simplesmente delícia

Arquivo da categoria 'sopas'.

19 de maio de 2010

  • Acho que não tem mais jeito: não há terapia que vai resolver o porquê desse meu amor por sopas. Mas como ouvi dizer por aí que o importante é assumir as neuroses (vou deixar pra lá a questão do porquê…) voltei às lentilhas que há muito tempo não usava, para tristeza da filhota.  
  • Eu tenho que confessar que prefiro as lentilhas francesas, as Du Puy ou as verdes, pois elas retém sua forma e textura. Mas se você não puder usá-las, use a nossa lentilha mesmo e faça uma adaptação no tempo de cozimento. O estragão aqui adiciona um sabor levemente picante mas você pode substituir por tomilho ou até usar os dois.  Servida com uma linda fatia de pão italiano e uma taça de vinho, é minha idéia de um jantar perfeito.  
  • Obs.: essa sopa congela muito bem!
  • Serve 6 pessoas

  • ingredientes

  • 3 colheres de sopa de azeite
  • 1 cebola media
  • 2 cenouras
  • 3 dentes de alho, grandes
  • 2 copos de lentilha
  • 1 lata de tomates inteiros
  • 7 a 8 copos de caldo de legumes (2 litros)
  • ½ colher de sopa de estragão seco
  • 1 colher de sopa de vinagre balsâmico
  • Sal e pimenta a gosto
  •  
  • modo de preparo

  • 1. Pique a cebola e a cenoura, em pedaços pequenos. Corte os dentes de alho ou amasse-os. Numa panela grande, ponha o azeite e junte a cebola, a cenoura e os alhos. Refogue em fogo médio/ baixo até a cebola começar a dourar, de 5 a 8 minutos. Junte então a lata de tomates, com o liquido inclusive, e o estragão e deixe cozinhando por mais 5 minutos. Use uma colher de pau para quebrar os tomates e liberar o suco que fica dentro.
  • 2. Junte então as lentilhas e uns 6 copos de caldo de legumes. Eu prefiro ir adicionando o restante aos poucos pois só assim consigo ter controle sobre a textura final da sopa.
  • 3. Deixe cozinhando, mexendo de vez em quando por 25 minutos, ou até as lentilhas estarem no ponto (isso vai depender das lentilhas que você for usar). Vá adicionando o restante do caldo até chegar à textura desejada. Eu gosto de sopa mais cremosa e menos liquida. E lembre que a sopa sempre resseca um pouco depois que esfria.
  • 4. Tempere com sal e pimenta a gosto. Retire então 2 ou 3 conchas de sopa da panela e ponha na vasilha do processador. Processe até formar um creme e devolva-o a panela. Mexa bem, desligue o fogo e acrescente o vinagre balsâmico. Sirva quente com um lindo pedaço de pão.

Outras Boas Idéias: Sopa de Couve-flor e Salmão e Sopa de Almondegas com Massa

8 de março de 2010

  • Eu tenho algum caso mal resolvido com sopas. Afinal, qualquer sinal de baixa da temperatura aqui no Rio e eu corro para a cozinha fazer mais uma sopa. Tem alguma coisa reconfortante para mim: Talvez seja a facilidade, ou a versatilidade, ou o fato de que não é exatamente uma ciência exata e no final das contas, qualquer coisa pode ser acrescida ou retirada da receita. Bem talvez não o meu caldo caseiro, dele eu não abro mão.  Mas fora isso, vale tudo. Dessa vez eu estava com essas pequenas almôndegas na cabeça e queria ver como elas ficariam se eu não às fritasse antes, como muitas vezes se faz para molhos.  
  • E, me parece, ficaram excelentes: na calada da noite, a filhota saiu pescando todas as almôndegas da sopa e no dia seguinte, quando a sua querida mãe, biologicamente programada para amá-la em todas as situações, foi almoçar, só havia macarrão e molho.  Claro que ainda assim estava uma delicia. Claro que não tem problema, afinal ela só pode estar em fase de crescimento. Claro que eu amo ela. Mas é claro que da próxima vez vou esconder as sobras de sopa. ..

  • Serve 4 a 6 pessoas
  • ingredientes

  • 500 gramas carne moída (eu uso fraldinha)
  • ½ copo de farinha de pão
  • ½ copo de queijo parmesão ralado
  • ½ cebola bem picada
  • 1 ovo
  • Sal e pimenta
  •  
  • 2 dentes de alho
  • 1 cebola grande
  • 4 colheres de sopa de azeite de oliva
  • 1 lata de tomate inteiros
  • ½ copo de vinho tinto (opcional)
  • 4 copos de caldo de legumes
  • 1 lata de grão de bico
  • 2 copos de alguma massa pequena (caracol mini, conchinha, mini penne, etc)
  • 1 copo de manjericão fresco
  • Sal e pimenta a gosto

  •  
  • Modo de preparo

  • 1. Numa vasilha média, misture a carne moída, o ovo, o farelo de pão, o queijo ralado, a cebola picada, sal e pimenta. Misture tudo muito bem. Eu faço isso com as mãos bem limpas claro. Faça bolinhas pequenas, de no máximo 3 CMN. Reserve. Você pode também congelar as almôndegas nesse ponto.
  • 2. Numa panela grande, em fogo médio, refogue a cebola grande picada e os dentes de alho picados, no azeite. Quando a cebola estiver transparente, adicione a lata de tomates e com uma colher de pau, esmague os tomates contra a lateral da panela para liberar todo o suco que fica dentro dos tomates. Junte também o caldo de legumes e, se você for usar o vinho, adicione-o agora também. Deixe ferver em fogo baixo por uns 20 minutos.
  • 3.  Adicione então as almôndegas com cuidado. Deixe cozinhar 5 minutos e adicione a massa. A massa que eu usei, precisava cozinhar 15 minutos, portanto ajuste o tempo para a massa que você for usar. As almôndegas devem cozinhar por 20 minutos. Adicione também na mesma hora que a massa, a lata de grão de bico escorrido. Se a sopa ficar densa demais, junte um pouco mais de caldo de legumes.
  • 4. Faltando 5 minutos para acabar de cozinhar, adicione o manjericão fresco. OU deixe para salpicar a sopa na ultima hora, como preferimos aqui em casa. Sirva a sopa quente.

Outra Boa Idéia: Sopa de Abobrinhas, Arroz e Cogumelos

24 de agosto de 2009

A couve-flor, assim como o brócolis, é certamente aqui em casa um dos legumes preferidos.  É um dos únicos que o meu povo aqui não faz algum tipo de objeção: pode ser o lamento clássico “mãe, você não me disse que tinha canela aqui”, ou a novidade “mãe, da onde saiu essa sopa?” ou a repetição “mãe, agente comeu isso há 2 dias”. A couve-flor é garantia da minha paz e sossego na hora da refeição.  

E como a couve-flor combina muito bem com salmão (e atum também) resolvi juntar os dois e fazer uma sopa super simples mas que serve como uma refeição completa. Eu adoro sopas mas gosto quando elas são consistentes, quentes e nutritivas. Nos dias em que me sobra tempo e me sinto um avatar de domesticidade, faço panelas e panelas de caldo de legumes. Quando sobra algum resto de frango junto um pedaço para fazer caldo de galinha mas uso o de legumes mais freqüentemente. Congelo tudo e quando preciso (para sopa, risoto, etc.) é só retirar do freezer e descongelar na panela mesmo. 

Ainda tem o beneficio ter o ego massageado por pessoas que vão achar ab-so-lu-ta-mente incrível você ter caldo de legumes fresco em casa (e não usar aqueles cubinhos sintéticos).

 

Serve 3 a 4 pessoas

  •  
  • ingredientes

  • 1 couve-flor grande
  • 1,2 litros de caldo de legumes ou água
  • ½ copo de creme de leite fresco
  • 1 pedaço de filé de salmão
  • Sal e pimenta a gosto
  • 1 colher de sopa de endro fresco, e mais um pouco para enfeitar
  •  
  • modo de preparo

  • 1. Corte a couve flor retirando os caules mais duros e as folhas. Lave as flores e se estiverem muito grandes, corte-as em pedaços um pouco menores. Ponha-os numa panela grande, com o caldo de legumes (ou a água). Salgue levemente e leve ao fogo. Ferva por uns 25 minutos ou até a couve-flor estar macia na ponta da faca. O tempo exato vai depender do frescor da couve-flor.
  • 2. Quando a couve-flor estiver cozida, desligue o fogo. Com uma escumadeira, retire os pedaços do legume, deixando a água do cozimento na panela, e ponha-os na vasilha do processador junto com o endro. Com uma concha, acrescente um pouco do liquido de cozimento e processe até formar um creme homogêneo. Ponha mais um pouco do liquido de cozimento até a sopa estar cremosa. Reserve.
  • 3. Corte o filé de salmão em tiras grossas. Tempere com sal e pimenta. Aqueça uma chapa ou um grill. Grelhe os pedaços de salmão 2 minutos de cada lado. O salmão tem que estar ainda um pouco cru por dentro. Ele acabará de cozinhar com o calor da sopa. Grelhe todos os pedaços e reserve num prato coberto com papel aluminio enquanto esquenta a sopa.
  • 4. Ponha a sopa numa panela. Acrescente o creme de leite e tempere com sal e pimenta. Leve ao fogo somente até aquecer a sopa. Apague o fogo, junte os pedaços de salmão partidos em pedaços grandes e sirva imediatamente, enfeitando com um pouco de endro picado.
  •  
  • Outra Boa Idéia: Couve Flor Assada com Molho de Tahini

17 de junho de 2009

Bem como já havia mencionado aqui por essas bandas antes, eu adoro uma sopa. Mais particularmente sopas quentes… e mais precisamente sopas com consistência! E semana passada, no meio do feriado, num dia chuvoso que pedia por uma sopa deliciosa, fui almoçar com uma amiga querida e comi uma sopa de batata baroa desastrosa que partiu meu coração. Mas como se diz por aí, uma janela fecha e outra abre e lembrei-me dessa receita que estava na minha lista - cada vez maior diga-se de passagem, de pratos que eu quero fazer e por um motivo ou outro, não consigo arrumar tempo, ou ocasião ou propósito.

Essa sopa é tão gostosa que não consigo pensar em superlativos suficientes para convencê-los a testar a receita. O contraste de sabores é surpreendente, mas ao mesmo tempo reconfortante: não há nada aqui que seja complicado ou estranho. Essa sopa requer um preparo um pouco mais longo pois temos que assar as batatas e os tomates antes mas isso pode ser feito de véspera. E essa sopa ainda tem a vantagem de ser deliciosa tanto quente quanto fria. Mas ao esquentá-la, não deixe ferver, só aqueça o suficiente para servir.

  • Essa receita serve 2 a 3 pessoas e pode ser facilmente dobrada 

  • ingredientes

  • 1,5 kg de batata doce (2 grandes aproximadamente)
  • ¼ copo de azeite (aproximadamente)
  • 6 tomates bem maduros
  • 4 dentes de alho, picados
  • 1 colher de vinagre balsâmico
  • 2 colheres de sopa de manteiga sem sal
  • ½ cebola roxa, picada
  • 1 cenoura picada
  • 1 talo do aipo picado
  • 3 copos de caldo de legumes
  • 5 ramos de tomilho fresco (ou 1 colher de sobremesa do tomilho seco)
  • 1 colher de sopa de salvia fresca
  • 1 laranja (o suco)

  •  
  • modo de preparo

  • 1. Pré-aqueça o forno a 220º C. Num tabuleiro, ponha as batatas-doce e passe um pouco de azeite ao redor de cada uma. Leve ao forno por aproximadamente 45 minutos ou até estarem bem moles por dentro. Quando estiverem frias o bastante, retire as cascas e passe as batatas por um espremedor. Reserve.
  • 2. Enquanto isso, corte os tomates em 2 e retire todas as sementes. Misture os tomates partidos com os dentes de alho, 2 colheres de azeite e o vinagre balsâmico. Ponha num outro tabuleiro e leve ao forno (ao mesmo tempo em que as batatas) por 30/35 minutos. Reserve.
  • 3. Numa panela media, derreta a manteiga com 4 colheres de sopa de azeite. Refogue a cebola até ficar translúcida, uns 10 minutos. Adicione a cenoura e o aipo e refogue por mais 10 minutos. Adicione então o caldo de legumes e ferva em fogo baixo por 20 minutos. Se você for usar o tomilho seco, adicione agora. Ao final dos 2 minutos, junte a batata doce e mexa por 5 minutos. Cheque a consistência da sopa e se precisar, adicione um pouco de água (ou caldo) mas não esqueça que ainda vamos por o suco de laranja. Tempere com sal e pimenta.
  • 4. Junte agora as ervas frescas, mexa um pouco mais e retire a panela do fogo. Deixe a sopa resfriar uns 8 a 10 minutos e triture-a no liquidificador ou processador. Quando ela estiver bem cremosa, ponha-a de volta na panela e junte o suco de laranja. Não deixe a sopa ferver, mas apenas esquente-a o suficiente para servir.
  • 5. Pique os tomates assados em pedaços grossos e sirva por cima da sopa.
  •  
  • Outra Boa Idéia: Sopa de Abobrinha e Cogumelos

  •  

18 de maio de 2009

Não se intimide pelo tamanho dessa receita. É verdade que ela leva tempo, mas o resultado é totalmente compensador. Alem do que, sobra um bocado de caldo de frango fresco para você usar num risotto ou como base numa outra sopa. Eu mantenho vários caldos feitos em casa prontos, no freezer: caldo de legumes, caldo de camarão e caldo de peixe especialmente. Outra tremenda vantagem dessa receita é que ela congela super bem. Inclusive já com a massa na tigela, se assim você resolver servir. Basta assar até a massa ficar ligeiramente dourada, retirar do forno, deixar esfriar e embrulhar (bem embrulhado!) com filme plástico. Congele a tigela assim e quando quiser , retire do freezer e leve ao forno por 30 minutos.

Essa sopa tambem tem a vantagem de ser super versátil. Você pode usar outros tipos de legumes como milho, cenoura bem picada, vagens, aipo picado etc.

  •  ingredientes

  • recheio
  • 1 frango de 1,700 kg aproximadamente
  • 1 ½ cebolas, partidas em pedaços grandes
  • 2 cenouras, partidas em pedaços grandes
  • 2 aipos, partidos em pedaços grandes
  • 1 folha de louro
  •  
  • 3 colheres de sopa de manteiga sem sal
  • 1 cebola media, picada
  • 1 batata grande, sem casca, picada (ou 2 batatas medias)
  • 3 dentes de alho, picados
  • 1 pimentão vermelho, picado
  • 220 gramas de cogumelos frescos, fatiados
  • ½ colher de chá de pimenta calabresa
  • Sal e pimenta do reino a gosto
  • 220 gramas de ervilhas
  •  
  • Para o creme
  • 100 gramas de manteiga
  • ½ copo de farinha de trigo
  • 2 ½ a 3 copos de caldo de frango
  • ½ copo de creme de leite fresco
  • Tabasco
  •  
  • Massa folhada pronta (2 a 3 rolos- vai depender do tamanho do recipiente)e gema de ovo
  •  

  • Modo de preparo

  • 1. Ponha o frango inteiro numa panela grande, junto com as cebolas partidas , as cenouras, o aipo e a folha de louro. Cubra o frango e os legumes com bastante água e leve ao fogo médio. Cozinhe por 1 hora. Retire o frango do caldo, deixe-o esfriar e retire a carne toda, desfiando-a em pedaços grandes. Reserve a carne desfiada. Passe o caldo pela peneira, descarte os legumes e retorne o caldo à panela pois iremos utilizá-lo no preparo do creme.
  • 2. Numa outra panela grande, derreta a manteiga e refogue a cebola e a batata picadas por 5minutos. Adicione o pimentão vermelho, o alho e os cogumelos e refogue por mais 15 minutos ou até as batatas estarem tenras, porem ainda firmes. Adicione então a pimenta calabresa e tempere com sal e pimenta do reino. Por fim, junte a carne do frango desfiado e as ervilhas. Misture e desligue o fogo. Reserve na panela mesmo pois ainda vamos acrescentar o creme.
  • 3. Para o creme, derreta a manteiga numa panela media. Junte a farinha e mexa até a farinha incorporar na manteiga. Com uma concha, vá adicionando o caldo de frango aos poucos, mexendo sem parar para não criar bolinhas de farinha. Vá adicionando o caldo até o creme engrossar ao ponto desejado. Eu acabei usando mais do que os 3 copos pois prefiro minha sopa mais liquida. Adicione o creme de leite, tempere com sal, pimenta e Tabasco.
  • 4. Misture o creme ao recheio de frango. Se precisar acrescente um pouco mais de caldo. Misture tudo delicadamente. Sirva quente ou com um pedaço de massa folhada.
  • 5. Para servir com a massa folhada, encha 6 a 8 cumbucas individuais até ¾ da borda. O numero exato de cumbucas vai depender do tamanho delas. Abra um rolo de massa folhada pronta e corte círculos um pouco maiores do que o diâmetro da cumbuca. Pouse cada disco de massa sobre a tigela e pincele toda a superfície com a gema de ovo, passando também ao redor da borda da tigela para colar a massa. Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC por 20-25 mns ou até a massa estar bem dourada.
  • 6. Se preferir, você pode ao invés de usar varias tigelas, por a sopa numa sopeira grande que vá ao forno, e cobrir com um pedaço grande de massa. Asse por uns 25 minutos ou até a massa estar bem dourada.
  •  

 Outra Boa Ideia: Sopa de Abobrinha, Arroz e Cogumelos

« Página anterior - Próxima página »