simplesmente delícia

Arquivo da categoria 'sorvetes'.

24 de abril de 2013

    Depois de muita negociação, a filha admitiu que já era hora de tirar os sisos.  Não que minha casa seja exatamente uma democracia nesse sentido mas eu já estava com medo de ter que chamar um anestesista ou talvez mesmo alguém com uma camisa de força para leva-la ao consultório da dentista para o procedimento. Depois de acertarmos a data, a outra preocupação era a comida. Alias a outra preocupação dela, era a comida. Eu estava somente preocupada em entregar ela a dentista e sair de lá com menos quatro sisos naquela boca que eu ajudei a criar há muitos anos atrás. Enfim, depois de muito respirar fundo e cantarolar ‘oooohms’ pela casa, marcamos a data e fui me informar sobre a dita comida. Comidas frias, e moles nos primeiros dias, e depois comidas mornas e moles. Ok, pensei, vou tirar de letra. Sorvetes, milk-shakes, mousses e estou salva.  Qual a adolescente que vai reclamar de só comer isso por alguns poucos dias? Bem, lá fui eu quebrar a cara de novo. Logico que minha filha, num momento de surto que estou tentando culpar nos analgésicos, anti-inflamatórios e a pletora de remédios que ela teve que tomar, só queria saber de ‘comida de verdade’ e comida salgada.
    • Mas eu não me dei por rogada e entre uma mousse de chocolate e uma massinha bem cozida com um fio de azeite, fiz esses picolés de frutas vermelhas que tinha congeladas em casa. A filha adora uma fruta vermelha! Usei frutas congeladas mas você pode usar frutas frescas e frutas diferentes logico (ameixas frescas, mangas, etc.). Só tome cuidado para elas estarem em pedaços pequenos ou trituradas, e para adoçar conforme a necessidade de cada fruta.
    • Alias, como eu estou tentando diminuir a quantidade de açúcar refinado da minha dieta, acabei usando nos picolés o xarope de agave que já tinha em casa. É um adoçante natural com gosto bem ameno portanto ele não compromete o perfume da comida, o que fica perfeito aqui. Mas use açúcar ou mel à gosto.
    • Receita adaptada da Martha Stewart

    • ingredientes
    • 250 gramas de morangos (ou framboesas)
    • 250 gramas de mirtilos (ou amoras)
    • ¼ copo de açúcar aproximadamente (ou mel ou xarope de agave)
    • 450 ml de iogurte natural desnatado ou integral
    • modo de preparo

    • 1.       Ponha os morangos (ou framboesas) na vasilha do processador com uma colher de sopa de açúcar. Triture até formar um creme. Tire da vasilha e reserve. Faça o mesmo com os mirtilos (ou amoras) e mais uma colher de sopa de açúcar.
    • 2.       Ponha todo o iogurte numa outra vasilha e adoce com o restante do açúcar, ou à gosto. Prove e corrija o açúcar se necessário.
    • 3.       Com uma colherzinha, ponha um pouco de iogurte no fundo das formas para picolés. Por cima do iogurte, ponha uma colher de morangos, em seguida uma colher de iogurte, uma colher de mirtilos, e vá alternando as camadas até encher as forminhas. Quando as formas estiverem cheias, pegue um palito grande (tipo churrasco) ou uma faca, e misture delicadamente de baixo para cima para as camadas se mesclarem um pouco. Basta mexer duas ou três vezes. Ponha os palitos nas formas e leve ao freezer. Para desenformar, basta deixar na geladeira uns 10 minutos ou passar as formas embaixo de agua fria até os picolés se soltarem.

    Outras Boas Idéias: Sorvete de Chocolate e Mel e Sorvete de Canela Caramelizada e Figos

    14 de janeiro de 2013

    • Essa é provavelmente a primeira vez em que posto uma receita com fotos que não fazem jus ao prato. Preparei o Bolo de Sorvete em casa e levei para um jantar aonde a luz não ajudou muito na hora de fotografa-lo. Mas o resultado ficou uma delicia e como estou saindo de férias e não vou ter tempo de refazer a receita para ter fotos mais bonitas, vocês vão ter que confiar em mim! É muito fácil, mesmo que demore um pouco para congelar cada camada. E, sobretudo é perfeito nesse verão escaldante que não arreda pé!
    • Procure usar um biscoito bem forte no chocolate. Eu sou meio xiita e compro o Negresco, tiro o recheio e uso só os biscoitos. Faça o Bolo de Sorvete de véspera para dar tempo de ele gelar todo bem antes de servir. E use uma forma de laterais removíveis para facilitar na hora de desenformar. Eu resolvi me complicar a vida e usei uma vasilha de cerâmica, o que quase inviabilizou a sobremesa na hora de retira-la. Mas esse pequeno lapso do meu cérebro eu estou culpando no calor.

      ingredientes

    • 1 copo de creme de leite fresco
    • ½ copo de Karo (xarope de glicose)
    • 300 gramas de chocolate meio-amargo
    • 2 copos de biscoitos de chocolate triturados (medidos já triturados)
    • 150 gramas de manteiga sem sal, derretida
    • 1 pote de 2 litros de sorvete de creme
    • 300 gramas de amendoins caramelizados (ou ‘ao mel’)
    • modo de preparo

    • 1.       Comece preparando a calda de chocolate pois ela precisa estar fria para ser usada no bolo. Pique o chocolate em pedaços bem pequenos e ponha-o numa vasilha media. Numa panela pequena, esquente o creme de leite com o Karo. Quando ferver, derrame tudo em cima do chocolate picado. Espere cinco minutos e misture delicadamente com uma colher para homogeneizar o creme. Espere esfriar e leve a geladeira até formar um creme grosso. Você pode fazer a calda de véspera e retirar da geladeira uns 30 minutos antes de usar no bolo para a calda voltar à consistência certa para ser esparramada em cima das camadas de sorvete.
    • 2.       Ponha o pote de sorvete na geladeira para amolecer.  Triture os biscoitos de chocolate no processador ate formar um pó. Misture o biscoito com a manteiga derretida usando um garfo e mexendo bem para que todo o biscoito fique úmido de manteiga. Ponha o biscoito no fundo de uma forma de laterais removíveis e pressione bem com os dedos, apertando para formar uma camada bem compacta. Leve a geladeira ou ao freezer.
    • 3.       Tire o sorvete da geladeira e ponha-o todo em uma vasilha grande. Usando uma espátula, adicione os amendoins caramelizados misturando com cuidado. Agora retire a forma com a camada de biscoito do freezer (ou geladeira). Usando uma colher, ponha uma camada de sorvete em cima do biscoito (use aproximadamente 1/3 do sorvete: queremos fazer três camadas de sorvete e duas camadas de calda de chocolate). Leve ao freezer por uns 20 minutos ou até o sorvete endurecer o suficiente para podermos passar uma camada de chocolate por cima sem mexer no sorvete. Enquanto o sorvete está no freezer, deixe o restante na geladeira ou no freezer também se estiver muito calor mas precisamos que o sorvete esteja cremoso na hora de espalha-lo e para o bolo.
    • 4.       Quando o sorvete estiver firme o suficiente, espalhe a metade da calda de chocolate por cima do sorvete e leve ao freezer para endurecer. Como anteriormente, espere o chocolate estar firme antes de prosseguir com mais uma camada de sorvete, mais uma camada de calda e uma ultima camada de sorvete (são três camadas de sorvete e duas de calda). Termine com o sorvete e leve ao freezer por alguma hora para endurecer bem.
    • 5.       Trinta minutos antes de servir, ponha o bolo de sorvete na geladeira. Quando for servi-lo, passe uma faca rente as laterais da forma, e se o bolo ainda estiver muito gelado, molhe as laterais da forma com agua a temperatura ambiente mesmo, com cuidado para não respingar no sorvete. Retire as laterais da forma . Passe uma faca por baixo da camada de biscoito e solte o bolo da forma. Ponha num prato e sirva imediatamente ou ponha o prato de servir no freezer até a hora de servi-lo. Experimente servir com uma calda de chocolate.

    13 de novembro de 2012

    • Esse é meu sorvete de chocolate preferido. Devo dizer que só o faço muito ocasionalmente porque quando faço, entre meu filho e eu, o páreo é duro para saber quem come mais. É um sorvete intenso, forte, e muito cremoso. Não use chocolate com teor de cacau superior a 62% pois ele dificilmente derreterá corretamente no creme. E me convide para almoçar ou jantar: eu faço cerimonia e como só um pouquinho, prometo…
    • Receita adaptada do livro ‘Sarabeth’s Bakery’
    • ingredientes

    • 320 gramas de chocolate meio-amargo
    • 2 copos de creme de leite fresco
    • 1 copo de leite integral
    • ¾ copo de açúcar (150 gramas)
    • 1/3 copo de mel
    • 1 fava de baunilha ou 2 colheres de chá de baunilha (extrato)
    • 8 gemas de ovos
    • modo de preparo

    • 1.       Pique o chocolate e ponha numa pequena vasilha. Ponha 3 dedos de agua dentro de uma panela media, e arrume a vasilha em cima, tomando cuidado para a vasilha não encostar na agua. Leve a panela ao fogo médio e derreta o chocolate em banho-maria. Quando o chocolate estiver derretido, tire de cima da panela e reserve.
    • 2.        Numa vasilha grande, ponha as gemas e misture bem. Deixe preparada uma bacia grande com gelo, aonde caiba outra vasilha que vai acolher todo o creme. Ponha uma peneira nessa vasilha pois vamos coar o creme quando retirar do fogo.
    • 3.       Numa outra panela media, ponha o creme de leite, o leite o açúcar, o mel e a fava de baunilha (abra a fava e retire as sementes; ponha tudo na panela, sementes e fava) se for usar. Leve ao fogo médio/baixo até derreter o açúcar misturando sempre com uma espátula. Não deixe ferver. Misturando sem parar, junte o liquido quente às gemas. Derrame o liquido bem devagar nas gemas para não haver chance de cozinhar as gemas, e não pare de mexer. Quando tiver incorporado todo o liquido, volte-o todo para a panela e leve ao fogo.
    • 4.       Misture sem parar até o creme chegar a uma temperatura de 80 graus no termômetro. Se você não tiver termômetro, deixe o creme engrossar: quando você levantar a espátula e passar o dedo nela, o creme deve fazer uma trilha nítida na espátula. Retire a panela do fogo e imediatamente peneire-a em cima da vasilha preparada no banho-maria gelado.  Se você não usou a fava, adicione agora o extrato de baunilha; junte também o chocolate derretido e misture até incorporar.
    • 5.       Deixe o creme esfriar no banho-maria gelado e em seguida leve-o, coberto com filme plástico,  a geladeira. Deixe gelar por pelo menos 6 horas, antes de prosseguir na maquina de fazer sorvete. Siga as instruções e depois que o sorvete estiver pronto na maquina, leve ao freezer por mais 2 horas pelo menos.
    Outras Boas Idéias: Sorvete de Morango e Mousse de Chocolate Assada como um Bolo

    19 de janeiro de 2012

    • Bem apertem os cintos porque lá vou eu tentar justificar porque andei tão sumida, mais uma vez. Mas a verdade é que assim como o ano, as coisas estão começando devagar por aqui. Tirei uns dias (foram nove dias na realidade) e a família toda se debandou para a praia. Logico que São Pedro tinha que por seu dedinho na situação, resolveu se rebelar provavelmente com ciúmes, e choveu torrencialmente por três dias. E com sete crianças na casa, vamos dizer que não é uma situação ideal. Mas mais uma vez, cheguei à conclusão que crianças são bem mais resilientes do que os adultos.  Foram muitos jogos, brincadeiras, pula-pula na chuva, bolos queimados (nada com um forno novo para apimentar as ferias), fabricação de metros e metros de pulseirinhas de fios coloridos, algumas querelas, poucas brigas e muita animação. E quando o sol voltou, muita praia, piscina, mais pula-pula, caipirinhas, ceviches, caça as maria-farinhas em noite de lua cheia (foram todas soltas depois), bolhas de sabão gigantes, e já mencionei mais pula-pula?
    • Chegando da praia, ganhei 3 quilos de mangas maduras vindas direto da fazenda. E ainda imbuída de muitos raios de sol, a única coisa que me veio a cabeça era sorvete.  Queria adicionar mais algum ingrediente à manga e por isso contei com ajuda dos amigos do Facebook que me ajudaram a optar pelo gengibre. Use sempre frutas bem maduras e como sempre em sobremesas com frutas, cheque o açúcar antes de finalizar. E aqui, ajuste o gengibre ao seu gosto. O gengibre aqui não ficou muito forte, apenas perfumou levemente e realçou a manga.
    • ingredientes

    • 5 mangas maduras, ou 1,200 kg de frutas inteiras, ou 600 gramas de polpa de manga
    • 1 pedaço gordo, de 3 cm de comprimento, de gengibre
    • 1 copo de agua
    • ¾ copo de açúcar
    • 1 limão (suco)

      modo de preparo

    • 1. Descasque as mangas e retire toda a carne das frutas. Pique em pedaços grandes e deixe numa vasilha grande.
    • 2. Ponha o açúcar e a agua numa panelinha. Descasque o gengibre e junte a calda de açúcar. Ferva a calda por uns 5 minutos, desligue o fogo e deixe-a voltar a temperatura ambiente com o gengibre dentro.
    • 3. Quando a calda estiver à temperatura ambiente, retire o pedaço de gengibre (mas reserve-o) . Ponha as frutas picadas e ¾ da calda na vasilha do processador e ligue a maquina. Processe até formar uma pasta uniforme. Cheque o sabor para ver se está bom de açúcar e de gengibre.  Se você achar que falta açúcar e/ou gengibre, volte o resto da calda (1/4 restante) para o fogo e acrescente mais açúcar e/ou gengibre. De novo, deixe a calda esfriar e prossiga. Senão, continue acrescentando essa mesma calda. Adicione o suco do limão e misture bem . Cubra a vasilha com filme plástico e leve a geladeira por no mínimo 8 horas (ponha o pedaço de gengibre de volta no creme de manga).
    • 4. Retire o pedaço de gengibre do creme e leve o creme à sorveteira seguindo as instruções desta.
    Outras Boas Ideias: Sorvete de Canela Caramelizada e Figos e Sorbet de Fruta de Conde
    • Ceviche de Namorado (pus a receita no meu Facebook, em ‘Notas’)

    6 de novembro de 2011

    • Eu venho de uma família de amantes de sorvete. Minha mãe é dessas que, especialmente no verão, sai de casa para tomar sorvete - isso para mim já é um tanto incrível pois absolutamente nada fora chocolate e alguma emergência na cozinha, me faz sair de casa (culinariamente falando, logico).  Idem minha irmã, que desde muito cedo treinou os filhos para encontrar o caminho certo para a sorveteria preferida dela, a poucos quarteirões da sua casa. E meu pai até hoje fala de um restaurante aqui no Rio de Janeiro, há muito defunto, onde ele tomava um sorvete que vinha numa taça de prata, coberta com uma ‘cloche‘ (aquelas tampas de prata que restaurantes caros usam para cobrir a comida).  O discurso é mais ou menos assim: “Filha, o sorvete era mesmo de baunilha, tinha lá as sementes de baunilha!” - “Sim, pai, eu sei, já entendi.” -”Não, mas filha, deixa eu te explicar, não se faz mais sorvete assim, com as sementes da baunilha”. - E isso ele me conta a cada vez que eu faço sorvete de baunilha, com as sementes das favas e tudo, e levo para ele.
    • ahaha
    • ahaha
    • O curioso é que sorvete não é daquelas sobremesas que me tiram do serio: eu raramente compro sorvete, picolés etc. Um bom número de vezes eu acho os sorvetes doces demais. Aliás, em alguns casos, a quantidade de açúcar é suficiente para por a cidade do Rio de Janeiro em coma diabético. Mas eu sou a orgulhosa detentora de uma maquina de fazer sorvete (Cuisinart) e de vez em quando eu entro em surto e saio fazendo sorvetes e sorbets como se eu não precisasse tomar conta da dieta.
    • Eu já tinha feito outros sorvetes de morangos mas dessa vez fiz duas coisas que mudaram tudo: praticamente dobrei a quantidade de fruta e deixei os morangos repousarem no açúcar de um dia para outro. E isso fez toda a diferença nesse sorvete: o resultado final é muito perfumado e não é muito doce, assim a fruta brilha em toda sua gloria.
    • ahaha
    • ahaha
    • Use sempre frutas bem maduras. Quando fui ao mercado eu não estava pensando em morangos - pois não está na época - mas achei frutas bem maduras, vermelhas e cheirosas e resolvi que ali estava meu próximo sorvete. Com essa mesma base de sorvete (creme, leite, gemas, açucar), você pode usar outros perfumes como café, pedaços de chocolate (flocos), baunilha (as favas), etc.
    ahah
    • A receita completa do Sorvete de Baunilha (com favas), postei em ‘Notas’, no Facebook (Simplesmente Delicia).
    • ingredientes

    • 800 gramas de morangos bem maduros
    • 1 copo de açúcar (200 gramas)
    • 1 ½ copo de creme de leite fresco (350 gramas)
    • 1 ½ copo de leite integral (350 gramas)
    • 8 gemas de ovo
    • 1 fava de baunilha ou 1 colher de chá de aroma de baunilha
    • modo de preparo

    • 1.       Lave os morangos, seque-os e corte os cabinhos. Pique grosseiramente, em dois ou quatro pedaços e ponha numa vasilha. Junte a metade do açúcar (1/2 copo- 100 gramas), misture bem, tampe a vasilha e leve a geladeira de um dia para o outro. Ou no mínimo 8 horas.
    • 2.        Numa panela media, ponha 1 1/2 copos de creme de leite fresco, 1 1/2 copos de leite integral e o restante do açúcar (½ copo ou 100 gramas). Raspe as sementes da fava de baunilha, misture-as aos líquidos e ponha também a fava raspada e partidas ao meio. Se você for usar o aroma artificial de baunilha, espere para junta-lo quando o creme estiver pronto e fora do fogo. Leve a panela ao fogo médio até o açúcar dissolver e o creme estar bem quente (porem não fervendo), misturando sempre com uma espátula.
    • 3.       Enquanto o creme esquenta, ponha numa vasilha media as oito gemas de ovo e misture com um garfo para quebra-las. Prepare também um banho-maria para esfriar o creme depois de pronto: separe uma vasilha bem grande, com gelo e agua, aonde caiba uma vasilha menor (aonde vamos por todo o creme para esfriar na agua bem gelada). Reserve esse banho-maria com o gelo enquanto acaba de preparar o creme na panela.
    • 4.       Quando o creme estiver bem quente (mas não fervendo), vamos fazer a temperagem das gemas. Isto é, temos que mistura-las aos poucos ao creme quente para não cozinha-las e deixar formar pedaços de gemas. Para isso, derrame um pouco (duas ou três colheres de sopa) do creme quente em cima das gemas e misture bem; acrescente mais liquido a medida que for misturando as gemas até as gemas estarem mornas. É importante que você misture o liquido quente às gemas (e não as gemas ao liquido já que dessa forma as gemas cozinham no liquido quente).
    • 5.       Quando as gemas já estiverem passado pela ‘temperagem’, entorne tudo no restante de creme quente que estiver na panela e cozinhe, misturando sem parar com a espátula, até o creme engrossar. Se você tiver um termômetro culinário, o creme tem que atingir 80/82 graus Cº. Outra forma de ver se o creme está pronto é tirar a espátula da panela e passar o dedo no creme que escorre nas costas da espátula: tem que formar um ‘caminho’ na espátula. Retire a panela do fogo imediatamente e junte o aroma de baunilha se você não usou a fava.
    • 6.       Entorne o creme, peneirando-o, numa vasilha pousada dentro da vasilha com gelo. Misture com a espátula e deixe o creme esfriar no banho-maria de gelo. Depois que o creme estiver à temperatura ambiente, cubra com filme plástico e leve à geladeira por pelo menos 12 horas.
    • 7.       Quando for preparar o sorvete na maquina, escorra os morangos e descarte o liquido que se formou. Ponha os morangos no processador e processe até não haver mais pedaços grandes. Junte os morangos triturados ao creme gelado. Prossiga preparando o sorvete seguindo as instruções da sua maquina.
    • Outras Boas Idéias: Sorvete de Canela Caramelizada e Figos e Semifreddo de Morangos

    Próxima página »