simplesmente delícia

Arquivo de março de 2009

29 de março de 2009

Estive namorando essa receita por um tempo, esperando uma boa desculpa para testá-la. E nada como um grupo (grande!!) de pré-adolescentes e adolescentes para me fazer entrar na cozinha numa sexta-feira à noite, depois de uma semana corrida. Mas uma coisa era certa, eu sabia que podia contar com a sinceridade muitas vezes brutal desse grupo muito querido. Mas a receita foi aprovadíssima, por quase todos (a exceção, claro, sempre muito perto de casa…). O cream-cheese é um perfeito contraste com o doce do brownie, criando um paladar ligeiramente amargo, alem de tornar o brownie mais cremoso. Na hora de mesclar as duas camadas, use a ponte de uma faca e procure misturar as camadas fazendo círculos e aspirais, tornando o desenho mais bonito!

Adaptei essa receita da revista SAVEUR.

  •  ingredientes

  • 110 gramas manteiga sem sal
  • 340 gramas de chocolate meio-amargo
  • 2 colheres de sobremesa de aroma de baunilha
  • 1 ¼ copo + 1 colher de sopa de farinha de trigo
  • ¼ copo de cacau em pó
  • 1 ½ colher de sobremesa de fermento em pó
  • 1 ½ colher de sobremesa de sal
  • 7 ovos
  • 2 ¼ copo de açúcar
  • 150 gramas de cream-cheese, de preferência Philadelphia Cheese, em temperatura ambiente
  •  
  • modo de preparo

  • 1. Pré-aqueça o forno a 180°C. Forre um pirex de vidro de aproximadamente 22 x 35 cm com papel alumínio. Unte com manteiga e reserve.
  • 2. Prepare uma panela com água e ponha em cima dela uma vasilha com o chocolate e a manteiga. Derreta em banho-maria o chocolate e a manteiga. O chocolate também pode ser derretido no micro-ondas, porem com muito cuidado, para o chocolate não queimar. Programe o micro-ondas em intervalos de 15 segundos, retire a vasilha, mexa o chocolate e ponha mais 15 segundos até estar totalmente derretido.
  • 3. Retire o chocolate do banho-maria e adicione a baunilha. Reserve.
  • 4. Numa vasilha, misture 1 ¼ copo de farinha, o cacau, o fermento em pó e o sal. Reserve.
  • 5. Na vasilha da batedeira, ponha 6 ovos e 2 copos de açúcar.  Bata por 1 minuto até formar um creme. Adicione o chocolate derretido e bata até ficar homogêneo. Adicione os secos (farinha+ sal+ fermento + cacau). Misture somente ate incorporar a farinha toda. Ponha o creme no pirex preparado e reserve.
  • 6. Na vasilha da batedeira, ponha o cream-cheese, a 1 colher de farinha restante, 1 ovo, ¼ de copo de açúcar restante e bata 1 minuto. Pingue esse creme sobre todo o creme de chocolate no pirex. Agora com a ponta de uma faca, e bem devagar, faça círculos (ou ondas, etc.) sobre os cremes para juntar os dois. Não mexa demais para os cremes não se misturarem por completo. Queremos distinguir cada um e criar um desenho na superfície do brownie. Leve ao forno e asse por 45-50 minutos, ou até um palito sair limpo. Deixe esfriar antes de partir.

24 de março de 2009

Bem me parece que vou ter que refazer a minha lista. Isto é a lista dos meus cookies preferidos, onde já havia o cookie de banana, o clássico cookie de chocolate, e alguns outros cujas receitas ainda mantenho escondidas debaixo do meu colchão… Mas essa receita de cookie de aveia me pegou de jeito e subiu lá em cima pro ranking das minhas preferidas. Alias, eu gostei dela já na descrição: cookie crocante de aveia com chocolate e sal. Eu adoro essa combinação de chocolate com sal, e pra melhorar ainda tudo mais um pouco, adoro aveia. Então as chances de ser um sucesso eram grandes. Foi no site da Deb, o incrível Smitten Kitchen, que encontrei essa jóia (apenas substituí o chocolate branco por chocolate amargo) . E aí ainda fui lembrada pelo meu amigo David Leite do seu excelente artigo no New York Times sobre a procura do cookie de chocolate perfeito. Neste artigo, David sugere deixar a massa do cookie repousar na geladeira por no mínimo 12 horas antes de assar os biscoitos. Isso faz os sabores se intensificarem produzindo assim um cookie mais rico e sofisticado, com o sabor de caramelo e toffee mais pronunciado.

Não deixe de usar um excelente chocolate, outra prerrogativa para um produto final maravilhoso, e também uma boa manteiga (eu usei a Aviação).

E não vou me cansar de cantar as vantagens de um excelente sal. A flor de sal é para ser usada com parcimônia, como um tempero mesmo, no prato pronto. Aqui nesse biscoito, a flor de sal serve para realçar os sabores de caramelo e chocolate do cookie. Se você não tiver a flor de sal, não use sal de cozinha comum, pois este é duro demais no paladar, não possuindo a sutileza da flor de sal. Omita-o totalmente. Mas eu se fosse você, investia numa caixinha de flor de sal  pois você não vai se arrepender….

  • ingredientes

  • 1 copo de farinha (140 gramas)
  • ¾ colher de sobremesa de fermento em pó
  • ½ colher de sobremesa de bicarbonato de sódio
  • ¼ colher de sobremesa de sal
  • 180 gramas de manteiga sem sal
  • 1 copo de açúcar (200 gramas)
  • ¼ de copo de açúcar mascavo, bem apertado no copo
  • 1 ovo
  • 1 colher de sobremesa de aroma de baunilha
  • 2 ½ copo de flocos de aveia (250 gramas)
  • 170 gramas de chocolate meio-amargo, picado (eu usei chocolate com 70% cacau)
  • Flor de sal
  • modo de preparo

  • 1. Pré-aqueça o forno a 180°C. Forre dois tabuleiros com papel-manteiga e reserve.
  • 2. Numa vasilha, peneire a farinha junto com o fermento, o bicarbonato e o sal. Reserve.
  • 3. Na vasilha da batedeira, misture a manteiga e os dois tipos de açúcar. Bata até formar um creme bem leve e aerado. Adicione o ovo e a baunilha e bata mais uns 2 minutos, até estar bem incorporado. Adicione os secos (farinha, fermento, bicarbonato e sal). Misture só ate a massa ficar homogênea.
  • 4. Devagar, adicione a aveia e em seguida o chocolate picado. Misture somente até incorporar. Aqui eu guardo a massa na geladeira de um dia para o outro, pelo menos 12 horas.
  • 5. Com uma colher, faça bolinhas de massa e ponha no tabuleiro preparado. Aperte um pouco com os dedos para achatar o cookie. Ponha um pouquinho de flor de sal em cima de cada um. Atenção, alguns grãos de sal bastam.
  • 6. Asse por 14 a 16 minutos, até começarem a dourar nas bordas. Retire, deixe-os esfriar alguns minutos e transfira-os, com uma espátula, pára uma grelha para acabar de esfriar. Isso permite ao cookie esfriar por igual e manter a textura.

18 de março de 2009

  • Muitas vezes, a diferença entre uma salada sem graça e outra cheia de bossa está no molho. Para simplificar a minha vida, eu procuro ter pelo menos 2 molhos frios prontos na geladeira: para enfeitar uma salada ou dar um toque especial a legumes grelhados ou uma carne fria. Até minha filha faz uso dos molhos para mergulhar seu snack preferido, palmitos (orgânicos, KING OF PALMS, claro). E devo confessar que até a salada de alface (momento de confissão: não entendo mesmo qual a graça na tal folha verde) fica um pouco mais atrativa com um molho de mostarda por exemplo…
  • Esse molho de gergelim é uma pura delicia… isso claro, se você gosta de gergelim. Como eu adoro, esse molho está sempre na geladeira e ele fica perfeito com a salada de cenouras por exemplo. Ou também com peixes grelhados. Esse molho engrossa depois de gelado, portanto quando tirar da geladeira, não deixe de mexer bastante com um garfo e possivelmente pingar um pouquinho de água para diluí-lo. 
  • O molho de iogurte é um básico e fica delicioso com folhas verdes: alface, agrião, rúcula etc. Você pode facilmente adaptá-lo e usar outros temperos como coentro, dill, e hortelã. Às vezes gosto de por um pouquinho de mostarda tipo Dijon também.
  • E o molho de mostarda, é uma versão da clássica vinagrete francesa. Esse molho é mais puxado na mostarda e fica particularmente bom com salmão e com carnes brancas frias.
  •  

 molho de gergelim

ingredientes

150 ml da tahine (pasta de gergelin)

150 ml de água

80 ml de suco de limão

2 dentes de alho

½ colher de sobremesa de sal

 modo de preparo

1. Ponha todos os ingredientes no liquidificador e bata até formar um creme. Se o molho ainda estiver grosso demais, acrescente um pouco de água. O molho deve estar cremoso mas não liquido.

 molho de iogurte e ervas

ingredientes

1 copo de iogurte natural, ou natural desnatado

2 colheres de sopa de azeite extra-virgem

1 copo de salsinha

2 colheres de sopa de manjericão

1 colher de sopa cebolinha

Sal e pimenta a gosto

Tabasco a gosto

 modo de preparo

1. Ponha todos os ingredientes no liquidificador e triture bem. Triture até não haver mais pedaços de folhas (eu ponho no turbo do aparelho).

 Vinagrete de mostarda

ingredientes

1 colher de sopa de mostarda tipo Dijon

1 ½ colher de sopa de vinagre de vinho tinto

1 colher de sopa de suco de limão

¾ copo de azeite de oliva extra-virgem

Sal e pimenta do reino moída na hora, a gosto

 modo de preparo

1. Misture numa vasilha a mostarda, o vinagre, o suco de limão, e o sal. Com um garfo, adicione o azeite aos poucos, quase no gota a gota, batendo sem parar para criar um molho bem cremoso. Vai demorar um pouquinho mas não deixe de ir pingando o azeite e batendo sem parar, para criar uma emulsão.

 Os molhos guardam na geladeira, em recipiente fechado,  por varios dias.

15 de março de 2009

Sabe aqueles dias em que agente acha que sabe o que quer mas não consegue verbalizar?? Ou pensa que sabe mas quando decide, não é nada daquilo?? Bem, eu passei o final de semana querendo comer algum doce que não sabia bem qual era. Até fiz uma tentativa inútil com um bolo novo de chocolate cuja receita eu tinha guardado há algum tempo mas realmente não era nada disso que estava procurando. Tudo bem que a dita receita não era mesmo muito boa e o tal bolo permanece praticamente intocado na mesa da cozinha. Até que no domingo de manhã resolvi que o que eu queria mesmo era uma boa tarte tatin, cheia de maças carameladas e com o gostinho bom da manteiga da massa . Mas aí surgiu outro probleminha…. Eu estava com uma baita preguiça de fazer a tal massa deliciosa cheia de manteiga e em seguida ainda ter que esperar a massa descansar, etc. o que faria que minha torta só estaria pronta dali algumas longuíssimas horas. Foi aí que meu cérebro resolveu despertar e lembrou-se dessa receita de bolo de maças carameladas. A receita é muito simples; o único momento um pouco mais delicado é a hora de retirar a forma. Levante o fundo da forma bem devagar, passando sempre uma faca rente ao fundo para desgrudar eventuais pedaços de maça que tenham ficado grudados. Se sua forma, como a minha, não é totalmente vedada (já que o fundo tem que ser removivel) , envolva  a forma toda, por fora, sem esquecer a parte de baixo, com papel-aluminio  para o caramelo não vazar para o forno. Esse bolo é tão gostoso de manhã com uma xícara de café quanto a tarde servido ainda morno com uma bola de sorvete de creme.

ingredientes

  • 1 copo + 2 colheres de sopa de farinha
  • 1 ½ colher de  chá  de fermento em pó
  • 1 ¾ copo + 2 colheres sopa de açúcar
  • 1 colher de  chá  baunilha
  • 6 ovos
  • 1,125 kg de maçãs (eu gosto de misturar vários tipos de maçãs, mas especificamente FUJI e Granny Smiths, a maçã verde)

  • modo de preparo

  • 1. Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte com bastante manteiga uma forma com as laterais removíveis de aproximadamente 26 cms. Envolva a forma com papel-aluminio para, na eventualidade de algum caramelo passar pelas frestas, este não derrame no forno.
  • 2. Descasque as maças, retire as sementes e corte em pedaços grandes. Reserve.
  • 3. Numa panelinha, ponha ¾ de copo de açúcar com ¼ copo de água e faça um caramelo. Cuidado para não queimá-lo. Assim que estiver pronto, despeje na forma preparada.
  • 3. Na vasilha da batedeira, misture a farinha e o fermento em pó. Adicione 1 copo + 2 colheres de sopa de açúcar, a baunilha e os ovos. Bata em velocidade alta até formar um creme bem leve, de 5 a 8 minutos. Quando o creme estiver pronto, despeje na forma pronta com as maçãs. Leve ao forno por 50 a 60 minutos. A massa tem de estar bem dourada.
  • 4. Deixe o bolo esfriar uns 15 minutos. Aí com muito cuidado, passe uma faca nas laterais para soltar o bolo. Vire o bolo num prato. Com muito cuidado, retire a lateral da forma. Com uma faca grande, solte o fundo da forma do bolo passando a faca para ir soltando qualquer pedaço de maça que possa ter ficado grudado no fundo da forma. Levante o fundo da forma bem devagar. Deixe o bolo acabar de esfriar.

12 de março de 2009

Minha rotina do café da manha não muda muito- afinal sou uma típica canceriana e gosto do meu status quo- por isso costumo ficar um bocadinho chateada senão tenho meu iogurte, e a minha aveia, e a minha maçã, e o mel da fazenda… Quando não é aveia então tem que ser uma granola deliciosa, com pouco açúcar, mas com muito sabor. E foi para meu querido cunhado, futuro-papai de mais um sobrinho (já disse a vocês que tenho os sobrinhos mais lindos???), meu amigo tanto no signo quanto na rotina do café da manhã, que eu fiz essa granola. Alem dos ingredientes que usei, pode-se usar também coco ralado tostado (leve ao forno por uns 8 a 10 mns ou até começar a dourar), frutas desidratadas, castanhas de caju, etc. Mas acrescente eles somente no final, depois da granola já fria. Procure usar também o melhor mel que encontrar pois vai fazer diferença aqui!

 Essa receita produz 900 grs. de granola

  ingredientes

  • 4 copos de flocos de aveia
  • 1 copo de amêndoas inteiras
  • ½ copo de castanhas do Pará
  • ¼ copo de sementes de gergelim
  • ¼ copo de gérmen de trigo tostado
  • ½ copo de passas
  • 1/3 copo de óleo de canola ou girassol
  • 1/3 copo de mel
  • 2 colheres de sobremesa de baunilha
  • 1 colher de sobremesa de canela em pó

  •  
  • modo de preparo

  •  1. Pré-aqueça o forno a 180° C. Ponha as amêndoas em um tabuleiro e asse-as por 8 a 10 minutos até começarem a perfumar a cozinha. Retire do forno. Deixe esfriar e pique grosseiramente com uma faca. Reduza a temperatura do forno para 150ºC. Forre 2 tabuleiros com papel manteiga e reserve.
  • 2. Em uma pequena vasilha, misture bem o mel, o óleo, a baunilha e a canela. Reserve.
  • 3. Numa outra vasilha grande, misture aveia, amêndoas, castanhas, gergelim e o gérmen de trigo tostado (todos os outros ingredientes menos as passas ou qualquer outra fruta que você queira adicionar).
  • 4. Adicione agora a mistura de aveia à calda de óleo e mel. Com uma espátula misture bem para que todos os ingredientes estejam bem envoltos da calda. Divida entre os 2 tabuleiros e leve ao forno. Asse por 20 minutos, retire do forno, mexa com uma espátula e leve ao forno para mais 25 minutos. A granola tem que ficar dourada, senão fica crua e mole. Portanto, na duvida, deixe assar mais um pouquinho. Guarde hermeticamente fechado.

  •  
  •  

Próxima página »