simplesmente delícia

Arquivo da categoria 'entradas'.

5 de abril de 2013

  • Não vou nem tentar ficar enrolando aqui para justificar tanto tempo de ausência. Foi a vida que me fez perder o tempo e a inspiração para sentar e bater papo aqui no do blog. Pronto, assim fica mais fácil e podemos falar desse molho de alcaparra. Eu sinceramente não entendo porque as alcaparras têm tantos inimigos. Eu acho que são como as anchovas: as pessoas gostam de dizer que não gostam ate mesmo antes de provar. Mas eu adoro e uso bastante na cozinha. Lembre-se de passa-las na agua fria antes de usar para retira o excesso de salmoura. E sirva esse molho com frango grelhado, legumes cozidos ou até mesmo minha indefectível salada de tomates: fica perfeito.
  • ingredientes

  • 1 limão grande (suco e raspas)
  • 1 colher de sopa de vinagre de vinho branco
  • 1 colher bem cheia de alcaparras, escorridas
  • 1 colher de chá de mostarda tipo ‘Dijon’
  • 1/3 copo de salsinha picada
  • 1/3 copo de azeite de oliva
  • 1 pedaço de queijo coalho de 500 gramas
  • 2 ou 3 colheres de sopa de azeite
  • modo de preparo

  • 1.       No copo do liquidificador, ponha o suco e as raspas do limão, o vinagre, as alcaparras escorridas e lavadas (para tirar a salmoura), a mostarda, a salsinha e o azeite. Triture bem até formar um creme; prove e ajuste o sal e a pimenta (Tabasco fica uma delicia aqui). Reserve.
  • 2.       Corte o queijo coalho em fatias de aproximadamente 1 cm se ele estiver em pedaço grande. Ponha numa vasilha e regue com as duas colheres de sopa de azeite. Mexa bem para o queijo estar bem envolvido. Enquanto isso, esquente seu grill; quanto este estiver bem quente, disponha as fatias de queijo lado a lado, sem se tocarem, e grelhe por 2 a 3 minutos de cada lado. Retire do grill quando o queijo estiver bem tostado . Se precisar, mantenha o queijo grelhado em um prato coberto com papel alumínio enquanto acaba de grelhar todo ele. Sirva imediatamente com o molho de alcaparras.

Outras Boas Ideias: Salada de abobrinhas e queijo coalho grelhados e Tapenada de Azeitonas e Figos Secos

22 de abril de 2010

  • Eu adoro berinjela. Acho que não tem nenhuma forma desse legume que não me agrade. É verdade que talvez meu coração bata mais forte pelas versões frias, mas na realidade qualquer uma está valendo!
  • Essa versão, inspirada no livro do meu grande amigo e eterno amor Ottolengui, é uma das minhas preferidas e é com ela que os deixo aqui, no meio de muita correria, saindo para uns dias de férias.  Volto já!
  •  
  • Serve 4 pessoas como entrada
  • ingredientes

  • 4 berinjelas
  • ½ copo de azeite extra virgem
  • Sal e pimenta a gosto
  • 1 ½ copos de iogurte natural
  • 2 colheres de sobremesa de curry
  • Suco de 1 ou 2 limões
  • Sal e pimenta
  • 1 copo de manjericão fresco
  • Sementes de 1 romã (opcional)
  •  
  • modo de preparo

  • 1. Pré-aqueça o forno a 220°C.
  • 2. Corte as berinjelas no sentido do comprimento, em fatias de 1,5 centímetros de espessura.  Lambuze os dois lados de cada fatia com azeite e tempere com sal e pimenta. Vá arrumando num tabuleiro forrado com papel manteiga.
  • 3. Leve ao forno por 25-40 minutos ou até elas estarem bem escuras. Vire-as na metade do tempo. O tempo exato de cozimento vai depender do tamanho das fatias e do frescor das berinjelas.
  • 4. Retire do forno e deixe esfriar.
  • 5. Na vasilha do liquidificador, misture o iogurte e o curry. Adicione o suco de limão a gosto. Eu gosto desse molho com o suco de 2 limões mas ajuste ao seu paladar. Tempere com sal e pimenta. Você pode fazer esse molho de véspera.
  • 6. Quando as berinjelas estiverem à temperatura ambiente, arrume-as num prato grande. Entorne um pouco de molho por cima e arrume o manjericão e as sementes de romã. Sirva mais molho à parte. Você pode deixar essa salada na geladeira, mas deixe voltar à temperatura ambiente antes de servi-la!
  •  
  • Outra Boa Idéia: Bolinhos de Couve-flor Grelhados com Molho de Iogurte

28 de abril de 2009

Tenho que admitir que tenho evitado postar mais receitas do meu eterno amor grande amigo de infância, o Ottolenghi, por medo de vocês acharem que de fato esse é o único livro de culinária que eu possuo… ou então que eu sou tão desprovida de imaginação que preciso ficar falando dele como se não houvesse amanhã… Mas essa receita foi uma surpresa tão grande que tive a certeza que vocês também iam acabar se rendendo ao inevitável: o cara é o homem!!!

Ottolenghi recomenda essa receita para um café da manha ou um brunch mas eu a curti mesmo no almoço, com uma fatia linda de pão. O prato é leve, super aromatizado, e fácil de fazer. O kirmizi biber da receita original foi substituído pela pimenta caiena, que depois que uma rápida pesquisa na internet revelou se tratar da mesma coisa (ou algo muito parecido-assim se você encontrar o kirzimi na sua área, me conte como é pois não conhecia essa especiaria). Esse prato é uma adaptação do clássico prato turco çilbir, que nada mais é do que ovos poché com iogurte e manteiga derretida. Combinação essa imbatível.

  •  ingredientes

  • 2 ovos
  • 8 copos de folhas de rúcula, limpas e secas (nao se assuste com a quantidade, a rucula depois de refogada, rende muito pouco. Os 8 copos equivalem a 2 molhos da verdura do local onde comprei)
  • 2 colheres de azeite extra-virgem
  • 75 ml de iogurte natural (1/2 pote de iogurte)
  • ½ dente de alho
  • Sal a gosto
  • 2 colheres de sopa de manteiga sem sal
  • ½ colher de chá de pimenta caiena (ou à gosto)
  •  
  • modo de preparo

  • 1. Pré-aqueça o forno a 150° graus.
  • 2. Numa frigideira grande, aqueça o azeite e junte a rúcula. Mexa sobre fogo médio com uma espátula por alguns minutos (3 ou 4 mns aproximadamente) até as folhas estarem totalmente murchas. Ponha as rúculas numa vasilha pequena que vá ao forno. Com um garfo, faça 2 espaços nas rúculas para por os ovos.
  • 3. Quebre cada ovo no espaço feito na rúcula. Cuidado para não quebrar a gema. Leve ao forno por 12/15 minutos, ou até as claras começarem a endurecer. Quremos as gemas ainda moles.
  • 4. Enquanto isso, prepare o molho de iogurte. Num liquidificador, bata o iogurte com o dente de alho picado e uma pitada de sal. Bata bem e reserve, mas não ponha na geladeira.
  • 5. Quando faltarem 2 a 3 minutos para os ovos ficarem prontos, prepare a manteiga. Numa panelinha, derreta a manteiga. Assim que estiver derretida, ponha a pimenta caiena e deixe a manteiga espumar e ficar com uma bela cor dourada. Tire a panela do fogo.
  • 6. Tire os ovos do forno assim que ficarem prontos. Imediatamente ponha o molho de iogurte por cima, e a manteiga quente. Sirva imediatamente com uma bonita fatia de pão.
  •  

5 de janeiro de 2009

Nesse mês de calmaria, estava pensando num almoço leve e pouco complicado quando me lembrei de uma receita de ovos com cúrcuma do livro da Anne-Sophie Pic. Anne-Sophie é hoje um dos chefes mais importantes da França. Em 2007, com apenas 37 anos, ela ganhou a sua 3ª estrela do prestigioso Guia Michelin, a primeira vez em 40 anos que uma mulher conseguia esse feito. Ela pilota o restaurante herdado de seu pai, o La Maison Pic, em Valence, no sudeste da França e é conhecida por privilegiar a mistura de texturas e sabores ao invés de alterar radicalmente os ingredientes.

A cúrcuma, raiz da familia do gengibre que tambem é um dos ingredientes do curry e da mostarda, não somente confere uma cor linda aos pratos mas dá um sabor denso e refinado que combina particularmente bem com ovos. Como todo prato onde os ovos são o centro das atenções, procure usar ovos de granja ou ovos vermelhos. Essa receita é uma adaptação da receita do livro de Anne-marie , mas a inspiração é toda dela.

 serve uma pessoa

  •  ingredientes

  • 2 ovos
  • 50 ml de creme de leite fresco
  • 2 colheres de chá de cúrcuma (ou açafrão da terra)
  • Sal e pimenta a gosto
  • 2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
  • ½ dente de alho bem picado
  • 2 colheres de sopa de salsinha picada
  • 1 colher de sobremesa cheia de tomilho fresco
  •  
  • modo de preparo

  • 1. Aqueça o forno em temperatura alta. Numa vasilha misture o creme de leite com o cúrcuma, e sal e pimenta a gosto. Ponha no fundo de um potinho de vidro ou cerâmica e leve ao forno por aproximadamente 3 a 4 minutos, até o creme começar a borbulhar
  • 2. Enquanto isso, quebre os ovos numa vasilha com cuidado para não quebrar as gemas.  Misture em outra vasilha o queijo, o alho picado, a salsinha e o tomilho. Tempere essa mistura com sal e pimenta.
  • 3. Retire do forno e delicadamente ponha os ovos em cima do creme. Eles irão afundar no creme mas é normal. Por cima, espalhe a mistura de queijo. Leve ao forno por mais 5 minutos. Retire e sirva quente com torradas. Uma salada verde acompanhando faz desse pratinho um delicioso jantar.