copo de azeite de oliva extra-virgem
  • 100 gramas de castanhas do Pará (orgânicas de preferencia)
  • 2 limões (suco)
  • 3 dentes de alho
  • Sal e pimenta tipo Tabasco ou Sriracha
  • modo de preparo

  • 1.       Na véspera, ponha os grãos de bico de molho em bastante agua. Se você tiver bicarbonato de sódio em casa, ponha 1 colher de sobremesa na agua. Isso vai ajudar a amolecer as peles dos grãos de bico.
  • 2.       No dia seguinte, escorra os grãos e ponha-os numa panela grande com agua, sal e mais uma colher de bicarbonato. Leve ao fogo médio e cozinhe até os grãos estarem bem macios. Isso pode levar de 1 a 2 horas, vai depender da qualidade e frescor do grão de bico que você usar.  Escorra e reserve os grãos.
  • 3.       Pré-aqueça o forno a 180C. Leve as castanhas ao forno por uns 10 minutos ou até elas estarem ligeiramente douradas. Retire do forno, pique grosseiramente e reserve.
  • 4.       Na vasilha do processador, ponha os grãos de bico escorridos, o manjericão, o alho picado, o azeite, as castanhas (reserva algumas para decorar) e o suco de 1 limão; processe toda a vida até formar um creme bem liso. Isso pode demorar!  Se sua maquina esquentar , pare-a , deixe a esfriar e volte a processar. Queremos uma pasta bem lisa.
  • 5.       Pare o processador, e prove. Eu gosto de um pouco mais de limão então adiciono o suco do segundo limão. Tempere com sal e alguma pimenta vermelha tipo Tabasco ou Sriratcha. Provavelmente o hummus vai estar grosso demais apesar do suco dos dois limões: use então um pouco de agua para diluir. Vá adicionando a agua com o processador ligado , aos poucos até obter a consistência desejada.
  • 6.       Pare de novo a maquina, ajuste o tempero, e sirva a temperatura ambiente com pedaços de pão pita e/ou torradinhas.


  • Outras Boas Idéias: Hummus Tahine e Purê de Beterraba e Couve-Flor Assada com Molho Tahine

26 de agosto de 2011

  • Às vezes me surpreendo com o rumo que as nossas vidas toma, como deixamos coisas pouco importantes tomar uma dimensão não merecida, como nos afogamos em trivialidades e nos vendemos à rotina. E foi assim que depois de três semanas reparei que não havia aparecido por aqui.  A cabeça anda por outras bandas e o tempo anda curto e a paciência pouca, é verdade. E queria também voltar com uma receita salgada mas cansei de arrumar desculpas.
  • ahah
  • ahah
  • Como já discursei exaustivamente aqui sobre esses bolinhos, não vou gastar seu tempo em mais esse muro das lamentações.  Se quiser rechear, use um doce de leite mais cremoso, não tão liquido, ou um brigadeiro, ou qualquer doce que seja mais pastoso. Mas se não quiser recheá-los, se a preguiça bater, não tem problema. Essa massa é muito leve e a melhor representação do que é um verdadeiro cupcake. E como muitas pessoas não gostam do clássico buttercream (creme de manteiga muito pareciado nos Estados Unidos) para cobrir o cupcake, eu uso um marshmallow. Esse cupcake fica melhor saboreado em até dois dias.
  • ahah
  • ahah
  • Essa receita, que uso há muitos anos, eu garimpei no Epicurious, e ela dá, usando a forma do pão de mel (que é um pouco menor do que o tamanho padrão de cupacakes), aproximadamente 28 cupcakes.
  • ahah
  • ahah


    Receita editada em 16/05/2016 para acrescentar o cremor tártaro

    ingredientes

  • 300 gramas de manteiga sem sal, a temperatura ambiente
  • 1 ½ copo de açúcar (300 gramas)
  • 2 ovos
  • 2 colheres de chá de baunilha
  • 2 ½ colheres de chá de fermento em pó
  • ¼ colher de chá de sal
  • 2 ½ copos de farinha de trigo (350 gramas)
  • 1 ¼ copos de leite, a temperatura ambiente (300 ml)
  • ahah
  • ahah
  • 200 ml de claras de ovo (aproximadamente 6 ovos)
  • 2 copos de açúcar (400 gramas)
  • 1 colher de chá de cremor tartaro
  • Confeitos e balas para decoração
  • ahah
  • ahah

    modo de preparo

  • 1.       Pré-aqueça o forno a 180ºC. Prepare as formas aonde vão assar os bolinhos com as forminhas de papel apropriadas. Eu uso formas de papel especiais para cupcakes, que ponho dentro de formas de pão de mel.
  • 2.       Na vasilha da batedeira, ponha a manteiga e bata em velocidade media por 1 minuto. Adicione o açúcar e bata até formar um creme bem fofo, algo como 2 a 3 minutos dependendo da sua batedeira. Adicione em seguida os ovos, um por um, e bata mais uns 3 minutos depois deles terem incorporado a massa.
  • 3.       Em seguida adicione a baunilha, o fermento , o sal, a farinha e o leite. É logico que você pode misturar todos os secos numa vasilha e misturar a massa alternando com o leite. Acho que aqui, não faz tanta diferença. Depois que juntar a farinha, passe uma espátula nas laterais para ter certeza que toda ela foi incorporada a massa, e bata só mais um pouco. Sempre que for bater a massa de um bolo, depois que juntar a farinha ao creme de ovos, bata o menos possível para não endurecer a massa.
  • 4.       Encha as forminhas preparadas com um pouco de massa, usando uma colher, deixando a 1 cm da borda. Leve ao forno por 30 a 35 minutos, girando o tabuleiro com as formas uma vez no meio do cozimento. Quando os bolinhos estiverem dourados, retire e deixem-nos esfriarem totalmente antes de forrar com o marshmallow.
  • ahah
  • ahah
  • 5.       Se você for recheá-los, faça um buraco bem pequeno no bolinho com uma pequena colher ou um utensilio de tirar miolo de maçã (minha escolha), ponha um pouco de doce de leite ou qualquer outra coisa que preferir, e tampe de novo com o pedaço de massa que tirou. Quando eu estou com muita pressa, nem ponho a tampa de volta. Faça isso com todos os bolinhos.  E em seguida decore com o marshmallow.
  • 6.       Na vasilha da batedeira, ponha as claras, o açúcar e o cremor tartaro. Misture bem e pouse a vasilha em cima de uma panela com 3 a 4 dedos de agua. Cuidado para o fundo da vasilha não tocar na agua fervente. Leve a panela com a vasilha ao fogo e esquente as claras. Elas têm que esquentar até 50 graus. Se você não tem um termômetro culinário, não tem problema. Use o dedo. 50 graus é quente mas não é tão quente assim! Lembre-se dos nossos verões aqui no Brasil quando facilmente atingimos 40 graus: é um pouco mais quente do que isso.
  • 7.       Assim que as claras estiverem quentes, retire a vasilha do banho-maria e leve à batedeira. Bata em velocidade media/alta até estarem praticamente à temperatura ambiente. Quando você levantar o batedor com o suspiro para cima (vide foto), o suspiro tem que formar um pico bem firme. Use o suspiro imediatamente, e mantenha a vasilha tampada enquanto trabalha, pois ele endurece rápido. E decore os bolinhos com os confeitos logo que cobrir com o marshmallow pois o suspiro  endurece e os confeitos não ‘colam’ mais na superfície.
  • ahaha
  • ahah
  • Outras Boas Idéias: Bolinhos de Banana e Coco e Bolinhos Grelhados de Couve-flor com Molho de Iogurte (salgado)


5 de agosto de 2011

  • A maioria das pessoas diz que gosta de aventuras e novidades, mas você certamente não vai ouvir isso de mim. Eu adoro minha rotina. Adoro o tem-trem de todo dia. Adoro ir aos mesmos lugares, passear pelas mesmas ruas, comer os mesmos pratos nos restaurantes e simplesmente acho um luxo tomar o mesmo café todo o dia. É logico que gosto de conhecer lugares novos, mas gosto mais ainda da minha rotina. Sou uma verdadeira canceriana. Há muito tempo faço uso da mesma granola, com uma ou outra variação - uma vez com passas, outra com damascos, e por ai vai. Em dias de festa, uma panqueca de forno, ou os pancakes que gosto de fazer para os filhos no café da manhã - ou pelo menos essa é a desculpa que eu arrumo para encharca-las de mel ou maple syrup.  Mas num momento de epifania, resolvi mexer no status quo e trabalhei com a ideia de uma granola com chocolate. Existem varias versões de granola com chocolate picado no mercado, mas eu não vi nenhuma onde a aveia em flocos estivesse envolta pelo cacau. E o resultado é uma granola com duas dimensões de chocolate, no cacau da calda aonde é assada e no chocolate meio-amargo, em pedaços.  E melhor ainda, não é muito doce.
  • ahahah
  • E quanto à questão calórica, é claro que  chocolate engorda - mas as amêndoas, passas, castanhas etc. das granolas mais tradicionais também. E essa granola ainda tem menos açúcar do que outras por aí. Por isso derrame um punhado no leite, no iogurte, ou use para fazer cookies e abra seu coração. As vezes só um pouquinho de uma coisa boa nos deixa muito mais feliz.
ahahah

    ingredientes

  • 1/3 copo cacau em pó
  • 1/3 copo agua
  • 500 gramas de aveia em flocos
  • 1/3 copo de óleo de girassol ou canola
  • 1/3 copo de mel
  • ¼ copo açúcar mascavo, bem apertado no copo
  • ¼ colher de sobremesa de pimenta do reino moída
  • ½ colher de sobremesa de sal
  • ½ colher de sobremesa de canela
  • 200 gramas de chocolate meio-amargo (de preferencia Garoto Cacau 55%)
  • modo de preparo

  • 1.       Pré-aqueça o forno a 160ºC. Forre um tabuleiro grande com papel manteiga e reserve. Peneire o cacau e ponha numa vasilha pequena. Ferva a agua. Despeje a agua fervente e misture no cacau até formar uma pasta. Reserve.
  • 2.       Numa outra pequena panela, misture o óleo, o mel, e o açúcar. Leve ao fogo baixo e esquente, misturando sempre, até o açúcar dissolver. Desligue o fogo, adicione a pimenta, o sal e a canela. Em seguida junte o cacau pastoso e misture até estar bem homogêneo.
  • 3.       Ponha a aveia numa vasilha grande e derrame nela o liquido. Misture bem com uma espátula, para que todos os flocos estejam bem envoltos de liquido. Ponha no tabuleiro preparado, espalhando bem. Leve ao forno por 15 minutos. Depois dos 15 minutos retire o tabuleiro do forno, misture de novo, e leve ao forno por mais 15 minutos.
  • 4.       Retire o tabuleiro do forno e deixe esfriar totalmente.
  • 5.       Pique o chocolate em pedaços bem pequenos. Adicione a granola somente quando esta estiver totalmente fria. Misture bem e guarde em vasilha bem tampada.
Outras Boas Idéias: Rabanadas,Pain Perdu, French Toast? e Croissants de Amêndoas