simplesmente delícia

Arquivo de abril de 2010

22 de abril de 2010

  • Eu adoro berinjela. Acho que não tem nenhuma forma desse legume que não me agrade. É verdade que talvez meu coração bata mais forte pelas versões frias, mas na realidade qualquer uma está valendo!
  • Essa versão, inspirada no livro do meu grande amigo e eterno amor Ottolengui, é uma das minhas preferidas e é com ela que os deixo aqui, no meio de muita correria, saindo para uns dias de férias.  Volto já!
  •  
  • Serve 4 pessoas como entrada
  • ingredientes

  • 4 berinjelas
  • ½ copo de azeite extra virgem
  • Sal e pimenta a gosto
  • 1 ½ copos de iogurte natural
  • 2 colheres de sobremesa de curry
  • Suco de 1 ou 2 limões
  • Sal e pimenta
  • 1 copo de manjericão fresco
  • Sementes de 1 romã (opcional)
  •  
  • modo de preparo

  • 1. Pré-aqueça o forno a 220°C.
  • 2. Corte as berinjelas no sentido do comprimento, em fatias de 1,5 centímetros de espessura.  Lambuze os dois lados de cada fatia com azeite e tempere com sal e pimenta. Vá arrumando num tabuleiro forrado com papel manteiga.
  • 3. Leve ao forno por 25-40 minutos ou até elas estarem bem escuras. Vire-as na metade do tempo. O tempo exato de cozimento vai depender do tamanho das fatias e do frescor das berinjelas.
  • 4. Retire do forno e deixe esfriar.
  • 5. Na vasilha do liquidificador, misture o iogurte e o curry. Adicione o suco de limão a gosto. Eu gosto desse molho com o suco de 2 limões mas ajuste ao seu paladar. Tempere com sal e pimenta. Você pode fazer esse molho de véspera.
  • 6. Quando as berinjelas estiverem à temperatura ambiente, arrume-as num prato grande. Entorne um pouco de molho por cima e arrume o manjericão e as sementes de romã. Sirva mais molho à parte. Você pode deixar essa salada na geladeira, mas deixe voltar à temperatura ambiente antes de servi-la!
  •  
  • Outra Boa Idéia: Bolinhos de Couve-flor Grelhados com Molho de Iogurte

17 de abril de 2010

  • Depois que descobri o bolo de laranja aonde vai a laranja inteira, só faltava uma oportunidade, e uma boa desculpa, para eu usar o limão inteiro na receita. Não encontrei uma boa desculpa, só mesmo a minha vontade de casar o limão com a castanha do Pará que eu adoro. Mas eu posso apostar um bolo que se você quiser usar castanha de caju nessa receita, vai ficar igualmente maravilhoso. E se você conseguir resistir à tentação de comer esses bolinhos quentes, asse-os de véspera porque por mais incrível que isso possa parecer, o perfume do limão só faz melhorar!

  • Faz 22 bolinhos
  • ingredientes

  • 1 ½ limão inteiro
  • 1 copo de castanhas do Pará (ou 170 gramas)
  • 200 gramas de manteiga sem sal, temperatura ambiente
  • 1 ½ copos de açúcar
  • 3 ovos
  • 1 colher de chá de baunilha
  • 1 colher de chá de gengibre em pó
  • 2 ¾ copos de farinha de trigo
  • 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
  • 1 colher de sopa de fermento em pó
  • 1 pitadinha de sal
  • 1 2/3 copo de iogurte natural
  • 1 copo de açúcar de confeiteiro
  • Suco de 1 ou 2 limões
  • modo de preparo

  • 1. Pre-aqueça o forno a 180°C. Prepare as formas ( tipo muffins, cupcakes, etc)  untando-as com manteiga e polvilhando com farinha ou forre-as com as formas de papel especiais, que vão ao forno.
  • 2. Pique os limões inteiros, com casca e tudo, em pedaços pequenos. Eu não tiro nem as sementes! Ponha os limões partidos na vasilha do processador e processe, processe, processe. Tem que ficar bem triturado. Quando tiver bem triturado, ponha numa vasilha. Agora ponha as castanhas: não precisa nem lavar a vasilha do processador. Triture até formar uma farinha grossa. Junte as castanhas ao limão triturado.
  • 3. Numa outra vasilha, misture farinha, bicarbonato, fermento, sal e gengibre. Reserve.
  • 4. Na vasilha da batedeira, bata a manteiga por um minuto até ficar cremoso e homogêneo. Junte o açúcar e bata até formar uma massa bem cremosa e leve. Adicione os ovos um por um, batendo entre cada um até incorporar na massa e a baunilha. Depois adicione os secos (farinha, fermento, bicarbonato, sal e gengibre) alternando com o iogurte, em 3 vezes, começando e terminando sempre com os secos.
  • 5.  Pare a batedeira e junte os limões e as castanhas à mão, misturando delicadamente com uma espátula. Encha as formas, até 1 cm da borda. Leve ao forno por 45 Mn ou até estarem dourados e um palito sair seco do centro do bolinho.
  • 6. retire do forno e deixe esfriar pelo menos 15 minutos antes de desenformar. Deixe esfriar totalmente antes de por a calda.
  • 7. Ponha o açúcar numa vasilha pequena. Vá adicionando o suco de limão até estar na consistência desejada. Eu gosto da calda um pouco mais grossa e juntei 1 ½ limão. Mas isso vai depender do tamanho da fruta…
  • Esse bolinho fica ainda mais gostoso depois de algumas horas. Se conseguir resistir, faça de véspera.
  • Outra Boa Idéia Barras de Puro Limão e Bolo de Limão, um classico

12 de abril de 2010

  • Depois de uma semana difícil onde a chuva incessante provocou estragos e sofrimentos aqui no Rio, foi com o coração apertado que vimos o sol voltar no sábado. E assim resolvi que o dia pedia um prato bem colorido, bem alegre para afastar a tristeza e o tom sombrio. Essa salada, quase um clássico, fica perfeita servida só com um fio de azeite, mas o balsâmico faz a vinagrete um pouco mais rica e interessante. Pode-se acrescentar também cebola roxa fatiadas bem finamente.
  • ingredientes

  • 2 beterrabas
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 2 laranjas Bahia
  • 1/3 copo de azeitonas pretas, sem caroço (eu gosto da Portuguesa)
  • 2 molhos de rúcula
  • Sal e pimenta a gosto
  • 2 colheres de sobremesa de vinagre balsâmico
  • 1/3 copo de azeite de oliva
  • Suco de 1 limão

  • modo de preparo

  • 1.  Pre-aqueça o forno a 180°C. lave bem as beterrabas e envolva-as com 1 colher de azeite de oliva. Ponha numa assadeira pequena, cubra com papel alumínio e leve ao forno por 45-60 minutos. O tempo exato vai depender do tamanho das beterrabas e de seu frescor. A faca tem que entrar facilmente na beterraba. Retire do forno e deixe esfriar.
  • 2. quando puder manusear as beterrabas, retire a casca com uma faca e parta ao meio. Parta de novo cada metade em 4 gomos. Reserve.
  • 3. Lave as laranjas. Usando uma faca bem afiada, corte a casca da laranja retirando toda a parte branca. Eu gosto de primeiro tirar a casca mais grossa e depois voltar para dissecar as partes brancas. O importante é não ter nenhuma pele branca na laranja. Fatie então as laranjas em fatias de 1 centímetro aproximadamente. Reserve.
  • 4. Retire os caroços das azeitonas e prepare a vinagrete. Eu gosto de fazer vinagrete numa jarra com tampa foi assim posso chacoalhar bastante e emulsionar o molho. Misture o vinagre balsâmico ao sal e pimenta a gosto. Adicione o azeite e misture com um garfo vigorosamente.
  • 5. Arrume as beterrabas, laranjas e azeitonas em cima de folhas de rúcula. Sirva com o molho.

Outra Boa idéia: Salada de Beterraba Assada e Grãos de Bico e Salada de Ervilhas e Vagens com Amendoas

8 de abril de 2010

Sabe aqueles dias em que o computador entra em surto, os filhos resolvem declarar independência ou morte, aquela receita de bolo que você já vez 100 vezes dá errado e teus sogros resolvem visitar? Esse é o dia que você tem que parar tudo e fazer esse cookie.  Porque tem dias em que só uma boa dose de chocolate pode, potencialmente, resolver o problema. Neste caso, dose tripla já que a massa leva não somente cacau em pó mas também chocolate derretido e pedaços de chocolate picado. Os pedaços de chocolate são opcionais, mas, bem, eu vou fingir que entendo se você não quiser acrescentá-los…

  • Essa receita produz um cookie para os que realmente gostam de chocolate. A massa é muito perfumada e bem úmida. Alem do mais, esse cookie fica ainda melhor no dia seguinte, se é que isso é possível. De todas as receitas que já fiz de cookie de chocolate, esse é de longe a minha preferida !
  • Receita do livro Cook’s Illustrated
  • Faz aproximadamente 50 cookies mas pode ser dividida
  • ingredientes

  • 2 copos de farinha de trigo
  • ½ copo de cacau em pó
  • 2 colheres de chá de fermento em pó
  • ½ colher de chá de sal
  • 450 gramas de chocolate meio-amargo (eu uso o Lacta), partido em pedaços grandes
  • 4 ovos
  • 2 colheres de chá de baunilha
  • 150 gramas de manteiga sem sal, a temperatura ambiente mas ainda fresca
  • 1 ½ copos de açúcar mascavo, bem apertado no copo
  • ½ copo de açúcar
  • 340 gramas de chocolate meio amargo (opcional) picado pequeno
  • modo de preparo

  • 1. Numa vasilha, ponha a farinha, o fermento, o sal e o cacau em pó. Reserve. Em outra vasilha ponha o chocolate picado em pedaços grandes, e derreta-o em banho-maria (em cima de uma panela com água fervente porem sem deixar a vasilha do chocolate encostar na água!!). Reserve o chocolate derretido.
  • 2. Numa outra vasilha, ponha os ovos e a baunilha e mexa um pouco com o garfo para misturar os ovos. Reserve.
  • 3. Na vasilha da batedeira, bata a manteiga até ela ficar homogênea, por uns 10 segundos. Junte os açucares e bata por mais uns 45 segundos. A massa vai estar um pouco grossa. Diminua a velocidade e adicione os ovos aos poucos, batendo por mais uns 45 segundos.  Ainda com a batedeira funcionando, incorpore o chocolate derretido e bata mais 40 segundos. Pare a batedeira e limpe as laterais com uma espátula.
  • 4. Com a batedeira em velocidade baixa, junte os secos e misture somente até não haver mais traças de farinha na massa. Pare a batedeira e junte o chocolate picado à mão se for usar. É importante não bater muito a massa depois de juntar a farinha!! Tampe a vasilha e leve a massa a geladeira por no mínimo 1 hora. Como a massa é mais cremosa, ela precisa esfriar para facilitar a manipulação.
  • 5. Pré-aqueça o forno a 180°C. Forre 2 ou 3 tabuleiros com papel manteiga. O uso do papel manteiga é realmente importante aqui! Usando 1 colher faça bolas de massa, do tamanho de uma bola de golfe (as minhas pesavam 60 gramas cada). Disponha-as nos tabuleiros; leve ao forno por 12 minutos. Ligue os cronômetros todos da casa e ponha lá 12 minutos: doze, doze, doze!!! Os cookies vão parecer que não estão assados, mas é assim mesmo.
  • 5. Retire os tabuleiros do forno e deixe os cookies esfriarem 10 minutos no tabuleiro.  Depois retire o papel manteiga com os cookies em cima do tabuleiro e pouse-o numa grelha para acabar de esfriar. Se você não tiver uma grelha, deixe esfriar no tabuleiro mesmo. Retire os cookies com uma espátula. Esses cookies ficam perfeitos vários dias em vasilha fechada.

Outra Boa Idéia: Cookie de Aveia e Chocolate e Flor de Sal

5 de abril de 2010

  • Quando eu olho para as receitas aqui do Simplesmente Delicia, algumas coisas me chamam a atenção. Umas são obvias: eu tenho um carinho muito especial por doces, eu AMO chocolate, e adoro caramelo.  Outras são claras para mim mas talvez menos claras para vocês. Eu como pouquíssima carne vermelha. Fui vegetariana muitos anos e agora, até gosto de um bom frango de granja (orgânico sempre), um lindo gigot d’agneau (pernil de cordeiro) e do perfume do bacon.  Mas de uma forma geral, carnes não são uma prioridade na minha cozinha. Outra coisa que eu tenho percebido é que meu amor por ervas não pára de aumentar. Sempre tenho a sensação de que elas têm o potencial de alavancar um prato de uma forma formidável. E essa massa é exatamente isso. A massa com os legumes grelhados não é exatamente uma novidade, mas o agrião, o manjericão e o tomilho frescos dão um toque todo especial ao prato.
  • Eu servi essa massa num jantar para amigos queridos, acompanhando o frango com zaatar. De entrada ,uma salada com caqui e rúcula e vinagrete de amêndoas. Mas eu ainda acho que essa massa é uma refeição completa e cheia de sabor até mesmo sem o frango. Você pode inclusive variar os legumes: berinjelas e pimentões grelhados ficam uma delicia!
  • Serve 6 pessoas
  • ingredientes

  • 2 colheres de sopa de azeite de oliva extra-virgem
  • 2 colheres de sopa de vinagre balsâmico
  • 3 abobrinhas
  • 400 gramas cogumelos de Paris
  • 1/3 de copo de tomates secos no azeite
  • 1/2 copo de manjericão fresco
  • 1 molho de agrião, só as folhas
  • 2 colheres de sopa de alecrim fresco
  •  
  • ¼ copo de vinagre balsâmico
  • ½ copo de azeite de oliva extra-virgem
  • Suco de 1 limão
  • Sal e pimenta do reino
  • 500 gramas de massa, pequen (eu usei pennette)
  •  
  • modo de preparo

  • 1.  Numa pequena vasilha, misture as 2 colheres de azeite com as 2 colheres de vinagre balsâmico. Corte as abobrinhas no comprimento, em fatias de 1 cm de espessura.  Fatie os cogumelos. Pincele as abobrinhas e os cogumelos fatiados com um pouco da mistura de azeite e vinagre. 
  • 2. Esquente o grill untando-o com um pouquinho de óleo ou azeite. Quando o grill estiver bem quente, grelhe as fatias de abobrinhas, sem deixar elas se sobreporem, até estarem douradas. Não deixe grelhar demais pois queremos elas crocantes. Quando as abobrinhas estiverem grelhadas, retire do grill e corte em fatias grossas, na diagonal. Grelhe os cogumelos. Depois que estiver tudo grelhado, ponha numa mesma vasilha e reserve.
  • 3.  Corte os tomates secos em pedaços grandes e junte-os aos legumes gralhados. Lave o agrião, separando as folhas, seque e reserve. Faça o mesmo com o manjericão e o tomilho.
  • 4. Numa vasilha, ponha o ¼ copo de vinagre balsâmico. Tempere com sal e pimenta, e o suco do limão. Misture bem. Acrescente o azeite mexendo bem com um garfo. Eu gosto de fazer isso dentro de um pote com tampa assim fica mais fácil de emulsionar o molho.  Reserve.
  • 5. Cozinhe a massa em bastante água salgada. Quando estiver al dente, escorra e rapidamente misture os legumes grelhados, os verdes (agrião, manjericão, e tomilho) e o molho.  Mexa com cuidado e sirva imediatamente. Essa salada fica melhor morna ou à temperatura ambiente.
  • Outras Boas Idéias: Bolinhos Grelhados de Couve-flor e Salada de Quinoa com Agrião e Frango