simplesmente delícia

Arquivo de maio de 2009

28 de maio de 2009

Eu adoro o sabor e o colorido desses quadradinhos. O biscoito tem uma textura deliciosa que fica ainda melhor com a fina camada de geléia por cima. E o requinte das amêndoas formam um par perfeito com a acidez da cereja (parece quase gelatina não??). E vou logo avisando que é um doce altamente irresistível: meu autocontrole, do qual me gabo tanto, foi pro brejo. Para tentar aliviar a minha barra e diminuir minha culpa, liguei correndo para minha vizinha querida para que viesse buscar uns pedacinhos, mas ainda sobraram alguns, portanto amanha de manha, com uma xícara de café, vou trocar minha granola por um pedacinho de puro prazer…

 

 ingredientes

  • 1 ¾ copos de farinha de trigo
  • ¼ copo + 1colher de sopa de Maisena
  • ½ colher de chá de sal
  • 200 gramas de manteiga, temperatura ambiente
  • ¾ copo de açúcar
  • 1 colher de sobremesa de aroma de baunilha
  • ½ colher de sobremesa de aroma de amêndoas
  • ¾ copo de amêndoas, tostadas e picadas
  • 1 pote de geléia de cereja, aproximadamente 450 gramas

 

  • modo de preparo

  • 1. Pré-aqueça o forno a 180ºC. Forre um pirex de 20 x 30 cm com papel alumínio (eu me esqueci de botar o alumínio nas fotos que seguem mas fica mais fácil na hora de partir).
  • 2. Numa vasilha, misture a farinha, a maisena e o sal. Reserve.
  • 3. Na vasilha da batedeira, ponha a manteiga e bata um pouco para amolecer. Junte o açúcar e bata até formar um creme claro e bem leve, uns 3 a 4 minutos. Adicione os aromas de baunilha e amêndoas. Diminua a velocidade da batedeira e junte a mistura de farinha e Maisena. Assim que tiver adicionado toda a farinha, ponha as amêndoas, misture rápido e pare a batedeira.
  • 3. Com uma espátula, ponha toda a massa no pirex preparado. Pressione com as palmas das mãos e depois fure toda a superfície com um garfo. Leve ao forno por 45 minutos aproximadamente, ou até ficar levemente dourado.
  • 4. Enquanto isso, derreta toda a geléia numa panelinha. Assim que o biscoito estiver pronto, retire do forno e ponha a geléia ainda quente. Espalhe bem sobre toda a superfície e volte ao forno por mais 15 minutos, até a geléia começar a borbulhar no centro. Retire do forno e deixe esfriar completamente antes de partir.

Outra Boa Ideia: Só Barrinha mesmo…

24 de maio de 2009

Mais uma prova de que acho que tenho um pé no Meio-Oriente: outra receita incrível com molho de tahini- do qual pareço não me cansar… Alias minha amiga Adriana do Rosmarino e Prezzemolo, me explicou que esse molho é de fato um clássico e tem até nome: Taratur! A combinação de couve flor e tahini é corrente na cozinha do Meio Oriente. Na maioria das vezes a couve flor é cozida ou frita, portanto, como a couve-flor é um dos legumes preferidos aqui em casa, foi com curiosidade que abordei essa receita - na realidade uma receita muito parecida com essa- do livro da Sarah Jenkins, Olives & Oranges.  Essa versão do legume assado produz um sabor mais profundo, que é perfeitamente complementado com o gosto um pouco fumado do gergelim do tahini, o amargo do limão e o picante do alho. Se você, como eu, mantém uma jarra desse molho na geladeira, você vai se transformar num avatar de domesticidade e fazer esse prato num piscar de olhos. Se não tem o molho pronto, é uma perfeita ocasião para fazê-lo.

Essa couve-flor fica deliciosa morna ou a temperatura ambiente.

  • ingredientes

  • 1 couve-flor grande, somente as flores
  • ¼ copo de azeite
  • 1 ½ colher de sobremesa de sal
  • ¼ colher de sobremesa de pimenta do reino
  • 80 ml de tahini
  • 80 ml de água
  • 40 ml de suco de limão
  • 1 dente de alho
  • 1 pitada de sal
  • ¼ copo de salsinha picada
  • modo de preparo

  • 1. Pré-aqueça o forno 200ºC  graus. Prepare um tabuleiro com papal-manteiga e reserve.
  • 2. Misture a couve-flor com o azeite, o sal e a pimenta do reino. Ponha a couve-flor no tabuleiro preparado, espalhando bem as flores em uma camada. Leve ao forno e asse por 45 minutos. No meio do cozimento, misture as flores para assarem por igual.  Asse até as pontas estarem douradas.
  • 3. Enquanto isso prepare o molho. No liquidificador, ponha o tahini, a água, o suco de limão, o alho e o sal. Bata tudo ate o molho estar homogêneo. Ajuste o sal se necessário. Esse molho guarda na geladeira por vários dias.
  • 4. Assim que a couve flor estiver pronta, ponha numa vasilha com o molho (eu uso um pouco menos do que os 200 ml dessa receita) e misture a salsinha picada. Ajuste o sal e a pimenta se necessário. Sirva morno ou a temperatura ambiente.

Outra Boa Idéia: Bolinhos Grelhados de Couve-flor com Molho de Iogurte

18 de maio de 2009

Não se intimide pelo tamanho dessa receita. É verdade que ela leva tempo, mas o resultado é totalmente compensador. Alem do que, sobra um bocado de caldo de frango fresco para você usar num risotto ou como base numa outra sopa. Eu mantenho vários caldos feitos em casa prontos, no freezer: caldo de legumes, caldo de camarão e caldo de peixe especialmente. Outra tremenda vantagem dessa receita é que ela congela super bem. Inclusive já com a massa na tigela, se assim você resolver servir. Basta assar até a massa ficar ligeiramente dourada, retirar do forno, deixar esfriar e embrulhar (bem embrulhado!) com filme plástico. Congele a tigela assim e quando quiser , retire do freezer e leve ao forno por 30 minutos.

Essa sopa tambem tem a vantagem de ser super versátil. Você pode usar outros tipos de legumes como milho, cenoura bem picada, vagens, aipo picado etc.

  •  ingredientes

  • recheio
  • 1 frango de 1,700 kg aproximadamente
  • 1 ½ cebolas, partidas em pedaços grandes
  • 2 cenouras, partidas em pedaços grandes
  • 2 aipos, partidos em pedaços grandes
  • 1 folha de louro
  •  
  • 3 colheres de sopa de manteiga sem sal
  • 1 cebola media, picada
  • 1 batata grande, sem casca, picada (ou 2 batatas medias)
  • 3 dentes de alho, picados
  • 1 pimentão vermelho, picado
  • 220 gramas de cogumelos frescos, fatiados
  • ½ colher de chá de pimenta calabresa
  • Sal e pimenta do reino a gosto
  • 220 gramas de ervilhas
  •  
  • Para o creme
  • 100 gramas de manteiga
  • ½ copo de farinha de trigo
  • 2 ½ a 3 copos de caldo de frango
  • ½ copo de creme de leite fresco
  • Tabasco
  •  
  • Massa folhada pronta (2 a 3 rolos- vai depender do tamanho do recipiente)e gema de ovo
  •  

  • Modo de preparo

  • 1. Ponha o frango inteiro numa panela grande, junto com as cebolas partidas , as cenouras, o aipo e a folha de louro. Cubra o frango e os legumes com bastante água e leve ao fogo médio. Cozinhe por 1 hora. Retire o frango do caldo, deixe-o esfriar e retire a carne toda, desfiando-a em pedaços grandes. Reserve a carne desfiada. Passe o caldo pela peneira, descarte os legumes e retorne o caldo à panela pois iremos utilizá-lo no preparo do creme.
  • 2. Numa outra panela grande, derreta a manteiga e refogue a cebola e a batata picadas por 5minutos. Adicione o pimentão vermelho, o alho e os cogumelos e refogue por mais 15 minutos ou até as batatas estarem tenras, porem ainda firmes. Adicione então a pimenta calabresa e tempere com sal e pimenta do reino. Por fim, junte a carne do frango desfiado e as ervilhas. Misture e desligue o fogo. Reserve na panela mesmo pois ainda vamos acrescentar o creme.
  • 3. Para o creme, derreta a manteiga numa panela media. Junte a farinha e mexa até a farinha incorporar na manteiga. Com uma concha, vá adicionando o caldo de frango aos poucos, mexendo sem parar para não criar bolinhas de farinha. Vá adicionando o caldo até o creme engrossar ao ponto desejado. Eu acabei usando mais do que os 3 copos pois prefiro minha sopa mais liquida. Adicione o creme de leite, tempere com sal, pimenta e Tabasco.
  • 4. Misture o creme ao recheio de frango. Se precisar acrescente um pouco mais de caldo. Misture tudo delicadamente. Sirva quente ou com um pedaço de massa folhada.
  • 5. Para servir com a massa folhada, encha 6 a 8 cumbucas individuais até ¾ da borda. O numero exato de cumbucas vai depender do tamanho delas. Abra um rolo de massa folhada pronta e corte círculos um pouco maiores do que o diâmetro da cumbuca. Pouse cada disco de massa sobre a tigela e pincele toda a superfície com a gema de ovo, passando também ao redor da borda da tigela para colar a massa. Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC por 20-25 mns ou até a massa estar bem dourada.
  • 6. Se preferir, você pode ao invés de usar varias tigelas, por a sopa numa sopeira grande que vá ao forno, e cobrir com um pedaço grande de massa. Asse por uns 25 minutos ou até a massa estar bem dourada.
  •  

 Outra Boa Ideia: Sopa de Abobrinha, Arroz e Cogumelos

13 de maio de 2009

Chegou à época dos morangos por nossas bandas então aproveitei o Dia das Mães para fazer esse bolo. É um bolo simples, sem grandes pretensões mas o contraste de sabores e texturas é muito interessante e requintado- alem de não ser uma sobremesa muito doce. A massa é levinha, quase um pão-de-ló, já que não leva gemas. E o mascarpone fica ótimo com os morangos. O toque original fica por conta da calda de vinho do Porto, que complementa perfeitamente os morangos alem de umedecer a massa.

ingredientes

  • Para o bolo:
  • 3 ½ copos de farinha
  • 1 colher de sopa + 1 colher de sobremesa de fermento em pó
  • ½ colher de  chá  de sal
  • 6 claras de ovo
  • 1 ½ copo de leite, temperatura ambiente
  • 225 gramas de manteiga, temperatura ambiente
  • 2 copos de açúcar
  • 1 colher de sopa de baunilha
  • Modo de preparo

  • 1. Pré-aqueça o forno a 180° C. Forre com papel manteiga 2 formas de 22 cm (se preferir, use uma forma maior e parta o bolo, depois de pronto, no sentido horizontal, para formar 2 camadas). Unte as formas com manteiga e polvilhe de farinha.
  • 2. Numa vasilha, misture a farinha, o fermento e o sal. Reserve.
  • 3. Numa outra vasilha, misture o leite e as claras. Reserve.
  • 4. Na vasilha da batedeira, bata a manteiga até formar um creme. Adicione o açúcar aos poucos e bata até formar um creme claro e bem leve. Pare a batedeira e use uma espátula para limpar as laterais. Continue batendo. E acrescente a farinha, alternado com o leite, em 3 vezes. Pare a batedeira para limpar as laterais com uma espátula e assim que os ingredientes estiverem incorporados, pare totalmente. Divida a massa entre as duas formas e leve ao forno por 40-45 minutos. Retire o bolo do forno e esfrie-o  totalmente antes de rechear.
  • Para o creme de mascarpone, os morangos e a calda:
  • 500 gramas de morangos bem maduros, limpos e partidos em dois
  • ½ copo de açúcar
  • 600 gramas de mascarpone, temperatura ambiente
  • ¼ copo de açúcar de confeiteiro
  • ½ colher de sopa de suco de limão
  • ½ colher de sopa de raspas de limão
  • ½ colher de sopa de baunilha
  • ¾ copo de vinho do Porto
  • 1. Enquanto o bolo estiver no forno, misture os morangos cortados com o açúcar. Ponha numa vasilha e deixe macerar por pelo menos 30 minutos. Escorra os morangos, reserve-os, e ponha o caldo que sobrou numa panelinha. Adicione a esta panelinha o vinho do Porto. Ferva por 10 a 15 minutos para reduzir a calda. Deixe esfriar a calda.
  • 2. Numa outra vasilha grande, misture o mascarpone, o açúcar de confeiteiro, o suco de limão, as raspas de limão a baunilha. Não bata o mascarpone na batedeira; use uma colher de pau ou um fouet.
  • 3. Misture os morangos escorridos com um pouco da calda de vinho do Porto.
  • 4. Quando o bolo estiver frio, ponha um dos dois bolos em um prato de servir. Ponha um pouco de mascarpone por cima. E cubra toda superfície do bolo com alguns morangos partidos.
  • 5. Ponha o outro bolo por cima. Cubra com o restante do creme de mascarpone, e por cima do mascarpone, cubra com o restante dos morangos.
  • 4. Use uma colher para regar os morangos e o bolo com o restante da calda. Sirva a temperatura ambiente.
  • Outra Boa IdéiaClafoutis de Ameixas

11 de maio de 2009

Na realidade não se trata nem de uma receita pois, no que me consta, qualquer receita tem que ter no mínimo, digamos, 3 ingredientes, não?? Alias por isso fiquei  na duvida se deveria posta-la mas fiquei tão animada com o resultado que me animei de novo… Pensei também em posta-la mais adiante - pois semana passada havia postado a tapenade - mas aí lembrei que já tinha um numero totalmente não mencionável de receitas ótimas fotografadas que por uma razão outra  acabei não postando. Então resolvi fazê-lo rápido, antes que surja algum outro motivo para mais procrastinação!

 

Você vai precisar de 2 ou 3 colheres de sopa de Tapenade. E 1 rolo de massa folhada, pronta (Arosa, etc)descongelada.

Abra a folha de massa com cuidado. Espalhe com uma espátula a tapenade na superfície da massa toda deixando uns 2 centímetros de um dos lados curtos - será onde passaremos a gema de ovo. Agora enrole com os dedos, pelo lado oposto ao que deixamos o espaço para a gema, apertando bem. Quando chegar ao final do rolo, com um pincel de cozinha, passe um pouco de gema na borda para colar a massa. Acabe de enrolar, apertando sempre bem, e leve ao congelador alguns minutos para endurecer o suficiente para podermos fatiar.

Se não quiser usar a massa recheada na mesma hora, enrole com filme plástico e congele. Retire uma hora antes de levar ao forno (Eu acabo sempre assando os folhados mas a massa recheada deve guardar no congelador pelo menos 2 semanas).

Senão, parta em rodelas de 5 milímetros e ponha num tabuleiro forrado de papel manteiga. Deixe um espaço de pelo menos 4 cm entre cada um pois eles irão crescer no forno. Asse em forno pré-aquecido a 180º C por 30 minutos ou ate ficarem ligeiramente dourados. Esse biscoitinho fica super gostoso servido morno então leve ao forno rapidamente antes de servir.

 

Outra Boa Idéia: Bolinhos de Milho e Bacon

Próxima página »