simplesmente delícia

Arquivo de abril de 2009

12 de abril de 2009

Sabe como eu sei que estou precisando voltar à cozinha depois de uns dias de greve?? Quando vagando pelo supermercado, eu cogito comprar aquela Colomba Pascal da mesma marca que também faz o Pannetone que eu passo os meses antecedendo o Natal evitando nem sequer olhar  com medo de ceder à tentação. Pois é. Mais um momento de confissão. Eu gosto do tal pão cheio de frutas secas e com gosto de aroma artificial. Mas como eu passo um bom tempo da minha vida envenenando a cabeça ainda crua de más intenções dos meus filhos (bem essa parte talvez seja ilusão minha…) sobre produtos industrializados, cheios de corantes e aromas artificiais, resisto bravamente. Mas claro, como a vontade continua, preciso voltar correndo a cozinha para resolver essa carência.

E nesse domingo de Páscoa, acordei lembrando das pancakes americanas que eu gosto tanto de comer com maple syrup e alguma fruta (bluberry e morangos são minhas preferidas). As pancakes são primas distantes da panqueca tradicional, a crepe francesa. Essa receita é uma das múltiplas receitas de pancakes que existem por aí. Em algumas versões, usa-se farinha integral, em outras ricota ou cottage misturados à massa. Eu gosto dela simples, com a massa bem leve e úmida, assim posso brincar mais com os acompanhamentos. Frutas são sempre bem-vindas como, alem das que já citei, maçãs levemente cozidas com um pouco de açúcar e manteiga, ou rodelas de bananas.  Uma calda de limão fica delicosa também. E mel claro, ou como aqui em casa, o Nutella, imbatível com pequenos (e grandes). E para impressionar ainda mais sua família e amigos, polvilhe açúcar de confeiteiro por cima e sirva com uma bandeja de acompanhamentos para um café da manhã cheio de bossa.

 

 

 Essa receita dá umas 22 panquecas aprox., dependendo da quantidade de massa usada em casa uma.

  •  ingredientes
  • 2 ¼ copo de farinha
  • 2 colheres de sobremesa de fermento em pó
  • 1 colher de sobremesa de sal
  • 2 copos de leite
  • 2 colheres de sobremesa de baunilha (opcional)
  • 4 ovos, separados gemas de claras.
  • 2 colheres de sopa de manteiga sem sal derretida
  • 3 colheres de sopa de açúcar

  •  
  • modo de preparo

  • 1. Numa pequena vasilha, misture a farinha, o fermento em pó e o sal. Reserve.
  • 2. Numa outra vasilha, misture bem as gemas de ovo com o leite. Adicione os secos aos poucos, polvilhando e batendo sempre com um fouet para não formar caroços. Por fim adicione a manteiga derretida e a baunilha se estiver usando, misture e reserve.
  • 3. Na vasilha da batedeira, bata as claras em velocidade alta. Quando começarem a firmar, adicione o açúcar, colher por colher, e continue batendo até formar um suspiro firme. Mas atenção para não bater demais e secar a mistura. Misture as claras em neve ao creme de gemas em duas vezes, com cuidado para não mexer demais.
  • 4. Esquente uma frigideira ou um grill em fogo médio. O grill (ou frigideira) tem de estar quente mas se estiver quente demais, vai queimar as panquecas por fora e não cozinhá-las o suficiente por dentro. Unte com manteiga derretida ou óleo de canola.
  • 5. Use um copo medidor de ¼ de copo ou uma colher de sopa para pegar a medir a quantidade de massa. Ponha no grill e asse cada lado por aproximadamente 2 minutos, virando com cuidado com uma espátula. À medida que as panquecas forem ficando prontas, empilhe-as num prato e cubra-as com papel alumínio. Sirva quente ou morno.

  •  

8 de abril de 2009

Eu não sei por onde começar. Literalmente. Não sei se exalto as qualidades do bolo, cheio de chocolate e bem melado, ou se passo meu tempo falando do caramelo, um dos meus fracos. Ou então dos amendoins, que proporcionam aqui aquele crocante salgado que eu adoro. Mas de qualquer forma, esse bolo é um mundo de texturas e prazeres que fazem com que eu perca a razão cada vez que me atrevo em fazê-lo. O caramelo vai se mesclando ao chocolate, criando um melado absolutamente divino, e quando você acha que a coisa não pode ficar melhor, entra o amendoim, com seu irresistível crocante, e o sal na ponta da língua para realçar ainda mais o chocolate e o caramelo. Depois disso, nada como uma corridinha de vários quilometros pela nossa linda orla, torcendo para a adrenalina quicar rápido!!!

A calda de amendoins é idéia da minha amiga Dorie Greenspan.

ingredientes

  • 1 copo de farinha
  • 1/3 copo de cacau
  • ½ colher de  chá  de sal
  • ¼ colher de  chá  de bicarbonato de sódio
  • ¼ colher de  chá  de fermento em pó
  • 1 ½ colher de sopa de água quente
  • 1 colher de sopa de café instantâneo
  • ½ copo de leite azedo*
  • 150 gramas de manteiga sem sal, temperatura ambiente
  • ¾ copo de açúcar
  • ¾ copo de açúcar mascavo
  • 1 colher de  chá  de aroma de baunilha
  • 3 ovos
  • 100 gramas de chocolate meio-amargo (eu usei chocolate com 70% cacau), bem picado.
  • * ponha o leite num copo e junte o suco de ½ limão; deixe talhar (uns 10 mns).
  • modo de preparo

  • 1. Pré-aqueça o forno a 180ºC. Forre uma forma de laterais removiveis de 25 cms, com papel-manteiga, unte de manteiga e polvilhe de farinha. Reserve.
  • 2. Numa vasilha, misture a farinha, o cacau, o bicarbonato, o fermento, e o sal. Reserve.
  • 3. Numa vasilha, ponha a água quente com o café instantâneo e misture até dissolver. Junte o leite azedo e reserve.
  • 4. Na vasilha da batedeira, ponha a manteiga e os açucares. Bata em velocidade media/alta até formar um creme bem leve. Adicione os ovos um por um, batendo bem entre cada ovo. Em seguida, com a batedeira em velocidade media, adicione o leite com o café alternando com os secos (farinha + cacau etc.). Assim que estiver tudo incorporado, pare a batedeira. Com uma espátula, adicione o chocolate picado.
  • 5. Entorne a massa na forma e alise a superfície com a espátula. Leve ao forno por 45 mns. Para testar, use uma faca. Ela tem de sair seca do centro do bolo. Ponha numa grelha e deixe esfriar.
  • 6. Passe uma faca nas laterais do bolo para solta-lo. Retire as laterais da forma e com cuidado, transfira-o para um prato.
  • ingredientes da calda

  • 2 copos de açúcar
  • ½ copo de água
  • 1 ½ colher de KARO
  • 2/3 copo de creme de leite fresco
  • 2 colheres de sopa de manteiga sem sal, temperatura ambiente
  • 1 copo de amendoins salgados
  • modo de preparo

  • 1. Numa panela media, ponha o açúcar, a água e o Karo. Leve a fogo meio/alto até caramelizar (aproximadamente 10 minutos dependendo do fogo e do tamanho da panela). Não se acanhe em deixar o açúcar ficar bem caramelizado pois senão, não tem gosto de caramelo. Porem cuidado para não deixá-lo queimar pois ele fica amargo demais. Assim que começar a sair fumaça, tire rápido do fogo!!!
  • 2. Fora do fogo, junte rapidamente o creme de leite e a manteiga. Tome muito cuidado pois o caramelo vai borbulhar forte e eventualmente respingar para forma da panela.
  • Quando o caramelo acalmar, leve ao fogo de novo para diluir o todo. Assim que o caramelo tiver homogêneo, retire do fogo e adicione os amendoins. Deixe a calda esfriar por uns 10 minutos antes de usá-la no bolo.
  • 3. Essa receita vai produzir mais calda do que precisamos então para não perder os preciosos amendoins, retire-os da panela com uma escumadeira e ponha em cima do bolo. Quando todos os amendoins estiverem no bolo, entorne a calda até cobrir o bolo. Guarde o que sobrar do caramelo (mais ou menos ½ copo) para outro uso, como sorvete por exemplo.

6 de abril de 2009

  • Artigo e fotografia do The Times.
  • 1. Para uma entrada: corte o melão em fatias, ponha um pedaço de presunto de Parma em cima, azeite de oliva, sal e pimenta. Sirva com mozarela.
  • 2. Para uma salada: Corte o melão em fatias, junte com pepinos em fatias. Molho de iogurte com hortelã picada.
  • 3. Para um granité: pique o melão e triture-o. Dissolva 2 colheres de sopa de açúcar no suco de ½ limão, e junte ao melão triturado. Ponha numa vasilha rasa e leve ao freezer. Quando estiver quase congelado, raspe com um garfo, quebrando todo o gelo, e leve de novo ao freezer. Repita essa operação a cada 30 mns até os cristais de gelo estarem bem soltos.
  • 4. Para uma salada de frutos do mar: Pique o melão em cubos, junte folhas de alface e camarões cozidos, salsinha picada e hortelã picada. Sirva com um vinagrete de suco de limão, óleo de gergelim e gengibre.
  • 5. Para um belisquete doce: corte um brownie em pedaços pequenos. Ponha em cima a metade de um morango (a parte cortada para baixo), e em cima do morango, um cubo de melão. Segure com um palito.
  •  

2 de abril de 2009

Sabe aqueles pratos que é impossível alguém não gostar?? Bem, esse é um deles… Analisei profundamente todos os lados da moeda e cheguei a conclusão que não há a menor chance de não agradar gregos e troianos. Tem a massa folhada por cima e por baixo (é sempre importante abrir o coração para todas as posições!!), o brócolis que como todos nos sabemos é o verde preferido de todos, e tem o gorgonzola para  atiçar as papilas e tornar tudo ainda mais cremoso. Ah e esqueci de mencionar que essa torta é perfeita fria ou quente. Acompanhada de uma salada de tomates, talvez com um pouquinho de cebola roxa e azeitonas pretas. Ou uma salada verde, com um molho de vinagre branco e alho. Ou então acompanhando uma linda fatia de presunto.

 Serve 4 a 6 pessoas

  •  
  • ingredientes

  • 500 gramas de massa folhada (eu usei 1 1/2 rolos da massa AROSA)
  • 500 gramas de brócolis (eu prefiro, para essa receita, o brócolis tipo americano), cozido al dente em água salgada - os brócolis têm que ficar crocantes!!
  • 150 ml de creme de leite fresco
  • 80 ml de água
  • 1 ½ colher de sopa de ciboulette* fresca bem picada
  • 3 colheres de sopa de mostarda tipo DIJON
  • Sal e pimenta do reino
  • 100 gramas de queijo gorgonzola
  • 1 ovo
  • * se voce não tiver ciboulette, substitua por 1/2 copo de cebolinha picada.
  •  

  • modo de preparo

  • 1. Pré-aqueça o forno a 200°C.
  • 2. Forre uma forma redonda de 25 cms com a massa folhada. Aperte-a bem no fundo e nas laterais. OBS: A massa pronta da Arosa nao tem largura para cobrir a forma de 25 cms, por isso cortei 2 pedaços  e fiz uma emenda já na forma- é só tomar cuidado e apertar bem os dois pedaços para nao se separarem no forno. Apare as bordas com uma faca e leve ao freezer por 10 minutos. Com um outro pedaço de massa, faça um circulo de 25 cms , que irá servir de tampa para a torta, ponha num prato e leve ao freezer também por 10 mns.
  • 3. Retire a forma pronta com a massa do freezer e ponha sobre ela um pedaço de papel alumínio ou papel manteiga. Encha de feijões secos e leve ao forno por 15 a 20 mns ou até a massa começar a ficar dourada. Quando estiver levemente dourada, retire do forno, e com cuidado tire o papel alumínio com os feijões (guarde os feijões para serem re-utilizados em outra massa). Leve a forma com a massa de volta ao forno por mais 5 minutos. Retire e reserve.
  • 4. Enquanto isso, numa vasilha, misture o creme de leite fresco, a água, a mostarda, e a ciboulette. Tempere com sal (atenção ao sal pois o gorgonzola ainda vai acrescentar mais sal ao paladar final) e pimenta e reserve.
  • 5. Corte os cabos mais duros dos brócolis e use para outra finalidade (como uma sopa, por exemplo), e guarde somente as flores.  Depois da massa da torta pronta, ponha os brócolis bem escorridos no fundo. Pique o gorgonzola sobre os brócolis e despeje o creme reservado por cima. Com uma espátula, esparrame o creme por toda superfície da torta.
  • 5. Numa vasilha pequena, bata o ovo com um garfo. Com um pincel de cozinha, passe o ovo batido por toda a parte de cima da lateral da massa, aonde vamos por a tampa da torta. Agora ponha o circulo de massa em cima e aperte bem nas laterais para vedar a torta. Use o pincel para passar o resto do ovo sobre a tampa da massa. Asse por 30/40 minutos ou até estar bem dourado. Retire do forno e deixe repousar 5 mns antes de servir.
  • Receita adaptada do The Guardian, que tem uma primorosa seçao de comidas e receitas.

« Página anterior