simplesmente delícia

Arquivo de outubro de 2009

31 de outubro de 2009

  • Três das coisas que eu mais gosto: chocolate, caramelo e flor de sal. Juntos num mesmo biscoitinho. Minha idéia de um pequeno paraíso. Só tem um porem, como ele é fininho, é fácil de comer. E foi isso que aconteceu. Eu comi e comi e comi. Então vou logo avisando: esse biscoito é altamente irresistível e eu não me responsabilizo pela dieta de ninguém nas portas do verão! Mas ele tem uma vantagem: é também super versátil e se você não gosta de flor de sal (não que eu ache isso possível mas enfim…) use alguma noz picada, amêndoas em laminas, ou deixe tal qual. Afinal, não se pode dizer que tenha nada, absolutamente nada, de errado em um biscoitinho com uma camada de chocolate e outra de caramelo…
  • Receita adaptada do David Lebovitz.
  • ingredientes

  • 1 caixa de placas de wafer (só precisamos de umas 2 folhas) Obs: aqui no Rio, comprei nas Casas Pedro
  • 200 gramas de manteiga sem sal
  • 1 copo de açúcar mascavo, bem apertado no copo
  • 1 pitada de sal
  • ½ colher de sobremesa de baunilha
  • 170 gramas de chocolate meio-amargo, picado pequeno
  • Flor de sal (opcional)
  • modo de preparo

  • 1. Pré-aqueça o forno a 170°C. Forre completamente um tabuleiro grande com papel alumínio, inclusive as laterais. Por cima do papel alumínio, forre o fundo do tabuleiro com um pedaço de papel manteiga. Corte as placas de wafer para forrar todo o tabuleiro. Reserve.
  • 2. Numa panela pequena, derreta a manteiga e o açúcar mascavo. Deixe borbulhar por uns 3 minutos. Retire do fogo e acrescente o sal e a baunilha. Entorne no tabuleiro preparado com os wafers e espalhe o caramelo por toda superfície com uma espátula.. Leve ao forno por 15 minutos. Cheque de vez em quando e se estiver queimando, vire o tabuleiro ou retire- o alguns segundos para o caramelo resfriar um pouco.
  • 3. Retire do forno e imediatamente salpique todo o chocolate por cima. Espere uns 4 ou 5 minutos e espalhe o chocolate derretido com uma espátula, ou faca, por toda superfície.
  • Salpique flor de sal (ou nozes, ou nada) e deixe esfriar totalmente antes de cortar. Para agilizar esse processo, eu ponho o tabuleiro na geladeira por uns 15 minutos. Guarde em recipiente fechado.
  • Outra Boa Idéia: Cookie de Aveia e Chocolate com Flor de Sal

28 de outubro de 2009

  • Não tinha planos para postar essa receita mas o encantamento foi tão grande que aqui está. Foi minha amiga Dri, que me indicou esse blog de uma italiana que mora em Londres e logo na primeira pagina estava ali: risoto de abobora. Eu sabia que estava perdida… Adicionei uma pontinha de canela e se tivesse em casa, teria salpicado um pouco de sálvia fresca. Mas visto o sucesso, não vão faltar oportunidades para refazer esse risotto. Use um bom caldo de legumes ou um caldo de camarão, fresco, feito em casa: isto é, peloamordedeusnadadecuboknorr!!!
  • Não, eu não vou me cansar de enaltecer as vantagens do caldo feito em casa. Vou ser repetitiva, cansativa, chata o quanto for preciso até conseguir convencer vocês de que de fato faz a maior diferença! Eu faço litros e litros e congelo em potes médios assim tenho meu caldo pronto a qualquer hora.
  • Serve 3 a 4 pessoas
  • Ingredientes

  • 1 1/2 litro de caldo de camarão ou caldo de legumes
  • 1 ½ copo de arroz arborio
  • 1 copo de vinho branco seco
  • 2 colheres de sopa de manteiga sem sal
  • 2 copos de abobora japonesa picada
  • ½ cebola pequena picada
  • 1/3 de copo de nozes picadas
  • 1 pitadinha de canela (a ponta de uma faca)
  • 1 pitadinha de noz moscada
  • 300/400 gramas de camarões limpos
  • Modo de preparo

  • 1. Ponha o caldo numa panela e mantenha-o fervilhando. Numa outra panela media, ponha 1 colher de sopa de manteiga e refogue a cebola com as nozes, a canela e a noz moscada. Junte o arroz e mexa bem até todos os grãos estarem envoltos na manteiga, por um ou dois minutos.  Junte o vinho branco e deixe-oele evaporar um pouco .
  • 2. Acrescente então as aboboras e vá adicionando mais caldo aos poucos deixando o arroz absorve-lo antes de adicionar mais caldo.  Vá cozinhando o arroz adicionando o caldo por uns 15 a 20 minutos. Tempere com sal e pimenta.
  • 3. No final do cozimento (isto é, quando o arroz estiver pronto), junte os camarões limpos, a ultima colher de manteiga, apague o fogo e tampe a panela. O camarão vai cozinhar com o calor do risotto. Deixe sempre o risotto mais liquido pois o arroz continua absorvendo o liquido. Queremos o risotto bem cremoso.  Salpique um pouco de salvia bem picada e sirva imediatamente.
  • Outra Boa Idéia:  Sopa de Abobrinha, Arroz e Cogumelos

  •  

26 de outubro de 2009

  • Essa receita me pegou de surpresa porque não esperava muito dela. Na realidade, a fiz unicamente porque meus rebentos, ao contrario de mim, adoram chocolate branco. Eu não vou nem entrar no mérito de que chocolate branco não é chocolate mas o acho sempre doce e gorduroso demais. Mas como não há nada que não façamos pelos filhotes, resolvi testar a receita; e que bom que o fiz porque é mesmo uma delicia! O azeite combina perfeitamente bem como o chocolate branco e a baunilha (as favas, não o aroma sintético!) adiciona um requinte incomparável ao paladar. Esse creme é para ser usado com pão, tipo Nutella ©, mas eu tenho certeza que ficaria delicioso usado como recheio ou cobertura de bolo. Experimente com um pão com pouco açúcar, como um pão australiano, bem escuro.
  • Essa receita foi adaptada da revista ELLE à Table

  • ingredientes

  • 360 gramas de chocolate branco para cobertura
  • 120 gramas de creme de leite fresco
  • 1 fava de baunilha
  • 100 ml de azeite de oliva (eu prefiro aqui um extra-virgem italiano)
  •  
  •  
  • modo de preparo

  • 1.  Numa pequena panela, ponha o creme de leite fresco. Com uma faca afiada, parta a fava da baunilha no sentido do comprimento e retire as sementes com uma pequena colher. Eu gosto de usar a ponta de uma faca redonda. Ponha todas as sementes e a fava partida na panela com o creme de leite. Leve ao fogo médio e assim que ferver, desligue. Tampe a panela e deixe as favas dentro por no mínimo 30 minutos.
  • 2. Ponha o chocolate branco numa vasilha que encaixe em cima de uma panela. Ponha 2 dedos de água na panela e leve ao fogo baixo para derreter o chocolate em banho-maria. Quando o chocolate estiver bem amolecido, junte o creme de leite e misture bem devagar com uma espátula.  Use movimentos lentos pois não queremos incorporar ar no creme.
  • 3. Assim que o creme estiver homogêneo, com o chocolate todo derretido, retire do banho-maria. Deixe o creme ficar morno antes de adicionar o azeite, mexendo de vez em quando para não formar uma película na superfície. Use o melhor azeite que puder e mexa devagar até incorporá-lo todo. Ponha num vidro e leve a geladeira por no mínimo 24 horas para os perfumes se aprumarem.  Retire o pote da geladeira 10 a 15 minutos antes de usar.
  •  
  • Outra Boa Idéia: Abacate com Azeite de Baunilha

17 de outubro de 2009

  • Muitas pessoas cansam de rotina. Mas eu não tenho muito problema em admitir que adoro a minha.  Não sei se é meu lado canceriano, mas meu café da manha, por exemplo, é uma rotina importante. Já mencionei por aqui a importância da minha granola, e do meu café também. Só tomo café de manhã, mas gosto de tomar na mesma xícara, um velho mug americano.   Para quem me questiona eu respondo logo que, claro, há variações: por exemplo, na granola. Uma vez faço com óleo, outra com azeite, outra vez ponho damascos, outra vez omito-os. Mas na rotina do dia-a-dia, quando muitas vezes não queremos pensar no que vamos comer, a mesma granola , o mesmo velho mug, é um consolo. São coisas que posso comer e fazer de olhos fechados.
  • Bem mas de vez em quando, até eu acho graça em sair da rotina. E foi isso que aconteceu com essa panqueca de forno. Há alguns anos que faço essa panqueca de lanche para os filhos aqui em casa. E por motivos ainda não explicáveis, resolvi fazer uma para mim de café da manhã.  Como é de rápido preparo, enquanto a água do café esquentava, a panqueca assava. Em 20 minutos, eu estava na mesa com meu velho amigo e eterno consolo, meu mug, e uma frigideira inteira de panqueca . Já disse que os rebentos não estavam em casa e a panqueca era toda para mim??
  •  
  • Na falta de uma frigideira que vá ao forno, experimente com uma forma comum.
  • Serve 1 ou 2 pessoas, dependendo da sua generosidade.
  • ingredientes

  • 2 ovos
  • ½ copo de farinha
  • ½ copo de leite
  • 1 pitada de noz moscada
  • 3 colheres de sopa de manteiga
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • Limão

modo de preparo

  • 1. Aqueça o forno a 220°C. Numa pequena vasilha, misture com um garfo os ovos, a farinha, o leite e a noz moscada. Mexa até não haver traças de farinha.
  • 2. Ponha uma frigideira de aproximadamente 24 cms de diametro no forno quente com a manteiga. Espere 1 minuto até a manteiga derreter. Tire a frigideira do forno, esparramame a manteiga derretida por toda a frigideira, e entorne a massa. Volte-a ao forno e asse por 15 minutos. Retire rápido do forno, polvilhe com o açúcar e leve ao forno por mais 2 a 3 minutos. Sirva imediatamente com limão ou geléia. Mas eu prefiro limão.

Outra Boa Idéia:  Pancakes

12 de outubro de 2009

  • Esse é um daqueles bolos que diz logo a que veio. Bastante fácil de fazer, é cheio de texturas interessantes, muito úmido (graças às ameixas) e com o sabor acentuado de chocolate. O Conhaque dá uma dimensão deliciosa ao bolo: eu tenho que confessar que adoro álcool em sobremesas, e, sobretudo com chocolate. Ele não é muito doce, e por isso fica ainda melhor servido com uma crème anglaise (minha escolha), um pouco de chantilly levemente adocicado ou uma calda de morangos (para as pessoas que gostam da mistura frutas-chocolate). Esse bolo é um classico e já faz parte da minha sempre crescente lista dos Perfeitos Bolos de Chocolate.
  • Receita adaptada do Ottoleghi, The Cookbook
  • ingredientes

  • 220 gramas de ameixas sem caroços
  • 100 ml de Conhaque ou Armagnac
  • 60 ml de iogurte natural
  • 60 ml de óleo de girassol
  • 1 ovo
  • 2 colheres de sopa cheias, de açúcar
  • 4 colheres de sopa cheias, de açúcar mascavo
  • 40 ml de mel
  • ½ copo de farinha de trigo
  • ½ colher de chá de fermento em pó
  • ½ colher de chá de bicarbonato de sódio
  • 1 pitadinha de sal
  • 1 colher de sopa de cacau, bem cheia
  • 170 gramas de chocolate meio-amargo picado (usei o Lacta com 43% cacau)
  • 80 ml de água
  • 4 colheres de sopa de açúcar, bem cheias
  • 2 colheres de sopa de Conhaque ou Armagnac
  • modo de preparo

  • 1. Numa pequena panela, ponha as ameixas com o Conhaque e aqueça levemente em fogo baixo. Reserve.  Enquanto isso, unte uma forma retangular de 26 cm X 12 cm com manteiga.  Forre-a de papel-manteiga e unte este de manteiga também.  Reserve.
  • 2. Pré-aqueça o forno a 180° C. Na vasilha do processador, ponha a metade das ameixas, o iogurte e o oleo e processe até formar uma pasta (tem que ficar bem liso, como uma maionese!). Pare o processador e limpe as laterais com uma espátula. Processe um pouco mais. Você tem que obter uma pasta com uma consistência parecida com maionese.  Ponha essa pasta numa vasilha maior e junte, à mão, o ovo, os dois tipos de açucares e o mel. Misture com uma espátula ou fouet.
  • 3. Separadamente, misture a farinha, o fermento, o bicarbonato de sódio, o sal e o cacau.  Adicione essa mistura ao creme de ameixas e mexa delicadamente com uma espátula. Junte o chocolate picado e a segunda metade de ameixas. Entorne na forma preparada e alise a superfície com a espátula. Com o dedo, afunde para baixo qualquer pedaço de ameixa que estiver na superfície. Leve ao forno por 60 minutos ou até uma faca sair limpa do centro do bolo.
  • 4. Enquanto isso, numa panela pequena, misture a água e o açúcar. Leve ao fogo somente até o açúcar diluir. Desligue o fogo, e deixe amornar. Adicione o Conhaque e reserve.
  • 5. Após os 60 minutos, ou quando uma faca sair limpa do centro do bolo, tire o bolo do forno e fure-o todo com um palito ou uma faca. Entorne a calda de Conhaque no bolo todo, devagar, encharcando-o bem. Deixe o bolo esfriar completamente antes de retirar a forma.
  • Outra Boa Idéia: Bolo Três Leches

Próxima página »